sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Lapidar nº37

«Quando eu vejo manifestações, como na última assembleia do Benfica, insultos e críticas a Luís Filipe Vieira, o que digo é: porque não pagam eles os ordenados? Não querem que vendesse Javi por 20 milhões ou que o Witsel saísse pela cláusula de rescisão? Penso que Luís Filipe Vieira tem feito um trabalho fantástico no Benfica, treinador não é e como não é, não vejo que as responsabilidades directas no sucesso da equipa sejam do presidente. O que fez no Benfica parece-me digno de tanto respeito que não entendo determinado tipo de reacções, falta de respeito pela dignidade. E isso são coisas que me deixam triste»

José Mourinho

Em momentos como o que vivemos actualmente, quase todos os benfiquistas gostam de deixar expresso o que lhes vai na alma. Mourinho, por muito que goste de ocultar o seu benfiquismo, não foge à regra. Mas fala com desconhecimento da realidade e talvez ofuscado por uma máquina de propaganda pessoal que encandeia quase toda a gente.

Respondendo à questão dos ordenados e da contestação a Vieira, uso as palavras do Alfredo, um abutre ou garotão qualquer de Madrid. Não sei se estão bem a ver quem é, trata-se daquele amigo do Eusébio que é presidente honorário do Real, e que disse que "os adeptos é que pagam e têm sempre razão". Acho que explica bem o que penso do assunto. Mas Mourinho comete mais falhas no tema Benfica: ao que parece (até porque é assunto que ainda hoje não foi esclarecido e que permanece nas catacumbas dos negócios vieirescos obscuros) Mourinho tem a certeza de que Witsel saiu devido ao accionamento da cláusula de rescisão do belga, notícia contraposta pelas declarações dos dirigentes do Zenit e que não foram desmentidas pelo Benfica. E quando fala na questão do treinador, Mourinho espalha-se ao comprido, esquecendo-se que foi, ele próprio, vítima de um sistema iniciado com Damásio, que teve continuidade com Vale, perpetuado por Vilarinho e igualmente seguido por Vieira. Nos anos de "reinado" de Vieira, incluindo os de director desportivo, onde assumiu a pasta do futebol como "homem forte", nove treinadores diferentes passaram pelo banco da Luz. A larguíssima maioria sem sucesso, naturalmente. Diz Mourinho que a culpa não é de Vieira uma vez que não é ele que treina. Até poderia estar certo. Mas não está. Quando se pensa que se identifica o problema e se vão arranjando múltiplas soluções que falham sucessivamente, se calhar o problema foi mal identificado. Se calhar não era ali que estava o mal. É que desde que saíram do Benfica, Koeman, Santos e Quique já ganharam campeonatos, apuraram selecções medíocres para o "mata-mata" de grandes provas internacionais e conquistaram provas europeias. Isto para não falar no inefável Jesualdo, que conseguiu passar de besta na Luz a tribestial no Dragão. Será que o problema está mesmo nos treinadores?

13 comentários:

JOSE LIMA disse...

O Mourinho já está a preparar a reforma dourada.
Quer vir descansar para a instituição como o Rui Costa

redglory disse...

Aqui fica a justificação da defesa do Mou ao LFV:
http://i.imgur.com/1Wleh.jpg

hertz disse...

Gostava mesmo que o Mourinho fosse benfiquista, mas ele não o é. O próprio disse há tempos numa entrevista que admirava muito o Eusébio mas não era benfiquista pois se o fosse não teria problema nenhum em revela-lo.

NM disse...

Ao ler as palavras do Mourinho pensei: prontos estás lixado alguns que aqui te "adoram" (benfiquistas) vão-te comer vivo. Certamente que o Barça hoje ganhou mais alguns adeptos. Se por acaso disse-se que Vieira era um mau presidente e que tinha posto o Benfica de rastos hoje seria elevado a DEUS também aqui.
É assim hoje o novo Benfiquismo: Dizes mal do Presidente és um grande Benfiquista integro e correcto, dizes Bem do Vieira, és um estupido, ignorante, Vieirista, Cego , ou queres um tacho. Acho que o Mourinho deve querer um tacho só pode ser. Se calhar o lugar do Jesus no fim da epoca pois saindo do Madrid deve ter muita dificuldade em arranjar clube.
"...É que desde que saíram do Benfica, Koeman, Santos e Quique já ganharam campeonatos, apuraram selecções medíocres para o "mata-mata" de grandes provas internacionais e conquistaram provas europeias. Isto para não falar no inefável Jesualdo, que conseguiu passar de besta na Luz a tribestial no Dragão. Será que o problema está mesmo nos treinadores?..." É lá, então não é o JNF que acha o Jesus um treinador de Merda, que devia ser imediatamente despedido pois o Benfica pelas suas sabias palavras é a pior equipa do Mundo a defender. Não percebo, o problema é ou não dos treinadores? Se calhar não é dos treinadores mas no caso do Jesus que até já foi campeão é. Só pode.

Manoel Barbosa disse...

Óptimo post.
--------
José Mourinho-treinador fora dos estádios, cedo aprendeu a não dar. Mas sim a receber. Se não imediatamente, no tempo combinado...
Neste período pré-eleitoral, essa declaração pró-Vieira é um mix de múltiplos e "coloridos" ressabiamentos tugas, desde o SLBenfica ao FCPorto (o special one não precisa mas Freud explicaria) e um favor eleitoralista-a-pedido.
(Certos bastidores de alguns clubes e seus dirigentes conectados com empresários "dão á luz" também desconexas e irreais porque previamente redigidas/combinadas declarações como essa).
Sintoma de que afinal, o sistema vieirista não está tranquilo nestas eleições e necessita de mais uma duplamente distante figura mediática para tentar anestesiar os sócios e simpatizantes via servil A Bola.



