domingo, 24 de junho de 2012

Paulo Fernandes: continuar ou sair?

O Benfica sagrou-se campeão, venceu a Taça e a Supertaça, naquela que, em termos de resultados, foi uma época de ouro para o futsal benfiquista. O treinador principal, Paulo Fernandes, acaba contrato no final da presente temporada e a sua continuidade não é/era um dado assegurado. Quando questionado no flash interview sobre se continuaria como treinador encarnado para a época seguinte, Paulo Fernandes não soube afirmar se tal sucederia, deixando alguma incerteza quanto ao futuro. Já João Coutinho, vice-presidente para as modalidades, foi peremptório em afirmar que queria a continuidade do técnico campeão nacional, ainda que as declarações tenham sido proferidas no calor da festa.

Começo por dizer que não sou um fã de Paulo Fernandes. Não é de hoje a minha antipatia pelo treinador do Benfica. Já no Sporting não o achava um treinador à altura dos de Alvalade, quanto mais do Benfica. Mas a verdade é que, na primeira época, até à chegada do momento das decisões, Paulo Fernandes surpreendeu-me pela positiva. Contudo, não basta surpreender, é preciso ganhar. E a débâcle a que assistimos no ano passado, com as derrotas na Taça, campeonato e a pobre prestação na UFC, foi inadmissível. Parece ser apanágio das suas equipas deslumbrarem nas fases regulares, contra adversários mais fracos, mas falhar nos momentos decisivos. Em 10 anos como treinador principal de Sporting e Benfica, foi campeão por 3 vezes, algo insuficiente, a meu ver. Isto para não lembrar algumas más prestações com os verde-e-brancos, sendo inclusivamente suplantado pelo Belenenses de Alípio Matos em 2008 e 2009. Concluindo, por mim, Paulo Fernandes não veria o seu contrato renovado. Não é um grande treinador, não é um vencedor e tem falhas graves em alguns aspectos do jogo, sendo o 5x4 defensivo o mais gritante. Por isto, e porque o Benfica pode, a meu ver, aspirar a um melhor treinador, como Alípio Matos ou Jesús Candelas, Paulo Fernandes deveria sair.

No entanto, compreendo qualquer decisão que o Benfica venha a tomar, inclusivamente a renovação do contrato. Afinal de contas, o homem acabou de conquistar o triplete. Com uma sorte raras vezes vista, mas ganhou. Até pode ser banal, mas, no fim, os resultados é que ditam permanências e despedimentos.

Qualquer que seja a decisão final, poderá ser elogiada ou criticada uma vez que ambas as hipóteses têm prós e contras. Numa perspectiva de futuro, optaria por outro treinador, mais capaz. Não me parece que optar por outro treinador constitua um risco. Risco é continuar a apostar na sorte com Paulo Fernandes ao leme.

14 comentários:

PMM disse...

De facto a decisão é dificil mas creio que está tomada e por algumas coisas que sei (um colega treinador de futsal que este ano vai para o nosso /seu clube nas camadas jovens, por indicação de Paulo Fernandes) vai-se manter no clube. Atenção manter-se no clube não é ser treinador da equipa senior, percebem.
Concordo com a analise Paulo Fernandes nunca foi para mim um grande treinador, que na Lagartagem teve anos ridiculos em que nem á final chegou, nunca seria a minha opção. Mas reconheço o bom trabalho feito principalmente e nivel tactico. No ano passado na hora H falhou brutalmente, este ano de facto ganhou tudo mas diga-se com um plantel forte e a Lagartagem claramente mais fraca.
Por mim não continuava como treinador mas sim como uma especie de coordenador de todo o futsal do clube pois creio que tem qualidades para isso. Vamos ver o que acontece mas se for para ir buscar o Orlando Meu Deus ele que fique lá. A minha escolha seria o Tiago Polido.

P.S- Ao fim de 2 anos continuamos a ser uns anjinhos no 5x4, não sabemos defender, é incrivel que perdemos 2 jogos assim na ano passado (1 com 2 golos de vantagem a 55 segundos do fim) e este ano esteve a acontecer quase a mesma coisa aliás este problema vem de longe não é do Paulo Fernandes, pois o Andre Lima, Aranha era sempre a mesma coisa.

Luis disse...

O Alipio já lá esteve e ainda hoje anda aziado com isso...

Anónimo disse...

ANDRÉ LIMA!!

B Cool disse...

eu também não gosto do homem, mas estou rendido aos resultados. Depois duma primeira época miserável, péssima mesmo, teve uma época maravilhosa. pode acontecer que apenas se estivesse a adaptar e não conhecesse o desempenho dos jogadores no limite (a aposta no vitor hugo no jogo 4 foi uma decisão dele com impacto no resultado, podes dizer que é sorte, mas também poderá ser visto como mérito).
Não acho boa gestão manter um treinador quando perde e despedir quando ganha, por mim se ficar fazem bem, ganhou o crédito para mais uma época.

JNF disse...

Eu olho para a vitória deste ano e penso como é que foi possível sofrer tanto contra um Sporting tão desfalcado. Cardinal, Divanei e Marcelinho, os 3 melhores jogadores deles dos últimos anos, não estiveram nesta final, por motivos diferentes. E nós com um plantel luxuoso.

Mr. Shankly disse...

Penso o mesmo que o JNF. Com o plantel que tínhamos (mais o Ricardinho!) tínhamos que sofrer menos. Por outro lado, incrível a permeabilidade no 5-4.
Para mim, o melhor treinador português é o Orlando Duarte (embora seja um chorão).
Mas compreendo que se mantenha um treinador que acaba de ganhar o triplete. Imagino se o despacharmos e para o ano perdermos, o circo que vai ser.

Pedro disse...

Nunca foi treinador que me tenha caído no goto mas admito que gostei muito da sua postura ao longo destes 5 jogos do playoff final. Gostei da atitude e declarações. Gostei da forma como festejou e puxou pelo público. Gostei da defesa do grupo e das declarações. Gostei.

Por isso, por mim, tem o voto de confiança para mais uma época.

Não é sermos fracos no 5-4, eles, lagartos, é que são muito fortes!!!!

Mr. Shankly disse...

"Não é sermos fracos no 5-4, eles, lagartos, é que são muito fortes!!!!"

Tens razão, mérito a quem o tem. Aliás, é por isso que acho que o Orlando Duarte ficava bem no Benfica. Imagina esta equipa, mas sabendo defender e atacar em 5x4.

João disse...

o alipio matos deve ir para o sporting

JNF disse...

Tudo indica que o próxima treinador do Sporting seja o Nuno Dias.

John Wakefield disse...

Caro JNF, desta vez discordo - treinador que vence, não se mexe. E ele venceu tudo que havia para ganhar (o famoso triplete) e se estivéssemos na UEFA Futsal Cup, não sei iríamos lá...
Por isso, eu dou-lhe o benefício da dúvida!

JNF disse...

E no final da época passada, John? Em que ele perdeu tudo... que decisão terias tomado?

H disse...

contrato por mais uma época. fez por isso e o Benfica deve-lhe isso. As falhas no 5x4 certamente que lhe estão na cabeça e em conjunto com os jogadores a tendência será sempre para ficarem mais fortes.

jakim bolas disse...

Nada de sorte do Benfica por ter ganho o triplete.

Azar, sim, seria não ter ganho.