segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Se fosse LF Vieira era um labrego, mas...



isto é a elite.

20 comentários:

Éter disse...

Isto é melhor que todos os tesourinhos deprimentes dos Gato Fedorento juntos.

NM disse...

http://www.youtube.com/watch?v=EnEubvovpMU

JNF , publica este TB sff

FSilva disse...

é uma barrigada de riso num vídeo só. o bettencourt e o dias deviam formar uma dupla humoristica...

wallpapersbenfica disse...

a elite também tem as suas recaídas.... ultimamente a percentagem das mesmas tem aumentado exponencialmente!

sigmund disse...

Os viscondes falidos no seu melhor. O cantor de serviço foi o primeiro comentador desportivo a palitar os dentes em directo na tv, mas o avô cantigas das maracas está a mostrar-se um labrego à altura. Não tarda, veremos o "team manager" a comer tremoços numa conferência de imprensa.

Anónimo disse...

A minha alma está parva com o que vi.
Á falta de futebol á que dar aos adeptos uma dose de pimbisse com outra de actividade circense.
Lindo

Anónimo disse...

1. JNF, ja recebi o cachecol. Deves estar a receber o teu.

2. Epá...a cantoria está patética. Não consigo deixar de ter pena de os ver naquelas figuras. É aquele sentimento que temos qdo vemos alguem a fazer figura de parvo, ficamos um bocado embaraçados com a vergonha do outro. Desculpem lá mas tenho pena. Aliás, chateia-me ver o "sborting" tão em baixo, se fosse o fêqêpê...por mim caia o estádio, desciam às distritais, todos os sócios tinham gripe A, sifilis, sarampo, diarreia, papeira, pneumonia, tuberculose, etc, ao mesmo tempo. Ja os lags...coitados...Não é a mesma coisa ganhar um campeonato sem os ter em segundo lugar. Sporting em 6º ou 7º lugar? Não! O segundo lugar é o lugar deles na história. Ajudemos o Sporting a chegar ao segundo lugar. Se for preciso, emprestemos jogadores e o R Costa q dê uma formação ao Sá Pinto.

Abraço

Anónimo disse...

Realmente...nem o hino sabem...são mesmo diferentes

Maria disse...

Não me ria tanto, desde as conferências de imprensa da trituradora de pastilha elástica, a falar de tuneles e de equipas imbativeles!!!!

chefe disse...

A pessoa mais normal não aparece no palco...

JNF disse...

Já faltou mais, Sigmund. Eu já vi o Eduardo Barroso a comer travesseiros em directo no Prolongamento, da TVI24

John Wakefield disse...

lol---- que cena... ahaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhh

cuidado com os ataques terroristas no palco.

Vitor disse...

São uns acéfalos !

Jotas disse...

o Trio Odemira no seu melhor.

Bruno Venâncio disse...

Off-topic: Só para que fiques a saber, amanhã em O JOGO vai sair uma peça sobre os emprestados do Benfica, e foi aqui ao teu blog que recorri para saber quantos e quais os jogadores que estão emprestados pelo Benfica. Só uma correcção: apresentas 32 nomes, mas são 26. Yu Dabao, Halliche e Pedro Eugénio já não são do Benfica. O Elkesson, temos realmente uma parte do seu passe e já ouvi dizer que é bom jogador. Quanto a Andrés Diaz e Walter Moraes, por total impossibilidade de saber dados sobre eles e inclusive o seu paradeiro, foram omitidos na referida peça.

JNF disse...

Assim sendo, amanhã, será a 2ª vez na minha vida que comprarei o jornal O Jogo ;)

Bruno Venâncio disse...

O blog não é referido na peça, óbvio, mas pronto, é só para que fique aqui expresso que foi neste blog que pesquisei para escrever a peça.

