terça-feira, 4 de agosto de 2009

Grandes Erros no Benfica dos Últimos 25 Anos (II)

Continuando este série de 3 posts, eis mais um ror de disparates cometidos no Sport Lisboa e Benfica. Uns mais visíveis e importantes que outros, é certo, mas não deixam de ser erros. Mais 5:

10º Grande Erro - Ingratidão para com Jorge de Brito

Jorge de Brito foi um dos presidentes da negra década de 90. Só isso quase o atira para o grupo dos miseráveis. Aliás, muitos benfiquistas pensam assim, infelizmente. Depois de encontrar um clube financeiramente de "calças na mão", Jorge de Brito, entre muitas outras coisas, investiu dinheiro próprio no clube, perdendo avultadas poupanças de uma vida de trabalho. Querem melhor prova de benfiquismo? E o papel que teve ao impedir as saídas de Rui Costa, Izaías e João Pinto para o Sporting no Verão Quente de 93? A memória não pode ser curta, caros benfiquistas. Há que preservar a verdade dos factos, nomeadamente quando se fala do Sr. Jorge de Brito.

9º Grande Erro - Dispensa de João Vieira Pinto

Após 8 épocas de enorme dedicação e empenho pelo Sport Lisboa e Benfica, após ter recusado contratos milionários vindos de Espanha (Barcelona e Deportivo Coruña), após ter assinado o famoso contrato vitalício na Era Damásio, em Janeiro de 1997, João Pinto era pura e simplesmente dispensado por João Vale e Azevedo com o apoio de Juup Heynckes, em vésperas do Campeonato da Europa de 2000, onde faria aquele que foi recentemente considerado o melhor golo de cabeça da história dos Europeus. Gerou-se uma enorme onda de protesto e descontentamento em torno de Vale (como puderam ver no post do Vídeo do Mês) e o Benfica fez a sua pior época de sempre: 6º lugar.

8º Grande Erro - Deco

Ainda hoje nos perguntamos como foi possível. Eu que nunca gostei particularmente do Deco, aliás, acho-o um bluff, devo admitir que encaixava perfeitamente naquele plantel de coxos do final dos anos 90. Greame Souness e Vale e Azevedo não pensavam da mesma maneira, e Deco não foi aceite no SLB, rumando a outras paragens.

7º Grande Erro - Não-venda de Mantorras

Se hoje soubessemos o que sabemos e se pudessemos voltar atrás, pelo bem do jogador, pelo bem do Benfica, e pelo bem do futebol, Mantorras deveria ter sido vendido ao Barcelona quando a proposta foi apresentada. Vieira exigiu uns exorbitantes 18 milhões (de contos!!!), mas o Barça não entrou, obviamente com o dinheiro. Foi pena. Perdeu-se um jogador bem melhor que, por exemplo, Eto'o.

6º Grande Erro - Olivedesportos

Ainda hoje não consigo compreender. O Benfica tem sido lesado pela impresa Oliveira durante anos e anos, e eis que o Jaquim do charuto se senta sempre ao lado de LFV. Quando o contrato acabar, o que vai acontecer? É já em 2012, não é? Será o Benfica ressarcido de tanto prejuízo?

11 comentários:

Anónimo disse...

mantorras melhor que eto ?

LOLada

Mr. Shankly disse...

Vieira exigiu 18 milhões? Os 18 milhões eram a cláusula de rescisão. Acham mesmo que ele recusava isso? São 90 milhões de euros! Isso é invenção dos andrades, que como de costume gostam de deturpar o que se diz para deixar os outros ficar mal.

Miguel Domingues disse...

Assim que puder, vá ao eail do blogue. Obrigado.

JNF disse...

Mantorras, sem lesoes, poderia ter alcançado o nivel de eto'o, perfeitamente, ou ate mais. Eu nao me esqueço.

Agora fiquei na duvida:

1 - Vieira pediu 18 milhoes de contos ou euros?

2 - Vieira pediu alguma coisa ou fui eu que sonhei?

Hattori Hanzo disse...

Vieira falou em 18 milhões de contos, sim. Não sei se seria melhor que Eto'o, mas que sem a lesão seria um dos principais avançados a jogar a Europa não tenho dúvidas disso. Seria por exemplo claramente superior que esteve o ano passado no Benfica e tinha sido considerado um dos melhores estrangeiros a jogar em Itália.

Mr. Shankly disse...

JNF, acho que sonhaste. Provavelmente disse que só saía pela cláusula. Daí até pedir os 90 milhões de euros vai uma grande distância :)

Bruno Venâncio disse...

http://www.youtube.com/watch?v=2zMUPWlVAaI

Não sei se já viram este vídeo, mas diz tudo sobre o que é o FC Porto. Que nojo.

VeRMeLHoVZKy disse...

Jorge de Brito foi um enorme Benfiquista, mas não foi um grande presidente.

Um presidente tem que saber gerir e tem que encontrar soluções. E a verdade é que foi com ele que chegamos ao verão quente em que Paulo Sousa e Pacheco vão para Alvalade e Isaias, JVPinto e Rui Costa quase os seguem.

A responsabilidade não é só dele, mas sim de todos os que durante anos fomentaram uma estratégia errada que culminou na grande crise.

O que se assistiu na Luz, foi uma bolha que foi sustentada com o dinheiro que alguns injectavam (como Jorge de Brito ou o então dono da FNAC do ar-condicionado). Mas quanto mais se metia, mais se gastava... e um dia o dinheiro não chegou e a bolha explodiu.

Tivemos grandes jogadores nos anos 80 e principios dos anos 90, mas quem dirigia o Benfica, não teve visão de futuro. Entrou numa guerra fraticida com os CORRUPTOS quando devia ter seguido uma estratégia própria de crescimento baseada nos seus valores e nos seus ideais.

O dinheiro que ele investiu no Benfica foi sempre em situações de aperto ou de loucura. Foi sempre para ir buscar vedetas ou para pagar os salários que estavam em atraso.

Como dizes isso demonstra paixão, mas não razão. Um líder, um grande gestor teria procurado criar fontes de receita que levassem o clube a patamares mais alto.

Como já o disse... Jorge de Brito é daqueles benfiquistas por quem tenho uma grande admiração. Dezenas de anos de sócio e de sofrimento pelo nosso clube. Sempre disponível, sempre lutador.

Mas não o admiro (nem a ele, nem ao seu antecessor João Santos) como presidente. O seu trabalho não foi positivo e ajudou o Benfica a entrar na sua fase mais negra.

Mr. Shankly disse...

"Jorge de Brito foi um enorme Benfiquista, mas não foi um grande presidente. "

Bom resumo.

Pedro disse...

18 milhões era a clausula de rescisão.

Deco nunca foi do SLB. Vale e Azevedo quis ficar com ele mas o enviado do SLB para o negociar ao Brasil quis comer uma grande fatia do negócio trazendo uma "proposta" de 3 vezes mais o valor acordado...

Atreides disse...

Deco não foi do SLB?! Não o era quando esteve no Alverca?

João Pinto... Na altura, o que se viu foi apoio ao Vale e Azevedo, que "o JVP não jogava nada"! Lá está, a pressão dos adeptos, que não sabem NADA do valor de um jogador! E isso está actual, basta ouvir o que dizem os adeptos mais velhos do Aimar (da época passada)!