quinta-feira, 24 de maio de 2012

Diga 23


O Benfica sagrou-se campeão nacional de Basquetebol pela 23ª vez. Pela terceira ocasião em quatro épocas, a secção de basquetebol está de parabéns, dando continuidade a esta série extremamente positiva de resultados na modalidade, algo que não víamos desde os anos 90, mais precisamente quando, em 1995, o Benfica venceu o último título de uma série de dez ganhos em onze disputados. De todos os títulos ganhos pelo nosso basket, este foi sem dúvida o mais sofrido e sofrível de todos. E é por isso que tem um sabor tão especial. Porque esta época foi tudo menos fácil.

A começar pelo plantel. Não era longo, bem pelo contrário, e as lesões não ajudaram. Muitos jogadores parados, alguns dos quais elementos chave como o grande Sérgio Ramos ou Ben Reed, que foi misteriosamente dispensado, fizeram falta. Doliboa a jogar fisicamente condicionado. Norris perto dos 40 anos. Minhava com poucos minutos, inexplicavelmente. Betinho também passou por uma lesão. Enfim, fisicamente, foi um ano complicado.

Lisboa também não é, nunca foi, aliás, um treinador consensual. Como jogador foi o melhor de sempre a actuar em Portugal e, provavelmente, o português que esteve mais perto da NBA, mas enquanto treinador nunca foi visto com bons olhos na Luz por bastantes adeptos. Os escassos resultados obtidos, com a terrível eliminação contra o Ginásio nas meias-finais dos playoff de 2006, na Luz, depois de estar a ganhar por 2-0 na série, era um dos fantasmas. Ser bom jogaor não significa que se venha a ser bom treinador ou bom dirigente. Michael Jordan que o diga.

E as expectativas não eram as mais elevadas. O Porto acabara de ser campeão nacional, tinha uma estrutura consolidada, roubara um ano antes João Santos ao Benfica e nós tínhamos todas as dificuldades acima descritas. Com o decorrer do campeonato, apesar dos problemas físicos, percebeu-se que o Benfica ia para a luta. Sem as mesmas armas, mas ia para a luta. Foi de vitórias importantes contra o Porto e alguns deslizes inesperados (Sampaense, Lusitânia, Ovarense) que se fez o percurso. Chegados aos playoffs, a equipa entrou nos quartos vencendo a Académica por 3-1, seguindo-se depois uma série complicada, iniciada com uma derrota surpreendente ante a Lusitânia, em casa, mas deu a volta e venceu os 3 jogos seguintes. Enquanto o Porto carregava baterias para a final, fruto da desistência do CAB Madeira, o Benfica disputava as meias, desgastando-se com viagens sobre o Atlântico. E todos conhecemos a história da final: equipa com qualidade semelhante à do Porto, treinador contestado (até pela acumulação com o cargo de director geral das modalidades) e problemas físicos. Eu não estava particularmente confiante, bem pelo contrário. Mas estes rapazes surpreenderam-me. Então depois do que vi no Dragão Caixa, ontem, fiquei sem palavras. Em terreno hostil, ambiente pouco acima do insuportável, arrancaram uma vitória, "a" vitória, a ferros. Foram Benfica.

Foi uma vitória à Benfica. Em condições extremamente difíceis, no terreno do inimigo, sem o apoio dos nossos adeptos, sem o favoritismo, apenas com a águia ao peito. E a partir do próximo ano, com o escudo de volta também. Parabéns a todos os que estiveram envolvidos na conquista deste campeonato, um dos mais saborosos que já testemunhei.

P.S. Espero ver o Porto ser exemplarmente punido pelos lamentáveis acontecimentos ocorridos no final do jogo. Desligar a luz e ligar a rega é tacanhez. Agredir, incendiar e impedir a consagração dos vencedores pela coacção física é crime. E que os criminosos sejam tratados como tal. O Benfica, pela sua Direcção, não pode deixar passar o caso em claro. Devem ir até às últimas consequências.P.S. Espero ver o Porto ser exemplarmente punido pelos lamentáveis acontecimentos ocorridos no final do jogo. Desligar a luz e ligar a rega é tacanhez. Agredir, incendiar e impedir a consagração dos vencedores pela coacção física é crime. E que os criminosos sejam tratados como tal. O Benfica, pela sua Direcção, não pode deixar passar o caso em claro. Devem ir até às últimas consequências.

11 comentários:

nunomaf disse...

É isso JNF.

Haja coragem neste país para punir a corja de criminosos instigada pelo porco mor.

Benfica Campeão no antro da Corrupção!

BENFICA!!!!!

Hattori Hanzo disse...

Grande vitória. Foram enormes num ambiente assim.
Espero que o clube reaja ao que aconteceu ontem, embora as minhas esperanças em castigo sejam mínimas.

Anónimo disse...

