sábado, 19 de junho de 2010

Leiloando Di Maria

Di Maria vai sair do Benfica, penso que todos já nos apercebemos da situação. É praticamente tão certo quanto Simão ter saído para o Liverpool em 2005. Ou para o Valência em 2006. Bom, se calhar o exemplo não foi o mais feliz, mas parece óbvio que o actual camisola "20" quer e vai jogar noutro lado.

Chegou ao Benfica catalogado de estrela devido a um bom Mundial sub-20, onde apesar de não ter sido titular contribuiu com golos e assistências muito importantes. Rapidamente impressionou num excelente jogo na Madeira, frente ao Nacional, mas a sua inconstância, característica que o acompanhou até à época passada, não permitiu uma total e unânime afirmação no universo encarnado. Continuava a surpreender e a espalhar magia a espaços, algumas vezes fora do Benfica, na selecção argentina, marcando o golo da vitória da sua selecção nos Jogos Olímpicos, mas tão depressa estava em campo como no banco encarnado.

Até que Jesus apareceu... e o salvou. E não foi só a ele, Coentrão que o diga. Uma época inteira a titular onde se viu de tudo. Para mim, se houve um jogador a destacar nesta temporada, foi precisamente Di Maria, exacto, o mesmo que tantas vezes critiquei. O seu futebol, a sua objectividade em campo, evoluíram consideravelmente. Está um senhor jogador. Claro que lhe faltam limar algumas arestas, nomeadamente o pé direito ou a finalização, que ainda não são de um jogador de top. Mas tem tempo. E com um treinador competente, poderá chegar muito longe. Quem disse que a Bola de Ouro era impossível?

Por isso estou preocupado com o futuro de Di Maria. Sinceramente. Gostava muito que, ao sair do Benfica, soubesse escolher para onde deve ir. E naturalmente há certos clubes onde a sua afirmação como um jogador de top será muito mais difícil do que noutros. Para quê escolher o Manchester City? Só pelo dinheiro? É triste mas é verdade. Di Maria podia, e deveria, jogar em Espanha, no Real ou no Barça, ou mesmo em Inglaterra, mas no United ou no Chelsea. Penso que nenhuma outra equipa poderá dar a Di Maria aquilo que lhe está destinado.

No entanto há outra questão que vai de encontro aos interesses do Benfica: o dinheiro. Provavelmente seria muito mais fácil enganar os tolos dos citizens e leva-los a pagar os 40 milhões. O novo-riquismo tem destas coisas. "Quanto querem? 40 M? A gente paga!" Simples. Quem se recorda dos obscenos 20 M que Paulo Ferreira, jogador medianíssimo, custou ao Chelsea? Já nos outros clubes, as coisas são mais complicadas. É preciso saber negociar. E por muito que nos custe, temos de admitir que nesse campo estamos atrás do Porto. Enquanto vendemos Simão por 18 milhões de euros, 7 M abaixo da cláusula, o Porto conseguiu enganar o Lyon, o Real, o Dínamo de Moscovo, o Chelsea e o Inter com Lisandro, Pepe, Costinha, Paulo Ferreira e Quaresma, respectivamente. E é neste aspecto que Vieira tem de se mostrar inflexível: ou pagam, ou vão procurar outro, não somos as rebajas do El Corte Inglês. E se com Simão, Vieira cometeu um erro grave, espero que o mesmo não suceda com Di Maria. Pelo menos, assustadoramente, os passos são iguais: prometeu que saía pelo valor da cláusula e hoje as notícias não são essas. Esperemos para ver.

11 comentários:

Anónimo disse...

só discordo duma coisa. o porto não enganou o lyon com o lisandro. de resto está tudo certo.
saudações benfiquistas

JVG disse...

LFV disse que apenas um jogador poderia sair abaixo da cláusula contractual (supostamente Cardozo, pelo elevado valor de 60 milhões).
Há que aguardar até se concretizar alguma saída. Depois veremos quais os valores.
Enquanto isso não acontecer, tudo é pura especulação.
Saudações.

JNF disse...

Lisandro não custa 24 milhões. Na minha opinião. E disse que o negócio de Di Maria não envolvia jogadores.

GeracaoBenfica disse...

JNF, não envolve?

http://geracaobenfica.blogspot.com/2010/06/formacao-benfica-ou-real-madrid.html

Atenta e comenta como tão bem e respeitosamente fazes, pf

Passaralho disse...

O porto não enganou o Lyon, porque encheram-se os dois presidentes.
Melhor, o presidente do Lyon não foi enganado pelo bufolas, porque são da mesma corja e combinam-se bem.

Tanto é que o Lisandro tinha uma cláusula de 20M e foi vendido por 24.
Já o xixoco foi outra maravilha! :)

Espero sinceramente que o Presidente LFV não faça mais um negócio à Simão... Dando-se ainda ao luxo de pagar quanto o Real Madrid pedir pelos putos.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

JNF disse...

Geração,

eu não disse que o negócio não envolvia jogadores. Quem o disse foi Vieira! E sobre o valor da palavra do presidente, lembro-me sempre da saída do Simão.

GeracaoBenfica disse...

É mais do que obvio q o negocio envolve jogadores... e muitos.

Enfim... isto no dia q sabemos q afinal o Ruben Lima e o Rosa vao voltar para a Vitalis

Manuel Oliveira disse...

JNF, não entendi a afirmação, "Di Maria vai sair do Benfica, penso que todos já nos apercebemos da situação. É praticamente tão certo quanto Simão ter saído para o Liverpool em 2005. Ou para o Valência em 2006."
Porque dizes que é certo que vai sair e Simão não saíu para nenhum desses dois! Pormenor à parte, também concordo que LFV ainda precisa de aprender a negociar!

JS disse...

35 milhões de euros pelo Di Maria na fase em que vivemos e sem o Benfica ter jogado na Champions, não é nada mau negociado.

Basta dizer que acima dos 30M€ bate o recorde de uma transferência de um clube português.

Também não queiramos ser gananciosos.

E o Cardozo por 25/30M€ já devia estar vendido (minha opinião). :p

PS: Essa do valor da clausula de rescisão... é óbvio que o LFV não ia dizer que por 30M ou 35M€ vendia, não era? Disse em relação ao Cardozo porque é óbvio que ele não vale 60M€.

JNF disse...

Manuel,

todos os benfiquistas acham que Di Maria vai sair. E todos, ou pelo menos quase todos, achavam que o Simão também ia sair nessas duas situações. A minha questão no fundo é: e se Di Maria não saísse?!

Manuel Oliveira disse...

JNF, há alguns dias atrás ainda tive essa esperança, mas agora já não tenho, até porque o Di Maria quer ir para o Real e por isso seria difícil mantê-lo com cabeça para render como nesta época ou mais.