quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Fraquinho

Exibição cinzenta e tristonha do Benfica em Celtic Park. Frente a um Celtic bastante incapaz e ineficiente, o Benfica cedeu boa parte da iniciativa de jogo aos escoceses e acomodou-se ao resultado com o passar dos minutos, apesar de até ter disposto de mais e melhores ocasiões. O 0-0 acaba por ser justo e revelador do que se passou em campo: poucas ideias, poucas iniciativas e pouca intensidade de parte a parte. Se é verdade que este é o melhor resultado do Benfica na condição de visitante contra o Celtic, não é menos verdade que esta é também uma das equipas mais fracas que defrontámos de toda a história dos verde-e-brancos.

Jesus inventou e dentro das possibilidades nem correu nada mal. André Almeida no lugar que seria de Miguel Vítor, apesar de uma ou outra desconcentração e do muito espaço que deu para cruzamentos, foi uma agradável surpresa. Sereno, tranquilo no toque de bola, até tirou bons cruzamentos, rubricando uma exibição discreta mas cumpridora, ao contrário do que se passou do outro lado do terreno, onde Melgarejo foi feito gato-sapato pelos jogadores escoceses. Jardel também esteve em bom plano, o estilo de jogo do adversário favoreceu-o claramente, apesar de quando chamado ao corredor lateral para dobrar André Almeida ter falhado. Garay brilhou, esteve a grande nível. No meio-campo, Matic esteve demasiado macio, ele que até costuma abusar da agressividade no corpo a corpo, mas ainda assim, apesar de discreto, esteve bem, tal como Enzo, a seu lado, concentrado a defender e criativo a atacar, mostrando ser a opção mais válida do plantel para aquela posição. Daí para a frente... é melhor nem comentar. Salvio completamente desastrado, Aimar inexistente, Gaitán a jogar sozinho e Rodrigo sem se deslocar o suficiente do espaço dos centrais.

O Benfica soube gerir o jogo tranquilamente, não deixou o Celtic criar grandes ocasiões, esteve bastante tempo atrás da linha da bola mas sem grande sofrimento. Daquele Celtic parecia não vir perigo. E não veio, aplicando-se o mesmo ao Benfica. Apesar da quebra física nos minutos finais, o Benfica soube fechar linhas e baixar no terreno, mexendo na frente de ataque para refrescar jogadores na esperança que trouxessem mais energia ao ataque. Apesar de esforçados, Bruno César e Nolito não foram capazes de trazer algo de novo.

A questão que se coloca é se o resultado foi bom ou mau. E, sinceramente, só em Dezembro poderemos responder a essa dúvida. Empatar fora de casa coloca pressão num dos adversários na luta pelo segundo lugar, mas como vimos no passado, nomeadamente com o que aconteceu em Kobenhavn em 2006/2007, empatar com a equipa do pote 4 e mais fraca do grupo quando se podia ganhar o jogo pode não ser nem bom nem suficiente. Em Dezembro saberemos. Até lá resta ganhar aos rivais directos em casa e conseguir pontos em Moscovo. Deverá chegar. Mas...

9 comentários:

Ricardo Chaves disse...

Melgarejo gato sapato? Não vi esse jogo, deu em que canal?

hertz disse...

Lá está. Depois deste jogo não consigo considerar se este resultado foi bom ou mau. Por um lado pode-se considerar positivo pois o Benfica jogou fora e foi o seu 1º jogo sem 2 peças que eram fundamentais na equipa (Javi e Witsel) e ainda sem o Luisão e o Maxi. Por outro lado, fica o sabor amargo de não conseguir ganhar a uma equipa fraca e que estava totalmente ao alcance do Benfica.
Este jogo marca um "novo" Benfica e apesar de não ter sido uma exibição agradável até nem foi má de todo face a todas as circunstâncias. Também não deixa de ser positivo o Benfica, que costuma sofrer tantos golos, estar à 3 jogos consecutivos sem sofrer golos.
Acho que agora o Benfica irá melhorar de jogo para jogo à medida que os "substitutos" vão jogando e ganhando rotinas. Espero ver um Benfica muito melhor frente ao Barça.
Seguem-se agora 2 jogos fora para o campeonato e que não serão nada fáceis.
Força Benfica!

Anónimo disse...