Sobre o jornal O JOGO (e isto é para todos os que lêem este blog, não só para ti, claro: não sei, sinceramente, porque continuam as bocas e a aversão doentia ao jornal. Caso não saibam, o jornal é constituído por 2 edições: a do Porto, completamente afecta ao clube da mesma cidade, e a de Lisboa, feita em Lisboa e que raramente faz uma capa do Porto. É absolutamente imparcial, transparente e tem muito mais qualidade que o Record (muito pouco profissional em algumas situações: denota cada vez menos credibilidade) ou a palhaçada em que se tornou A BOLA (ao nível de um 24 Horas). Vejam as últimas edições de O JOGO nos últimos meses. As grandes entrevistas que lá se fizeram ao Cardozo, ao Fábio Coentrão, ainda anteontem ao Ramires, aliás comparem a entrevista de O JOGO ao Ramires com a de Saviola a A BOLA e digam-me qual a que tem mais qualidade. Já enjoa essa aversão ao jornal O JOGO. Digo-vos mais: na secção Benfica (falo com conhecimento de causa) trabalham profissionais do mais sério que existe, que cumprem o seu trabalho com todo o profissionalismo e integridade (e aqui para nós que ninguém nos ouve, todos benfiquistas). Portanto façamos distinções entre a edição Porto e a de Lisboa, que são muito diferentes. Na minha opinião, e na de outras pessoas e até camaradas bloggers com quem tenho falado disto, a edição de Lisboa de O JOGO é porventura o melhor jornal desportivo em Portugal. Eu lia O JOGO entre os 8 e os 12 anos, por aí. Depois mudei para o Record. Agora, desde que estou a trabalhar na redacção do jornal, comecei a estar mais atento às diferenças entre os 3 e percebi claramente que a percepção que as pessoas têm de fora é completamente errada. Eu pensava como todos vocês, mas só digo isto: a edição de Lisboa nada tem a ver com a do Porto. Percebo as reservas por causa do dono da empresa do jornal, isso percebo. Mas objectivamente, parece-me correcto dizer que a edição de Lisboa do jornal O JOGO é provavelmente o melhor jornal desportivo em Portugal. Desculpa o testamento.

JNF disse...

Bruno,

não é aversão. É um hábito familiar. Na minha família, desde pequeno, que li, apenas aos sábados e noutras raras ocasiões, A Bola. O meu pai sempre comprou esse jornal. Quando não há, não compro outro. Odeio o Record. É idiota e sensacionalista, além de falso. Quanto ao O Jogo, comprei-o salvo erro, na véspera da estreia de Portugal no Euro-2004 e são vários os motivos que me levaram a nunca mais comprar: para além da falta de tempo para ler um jornal desportivo, O Jogo está (ou pelo menos na altura, estava) a anos-luz d' A Bola e até mesmo do Record em termos gráficos. Tudo a preto-e-branco, textos demasiado extensos com conteúdo supérfluo, poucas "caixas" ou daquelas notícias curtas nas barras laterais, enfim. Há 5 anos, agora não sei, amanhã verei. Além disso, sempre gostei muito da organização d'Abola: geral, 3 grandes, 1ª Divisão, 2ª, futebol internacional, outras modalidades, colunistas, outras crónicas. Sou muito organizado e o jornal assenta nessa minha organização pessoal.

Além disso, as capas também vendem. Eu não me esqueço daquela "Líder com golo falso" quando o David Luiz marcou ao Braga e passada uma semana um silêncio total sobre o offside do Hulk em Braga. Não gosto, ou melhor, odeio o nojento do Coroado. Não gosto do dono do jornal. Isso não implica que todo o jornal seja mau (não é certamente). Leio na net alguns artigos do Benfica, nomeadamente de um jornalista chamado Sérgio cujo apelido é muito esquisito, e são bem escritos, sem facciosismo.

Aproveito e acrescento o seguinte: o site do Record era o melhor há uns meses a esta parte. Agora, A Bola tem o melhor site de longe dos 3. O que espera o Jornal O Jogo para mudar as coisas. O site é pavoroso. Difícil navegação, pouco atractivo. Isso também vende.

E claro que não estava à espera de que o blog fosse mencionado. Aliás, terias de pedir licença primeiro :))). Somos muito importantes. E famosos.

Bruno Venâncio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Belos viscondes estes ridículos!