terça-feira, 6 de março de 2012

Like-Dislike #2


Para o mês de Março, o nosso convidado para participar no Like-Dislike é um conhecido das caixas de comentários do Eterno Benfica, John Wakefield. A propósito de um comentário feito pelo John há umas semanas a esta parte sobre a importância que o Benfica deve prestar à Champions League, achei interessante convidá-lo para partilhar a sua opinião num post visto termos visões antagónicas sobre este assunto. Os textos que se seguem foram escritos antes do empate em Coimbra, no entanto penso que as opiniões se mantêm.

«Antes demais, é necessário salientar que qualquer benfiquista que se preze, sonharia vencer ambas as competições. Seria fantástico se assim o fosse! Todavia, é praticamente impossível erguer os dois ceptros em simultâneo, e por isso, o Benfica poderá, a breve/médio prazo, ser forçado a fazer uma escolha seguramente difícil. Essa mesma decisão será tomada quando os jogadores começarem a acusar fadiga, algo que tem sido evidente nas equipas comandadas por Jorge Jesus. Assim sendo, a questão impõe-se: nessa situação, deverá o Benfica concentrar as baterias no Campeonato ou na Champions? Por outras palavras, deve o Benfica apostar tudo no campeonato português, que alguns dizem ser a prioridade mais realista, ou na Liga dos Campeões Europeus, competição de clubes mais importante do mundo? Como já o referi, não é fácil nem consensual encontrar uma resposta para este debate seguramente interessante. Na minha perspectiva, creio que o Benfica deve privilegiar o campeonato, por ser uma competição onde temos hipóteses realísticas de a vencer. Infelizmente, o resultado em Guimarães veio trazer mais discussão e incerteza, e por isso, teremos um campeonato renhido até ao fim. Pequenos pormenores poderão fazer a diferença na atribuição do título nacional. Neste momento, vejo o Porto e o Braga na porta da saída da UEFA, algo que me preocupa visto que poderão concentrar, desde cedo, todas as suas aspirações nesta segunda volta do campeonato. Por outro lado, a Champions é, a meu ver, uma meta irrealista para o Benfica e qualquer clube português, enquanto existir um super-Barça ou um incrível Real Madrid, equipas 98 ou 99% imbatíveis. Assim sendo, as hipóteses de sucesso total na Champions são muito remotas e tendo em conta que o Benfica atingirá o objectivo traçado (que passava pela passagem aos oitavos/quartos da Liga dos Campeões), creio que o clube encarnado deve agora fazer os possíveis para cumprir a sua meta no campeonato que passa por segurar o lugar no topo.»

John Wakefield

«Se vos dessem a escolher entre vencer o campeonato ou a Champions League, por qual das provas optariam? Muito provavelmente a Champions. Recuperar o troféu erguido por José Águas 50 anos depois da última conquista seria um feito a todos os níveis maravilhoso. Realisticamente tal é impossível, no entanto, sou dos que pensam que o Benfica deve meter as fichas na Champions League até porque, dada a conjuntura actual, não vejo o Benfica com tão boas hipóteses de voltar a encontrar um cenário tão favorável na maior prova europeia de clubes. Se eliminarmos o Zenit, teremos pela frente um de sete adversários possíveis. Dados os resultados da primeira mão dos oitavos-de-final, arriscaria dizer que provavelmente Barcelona, Real Madrid, AC Milan, Napoli, Lyon, Marseille e Basel seguirão em frente. Quantos destes é que verdadeiramente assustam? A meu ver, apenas os dois colossos espanhóis. O AC Milan não está ao nível do Milan de Ancelotti, o Lyon já não é o mesmo bicho-papão que ganhou o heptacampeonato em França, Napoli e Marseille não são globalmente melhores que nós nem têm experiência nestas andanças e o Basel... é o Basel, tendo conseguido resultados fabulosos com o United e com o Bayern, mas não deixa de ser o Basel, uma equipa ao nosso alcance. Estar nos quartos-de-final da Champions é uma raridade, vamos deixar escapar esta oportunidade que até nos pode trazer uma janela para as meias? Nunca. Não devemos negligenciar o campeonato de forma alguma, é para ganhar, mas desperdiçar uma oportunidade de ouro como a que temos actualmente seria uma lástima.»

