sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Bolas paradas defensivas nas últimas 6 épocas

Nos últimos dias houve umas discussões nas caixas de comentários à cerca dos golos sofridos pelo Benfica em lances de bola parada. Dizia eu que, com Jesus, sofremos demasiados golos em lances deste género, diziam outros comentadores que não. E a pedido de um deles, que passo a citar, "Diga-me nos últimos 10 anos, um em que sofremos menos golos de canto e livres laterais que com Jesus" resolvi fazer isso mesmo, não com as estatísticas dos últimos dez anos mas dos últimos seis, de Trapattoni a Jesus. Contabilizei todos os golos sofridos pelo Benfica em lances de bola parada excepto lançamentos de linha lateral e penalties, tendo ainda tomado nota do número de jogos oficiais de cada treinador, entre parêntesis, e à frente a média (obviamente que o menor valor corresponde a melhor eficácia). Aqui fica, espero que não tenha erros:

Jorge Jesus: (63) 0,26

Leiria (f)

Braga (f)

Olhanense (f)

Olhanense (f)

Porto (f)

Rio Ave (c)

V. Guimarães (c)

AEK (f)

Bate Borisov (f)

Marselha (f)

Liverpool (c)

Liverpool (f)

Porto (n)

Académica (c)

Nacional (f)

Nacional (f)


Quique Flores: (44) 0,25

Rio Ave (f)

Paços de Ferreira (f)

Paços de Ferreira (f)

Paços de Ferreira (f)

Leixões (f)

V. Setúbal (c)

Sporting (f)

Académica (c)

Marítimo (c)

Trofense (c)

Trofense (c)


Santos/Camacho/Chalana: (50) 0,14

Paços Ferreira (f)

Académica (f)

V. Guimarães (f)

Académica (c)

E. Amadora (f)

V. Setúbal (f)

AC Milan (f)


Fernando Santos: (47) 0,19

E. Amadora (c)

Braga (f)

Paços Ferreira (c)

Porto (c)

Leiria (c)

Varzim (f)

Áustria Viena (f)

Manchester United (f)

Manchester United (f)


Ronald Koeman: (49) 0,20

Gil Vicente (c)

Sporting (f)

Braga (f)

E. Amadora (f)

Marítimo (c)

Nacional (f)

Leixões (f)

V. Guimarães (c)

Manchester United (f)

Manchester United (f)


Giovanni Trapattoni: (49) 0,29

Beira-Mar (f)

Beira-Mar (f)

Nacional (c)

Rio Ave (c)

Moreirense (f)

Marítimo (c)

Boavista (c)

Sporting (c)

Oliveirense (c)

Anderlecht (f)

Heerenveen (c)

CSKA (f)

CSKA (c)

Estugarda (f)


Dúvidas? Penso que desta forma se pode acabar com este mito da intocabilidade de Jesus (que é humano), sendo ainda de notar que, com o actual treinador, o Benfica tem ainda menos lances destes perto da área, logo a percentagem de sucesso deve ser ainda menor. Por isso, meus caros, da próxima vez que vieram para aqui argumentar, façam-no, mas façam-no de forma sustentada. Obrigado.

9 comentários:

Anónimo disse...

5 breves ideias:

1- JNF, compreendo o teu ponto de vista mas seria interessante colocares também a média de golos marcados pelo Benfica com Jorge Jesus e depois comparar com os restantes treinadores.

2 - O Jorge Jesus não é intocável, não é um dos melhores treinadores do mundo, mas é, sem dúvida, um bom treinador e ainda por cima é portugues, logo tem maior conhecimento sobre as restantes equipas nacionais.

3- É verdade que o Benfica deste ano está a deixar algo a desejar. Mas parece que já se esqueceram das arbitragens ridiculas que não nos permitem estar pelo menos, a 3 pts do Porto?

4- Eu tenho 22 anos, comecei a ligar ao futebol a partir mais ou menos do ano de 1995. e desde aí, nunca vi um Benfica esmagador como o de Jesus (refiro-me obviamente À época passada). Jogamos muito com o Camacho e com o Fernando Santos, mas o Jorge Jesus ainda conseguiu ultrapassa-los. Falta-lhe sim um pouco mais de pragmatismo ( aí podia aprender com o Trapattoni)

5- Este Benfica também não esteve bem no mercado. Gaitán vai ser craque mas daqui até lá, necessita de adaptar-se. Carlos Martins é muito irregular. é capaz do melhor e do pior.

JNF disse...

1 - Não é disso que estamos a falar: estávamos a falar, especificamente da qualidade defensiva nas bolas paradas. Eu dizia que deixava muito a desejar, outros diziam que estava tudo bem. É disso que estamos a falar.

2, 3, 4, 5 - Nada a apontar, concordo com tudo, aliás, já exprimi esses pontos todos aqui no blog, e o segundo será reforçado hoje.

Éter disse...

O Jesus pode ser um treinador brilhante em 327 aspectos do jogo mas nas bolas paradas defensivas não. Eu nunca tinha visto uma equipa acantonar-se dentro da área quando o livre é quase a meio-campo. É tão simples quanto isto.

Anónimo disse...

"O Paradoxo"... Expliquem-me como é possível que Quique Flores tenha começado tão bem com o Benfica (até ao Natal) e depois caiu a pique? Expliquem-me como é possível que JJ tenha feito uma época tão boa e depois caiu a pique? No Benfica existem contradições inexplicáveis... Motivação, pressão, boicote, bruxaria, o quê afinal?

Carlos Alberto disse...

Que saudades que eu tenho daquela época de ouro: Santos/Camacho/Chalana: (50) 0,14, LOL

Por aqui se prova que a estatística é a ciência da manipulação da realidade.

JNF disse...

É verdade, as estatísticas são a ciência da manipulação da realidade. Especialmente para os que não as sabem interpretar. Aqui não se diz que essa foi a melhor época, simplesmente se afirma que foi a que sofremos menor percentagem de golos em lances de bola parada por joga. Nem sequer se diz que defende melhor ou pior. Aprendam a ler sff.

Pedro disse...

Interessante que quem tem maior média de golos sofridos em bola paradas foi quem conseguiu ser campeão...
:)

Tiago disse...

bom trabalho de pesquisa! ao contrário de MST e Fui Moreira que falam só de garganta, os benfiquistas gostam de ver factos. e não há volta a dar. O Benfica sofre demasiados golos de bola parada com JJ. Está na hora de JJ mudar qualquer coisa nesse aspecto.

JNF disse...

É verdade, Pedro, mas essa leitura está enviesada: dos 14 golos sofridos por Trap, só 7 é que foram para a Liga, e dos 16 de Jesus, 9 foram para a Liga. Temos de entrar com esses factores em jogo.