Tenho de vir a terreiro para dizer que partilho do conteúdo deste post.
Aliás, era disto que eu estava à espera.
E devo reafirmar que é inqualificável que qualquer equipa tenha de jogar num clima hostil e intimidatório. Aliás, estas situações até não costumam acontecer muito no basquetebol, mas como se tratava de um Porto – Benfica, lá estavam os fanáticos, arruaceiros e delinquentes do costume. O termo “criminosos” é, de facto, o adequado. Uma coisa é apoiarmos a nossa equipa, outra, completamente diferente, é insultar, atemorizar, condicionar e até atacar a equipa (e/ou os adeptos) adversária(os).
Palas declarações do Presidente da Federação (que já lá anda há anos a mais), que entretanto tive já a oportunidade de ler, temo que não venham a ser aplicadas sanções ao Porto. A interdição do pavilhão era o mínimo que deveria ser feito. Mas, pelos vistos, a única preocupação de Mário Saldanha é “repensar o futuro e tentar arranjar uma solução que evite este tipo de problemas”. Meu caro, era muito simples: bastava penalizar fortemente os clubes e aplicar penas exemplares aos adeptos. Enquanto isso não for feito, não vamos lá.

MM

Manuel Mac disse...

Não foi este blog que ainda há uns dias disse que o Benfica tinha perdido os seus valores? Que não sabia se o Benfica se voltaria a erguer?

Mas o Benfica é só futebol? Mas o Benfica é o Vieira?

Esta vitória em pleno Dragão foi feita de quê? De uma equipa à Benfica! De uma equipa consciente dos valores desta instituição! E mais uma vez a calar os profetas da desgraça!

Que venha agora o hoquei e o futsal! Não apagam a má época futebolística, nem a mediana direcção de Vieira em muitos aspectos mas pelo menos calam esses profetas que quando as coisas correm mal vêem dizer que o Benfica já não conhece os seus valores!

O Benfica somos Nós, os adeptos!E enquanto Nós tivermos consciência dos nossos valores e do caminho a seguir, o Benfica será sempre o Benfica. Independentemente do presidente que o comanda!

De adeptos que proferem este tipo de frases: " Só não estou certo se poderei fazer de tudo, durante muito mais tempo", lamento mas não precisamos!

O verdadeiro benfiquista fará tudo até ao último fôlego! O "Desespero" é para os fracos!

rui gomes disse...

Para quem não conhece aqui fica a alegoria do pato:
Pergunta: numa luta de galos como é que se sabe quem é o alentejano?
Resposta: É o que aparece com um pato e o inscreve para lutar contra os galos.
Pergunta: Como é que se sabem quem é o Pinto da Costa?
Resposta: É o que aposta tudo no pato.
Pergunta: Como é que se sabe que a luta é em Portugal?
Resposta: O pato ganha.

Como é que vai acabar este caso?
Como o do apito dourado, como o dos insultos racistas ao Balotelli, etc.
E talvez com um pedido de desculpas da PSP.
O pato volta a ganhar. Querem apostar?

Gustavo Neves disse...

Grande vitória! É a garra, ambição e determinação que os jogadores do Benfica demonstraram ontem, em terreno hostil, que tem de contagiar os atletas das outras modalidades. Especialmente, as "princesas" do futebol.
Mas não concordo com o défice, ou até equivalência de qualidade com o maior adversário. Os lá de cima têm uma equipa muito fraquinha. É jogo fisico, e aposta no lançamento exterior. Nós temos jogadores melhores e, naturalmente, mais bem pagos. Tinhamos toda a obrigação de ganhar o titulo e conseguimos.
Agora vamos dar tudo no futsal e hóquei em patins, com o apoio dos sócios e adeptos nos pavilhões.

Mentiroso disse...

Vá lá... soltem uma palavra de apreço e reconhecimento a LFV pelo contundente ataque ao velho indigesto.

neoprodigy disse...

http://www.record.xl.pt/Modalidades/Basquetebol/interior.aspx?content_id=758537

olha-os a prepararem o terreno para ganhar o controlo da federação

Anónimo disse...

Parabéns pelo Título, ainda mais pelo significado que tem onde o ganharam.

Viva o Benfica

Live1904

JV disse...

Atenção que os insultos e provocações também podem e devem ser punidos, por isso eu vejo isto acabar tal como está, não se castiga FCP nem SLB.

Talvez um pequeno castigo monetário como é normal.

B Cool disse...

Apesar de como tu preferir o Henrique Vieira ao Carlos Lisboa como treinador, disse-o antes do play-off e mesmo depois do 1-1, que acreditava na equipa, embora confesse que a derrota no 4.º jogo me tenha colocado sérias dúvidas.

O problema no basquete é a renovação da equipa que tem que ser feita, evans, sérgio, diogo, évora, jordão, enfim temos muitos atletas bem acima dos 30 e senão começamos a pensar em renovar os talentos, vamos perder competitividade e perder o comboio novamente como aconteceu no fim da geração lisboa, guimarães, vieira, jacques, plowden, luis silva, da qual só restaram o pedro miguel e o seixas.

Saudação aos campeões, mas não podemos parar.