JNF

Digam de vossa justiça.

7 comentários:

Anónimo disse...

Antes de Guimarães, com 5 pontos de avanço, até dava para apostar nas 2 provas.

Antes de Coimbra, com 2 pontos de avanço, apostava no campeonato.

Agora, com 3 de atraso, apostava tudo na Champions.

GNR

João disse...

Campeonato, campeonato, campeonato!!!

Deixem a Liga dos Campeões, não temos absolutamente nenhuma hipótese de a vencer. Lembremo-nos que os porcos venceram-na, no pior ano de toda a Champions, basta pensar qeu as meias-finais tinha Mónaco(?!?!), Corunha (?!?!?), porcos e Chelsea de Ranieri (?!?!), e ainda por cima nesse ano, os porcos eram treinados pelo melhor treinador do mundo, e não por um lunático teimoso que "acardita" no "grande" Emerson.....

Mas por causa de muita coisa, entre os quais, a ideia mirabolante do jj de que um dia há-de vencer a Champions, acabamos de perder o campeonato. Basta ver o que projectou para o jogo de Guimarães e da Académica....

Enfim, sinceramente não me parece que possamos arranjar uma dicotomia entre Campeonato e Champions, temos de deixar de nos iludirmos pela nossa grandeza (indiscutível enquanto clube, mas inverdadeira desportivamente, no presente).

Gustavo Neves disse...

Meus caros,

o Benfica, primeiro, tem de ter uma estrutura que o capacite a lutar pelo titulo, de forma consistente, todos os anos. Depois podemos pensar em competições europeias.

Não se lembram do que aconteceu no ano passado? As derrotas com os tripeiros anteciparam a época miserável que se avizinhava. Este ano o cenário é igual. Mas alguém tem esperança de chegar sequer a umas meias-finais da Champions com a equipa miserável que temos? Espero enganar-me, mas hoje vai pelo menos mais um para o estaleiro. A preparação fisica das equipas do Benfica é deficiente há muitas épocas. E novamente vem a questão: onde está o problema? Todos os preparadores fisicos do Benfica nos últimos largos anos são incompetentes ou há algo mais?

Enquanto a base, os alicerces, continuarem podres, não há nada a fazer. E continuaremos, como li aqui há alguns dias, a vencer, de 5 em 5 anos, um campeonato....por milagre.

joão bobe disse...

Champions!

Este artigo peca por tardio mas é interessante. Globalmente apoio a opinião JNF. Acho que o nosso campeonato não é assim tão forte que nos faça ter de escolher. Rodando bem a equipa muitos dos nossos 2ºs melhores jogadores dariam para ganhar a umas 12 equipas da liga portuguesa.

Temos de continuar a aumentar o nível na Liga dos Campeões.

John Billy #32 disse...

Só o Real e o Barça assustam?
Em Milão somos goleados e nem quero imaginar em Munique...
A nossa época acabou na passada sexta.

John Wakefield disse...

Agradeço desde já o convite que me foi endereçado pelo caro JNF! E estarei sempre disponível para participar neste tipo de discussões que interessam a qualquer adepto benfiquista!

Anónimo disse...

Dois pontos de vista de dois comentadores que aprecio.
Só agora li o post e não tenho ainda uma posição definida, até porque agora já existem dados novos: o Benfica está a 3 pontos do Porto e eliminou o Zenit.
Não sei em qual das duas provas o Benfica terá mais hipóteses. Em principio, e apesar de tudo, julgo que será no campeonato.
Mas, se me dessem a escolher sobre qual das provas gostaria que o Benfica ganhasse, e se apenas pudesse optar por uma das provas, podem crer que escolheria a Liga dos Campeões. Como é uma prova a eliminar, às vezes acontecem milagres!
MM