Que SLB é este!? Não entendo nada do que se passa neste clube! E já nem falo da equipa principal...Hoje o jogo da equipa B foi deprimente...Jogar uma equipa B com 6 jogadores estrangeiros no 11 mais 1 suplente utilizado!!! E o principal problema não é serem estrangeiros, o problema é não acrescentarem nada à qualidade da equipa...O que está o Elvis a fazer neste plantel!? Mexe-se!? Será o Luciano T. melhor que o Paulo Teles que se foi embora!? Quem é o Devyverson? Jogava onde? No distrital!? Quem é o heroi desta contratação!? João Mário!? O João Mario que até nos juniores tinha dificuldade em jogar!? Do Sidnei nem falo!!! Correa,Mvom,Carole ainda dou beneficio da duvida embora me pareça que estejamos longe de ter craques aqui. Duarte Duarte (SEI QUE NÃO É ESTRANGEIRO) mas o que faz um jogador de 24 anos numa equipa B!?
Sei que a Equipa B ja fez bons jogos mas desculpem ser exigente! Podem e tem condições para fazer muito melhor. Querem fazer o favor de fazerem com que talentos como o João Cancelo, Cavaleiro, M. Rosa, joguem mais em equipa e com mais inteligencia...É critico ver tanta qualidade pensar e decidir tão mal...

JNF disse...

Melgarejo foi várias vezes ultrapassado no seu flanco pelos extremos do Celtic. Tenho pena que não tenhas conseguido ver isso.

Miguel disse...

Jogo horrível, a nível de uma liga de honra portuguesa.

O Benfica esteve, em geral, péssimo. Péssimo a nível do passe, recuperação de bola e atitude.

Os elogios a André Almeida para mim não fazem sentido, só esteve menos mal a nível defensivo porque o Celtic tem actualmente uma equipa muito má. Este jogador não tem nível absolutamente nenhum para a primeira equipa.

O que para mim resulta deste jogo:
- Má estruturação do plantel (defesas laterais e meio-campo)
- ataque previsível e desinspirado (o Gaitán continua a tirar-me do sério, apetece-me saltar para dentro do campo e dar-lhe uma bofetada!!)
- Falta do Luisão como alma da equipa (a culpa da atitude e do castigo é, não só do próprio, mas também dos constantes ataques ao árbitros por parte da estrutura)
- Laterais sem nível para a primeira equipa (embora o Melga possa ter potencial, o Almeida não!)
- 2 pontos perdidos que podem ser essenciais nas contas finais
- a jogar assim levamos 6 ou 7 do Barça

Celtic vs Benfica disse...

Quer o Melgarejo como o Andre Martins estiveram bem a nivel defensivo, o Andre Martins a atacar é que se continha mais.

Luís Cardoso disse...

Apesar do calculismo ser intrinseco ao futebol dos dias de hoje não consigo perceber como é que o SLB, com uma equipa recheada de valores ofensivos, com um treinador apologista do ataque, joga para não perder...

Dói ver o Benfica fazer um jogo tão "fraco"...empatar com uma das piores equipas da Champions é decepcionante.

Quanto a exibições concordo em grande parte, uma defesa certinha e um ataque ataque atrás da linha de meio campo...

Futebol tem de ser espetaculo, tem de ter emoção e golos....na minha opinião é preferivel enfrentar o risco de perder que ignorar as possibilidades de perder...

Se o adversário fosse o RM, Barça, Man Utd, entre mais alguns outros, poderia perceber...agora....com o Celtic??????? Equipa que na nossa Liga teria dificuldades em apurar-se para a Liga Europa...enfim....

John Wakefield disse...

JNF, eu também sou crítico das actuações de Melgarejo, mas em Glasgow, não tenho muito a apontar. Cumpriu! O mesmo digo de André Almeida, Jardel e Matic que estiveram minimamente bem.
Não nos podemos esquecer que perdemos recentemente Javi e Witsel, sem falar nas ausências de Luisão e Maxi.
Também o historial do Celtic, o apoio efusivo dos adeptos e as estatísticas dos confrontos anteriores, demonstram que este resultado foi positivo.
No ano passado, também empatamos em casa com o Basileia e poderíamos ter complicado a nossa situação, mas acabamos por conseguir passar!
Vamos acreditar, embora ache que o Benfica precise de reforços urgentes para equilibrar o plantel!

João.D10S disse...

O que mais me doeu nisto tudo foi a alegria manifestada pelos responsáveis do Benfica por este resultado... Ambição em nível mínimo...

http://benficacomamor.blogspot.pt/