terça-feira, 7 de outubro de 2008

Outra vez?

Apetece perguntar se o Benfica vai viver muitos momentos de "Dr. Jekyll e Mr. Hyde" até ao final da época. Depois de grandes jogos contra Porto, Sporting e Nápoles, o Benfica do treme-treme voltou. Tal como Quique disse, e bem, a equipa não foi capaz de fazer quatro passes seguidos. Apesar de a defesa ter estado bem, o meio-campo não soube segurar o jogo, e aí perdemos (ou empatámos) a partida.

O Leixões tinha a estratégia bem estudada: meter a bola no Wesley (grande jogador, tem claramente lugar numa equipa de topo portuguesa), e correr muito. Sem bola, era "distribuir fruta" por todo o campo. Reyes levou, Nuno Gomes levou, Cardozo levou, Di Maria levou, enfim, foi um fartote de pancadaria como é costume nas equipas do Zé Mota, tudo com a habitual conivência do primo do Quim Barreiros.

Como disse, o Benfica foi fraco. Fraco não só no aspecto da qualidade do futebol praticado, mas fraco também na mentalidade. Após o golo, que, já agora, surge de uma clara infracção do jogador leixonense que Olegário Benquerença não viu (ou melhor, não quis ver), o Benfica encostou-se ao marcador e foi defender até ao fim. Quim ainda nos safou uma mão cheia de vezes, mas não pôde fazer nada no lance de golo onde a sua visão está tapada pelos vários jogadores que estavam na área.



Fica a sensação de que este Benfica pode, deve e sabe jogar mais e melhor futebol. Se é uma questão de tempo, não sei, provavelmente, mas é continuar a apoiar Quique e seus pares neste trabalho. Eu tenho fé neles.

Ficha de jogo

Liga Sagres - 5ª jornada
Estádio do Mar, Matosinhos
Árbitro: Olegário Benquerença (AF Leiria)
Assistência: Cerca de 8 000 espectadores

Leixões SC

Beto; Vasco Fernades (Paulo Tavares, 83 min), Nuno Silva, Élvis e Laranjeiro (Zé Manuel, 57 min); Bruno China (cap.), Hugo Morais e Roberto Sousa; Wesley, Braga e Marques (Diogo Valente, 68 min)
Suplentes não utilizados: Berger, Sandro, Joel e Castanheira
Treinador: José Mota

SL Benfica

Quim; Miguel Vítor, Luisão, Sidnei e Jorge Ribeiro; Yebda, Katsouranis, Carlos Martins (Rúben Amorim, 66 min) e Reyes (Di Maria, 8 min); Nuno Gomes (cap.) (Bynia, 83 min) e Cardozo
Suplentes não utilizados: Moreira, Léo, Urreta e Makukula
Treinador: Quique Flores

Disciplina: Cartão amarelo a Bruno China (70 min); Katsouranis (59 min) e Quim (86 min)

Marcador: 0-1 por Cardozo (32 min) e 1-1 por Wesley (88 min)

Melhor em campo: Quim (SL Benfica)

3 comentários:

Anónimo disse...

Continuar a apoiar sempre! e não é por perdermos dois pontos que nos desviamos do bom caminho...

Quanto ao lance do golo, o Olegário viu, simplesmente não quis marcar.

Anónimo disse...

http://glorieuxbenfica.blogspot.com/2008/10/benfica-min-par-lintrieur.html

neste blog aparece cada un ?!

Glorioso disse...

Ppl, por favor visitem e ajudem a divulgar o nosso novo blog:


http://futebolcorruptodoporto.blogspot.com/

Obrigado e saudações gloriosas!