71460_5/8 disse...

“O meu conhecimento hoje do Benfica é maior que há três anos e pelo que conheço do clube, pelo trabalho que tem vindo a ser feito, e pelos novos projectos que vão ser apresentados apoio a recandidatura de Luís Filipe Vieira”, disse Varandas Fernandes. Quem será que fala com desconhecimento da realidade?

Red Eagle disse...

"Pinto da Costa é o FC Porto"

Quando recebi o convite para escrever umas palavras e com elas participar nesta merecida homenagem ao Senhor Pinto da Costa, senti-me lisonjeado e, passada a surpresa e após refletir, senti-me também orgulhoso por ter tido participação direta em dois desses 30 anos de presidência que agora se celebram.

É, todavia, difícil para mim escrever algo sobre o Senhor Pinto da Costa, escrever algo que já não tenha sido dito ou escrito por algum dos que tiveram o privilégio de com ele trabalhar diretamente. Este Senhor, pelos seus inúmeros e incríveis talentos, poderia ter sido com sucesso aquilo que quisesse. Decidiu ser presidente de um clube de futebol, o clube do seu coração e, nesse papel, foi escrevendo uma história da qual não se conhece ainda o fim, mas que é uma história fantástica, a história do Grande Presidente da História do Futebol Português.

Enquanto treinador do FC Porto, um dos momentos marcantes que ali vivi foi a inauguração do novo estádio, um estádio que, como sempre pensei, deveria levar o seu nome, mas que acabou por se chamar Estádio do Dragão. Na altura discordei, discordei silenciosamente, como assim era exigido pelas minhas funções e também porque - como nunca escondi - não nasci portista e nunca carreguei comigo esta proteção.

Anos mais tarde e na sequência das reflexões que faço sobre a minha carreira e tudo aquilo que a rodeia, cheguei à conclusão de que, afinal, o nome do estádio era perfeito. Estádio do Dragão! E porquê? Porque Pinto da Costa é o Dragão! Pinto da Costa é a mística. Pinto da Costa é a alma. Pinto da Costa é o estratega. Pinto da Costa é o Futebol Clube do Porto. E que me desculpem aqueles que discordarem, mas quando Pinto da Costa disser que se acabou, o FC Porto não mais será o mesmo.

Na semana que se seguiu à final da Taça UEFA, estava eu de saída, estava Deco de saída. Chamou-me e sentou-se comigo. Perguntou-me se não sentia que poderia ganhar a Champions... Como sempre, acertou na "mouche". Tocou-me no orgulho. "Míster, prometo que só vendemos um jogador e que não será o Deco. Prometo que lhe daremos outro em sua substituição e que será o míster a escolher." "OK, Presidente! Vendemos o Postiga e vamos buscar o McCarthy."

O Homem sabia que eu não poderia virar as costas a um desafio e tocou-me na ferida. Fiquei mais um ano. O Homem tinha razão, podíamos ganhar a Champions. Agradeço-lhe por esse poder de persuasão, pela inteligência com que o usou, algo apenas possível nos eleitos. É que tal como há um grupo de eleitos entre os jogadores, entre treinadores, também há um grupo de eleitos entre dirigentes. E aqui, Pinto da Costa ocupa seguramente, a nível mundial, uma posição no topo.

Há muito tempo que não tinha a oportunidade de enviar um abraço de amizade, sentido, a todos os portistas e de lhes dizer que os anos passam, mas que jamais me esquecerei daquilo que vivemos e conquistámos juntos. Está dado e está dito.

Quanto ao Presidente - aquele abraço de Parabéns!
José Mourinho



TODOS EMPURRAM O VIEIRA PRA PRESIDENTE DO BENFICA, PRINCIPALMENTE OS ADVERSARIOS

Anónimo disse...

Votem LFV em massa.
O PORTO continuará a agradecer. E a ganhar.

moleculasdeamor disse...

Amizades improváveis... encomendas bem embrulhadas... aquilo que a o povo gosta... um até sempre!

carlos disse...

Mourinho não é amigo do clube. É amiguinho de LV Vieira: http://panorama-c.blogspot.pt/2012/10/eleicoes-no-benfica-parte-ii.html

Anónimo disse...

Quando alguém fala bem do slb ou é porque quer tacho ou porque tem interesses envolvidos vindos do norte. Só rir com vocês... já nem sabem o que dizer que já descem ao ridículo.

JF

Fake Blood disse...

"não vejo que as responsabilidades directas no sucesso da equipa sejam do presidente"

HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHA

Agora é ler isto:

http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/artigo/2011/01/26/_ganhar_o_campeonato_no_fc_porto.html

JNF disse...

NM,

És assim todos os dias ou é só aos sábados? Não consegues perceber que há culpas repartidas? É assim tão difícil? E é assim tão complicado ver que a equipa defende mal e porcamente? É assim tão complicado perceber que enquanto o Porto prepara as épocas o Benfica anda, para citar o presidente "demasiado tempo em festa"? Acorda.

71,

"Varanda abaixo", para citar o trainmaniac.

JF,

em momento algum disse que Mourinho queria tacho ou tinha interesses. Mas obrigado por comentares o post.