quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Segurar Jesus a todo o custo

Pinto da Costa voltou a elogiar Jorge Jesus, treinador do Benfica, dizendo que a actual classificação e pontuação do campeão nacional na Liga se deve principalmente ao seu treinador e que sem ele as coisas estariam bem piores. Em grande parte, é verdade. O Benfica vem de 9 vitórias em 10 jogos naquela que é a melhor série da época, um feito surpreendente tendo em conta a má planificação da temporada e os vários desequilíbrios no plantel. E Jesus está a conseguir resultados. Pinto da Costa sabe-o, e sabe também que sem as encomendas contra a Académica e Guimarães o Benfica estaria bem mais perto do primeiro lugar, mordendo os calcanhares ao actual líder (sem contar com as grandes arbitragens dos jogos do FCP, algo habitual no futebol português).

Pinto da Costa estará a cumprir os últimos anos de mandato. Perto dos 73 anos já não deverá dirigir os destinos do dragão por muito mais tempo. Seis anos, talvez. É uma possibilidade. E como tal estará disposto a fazer tudo para cumprir os seus últimos desejos. E qual será o maior desses desejos? Ter Jorge Jesus como treinador do FC Porto. Porquê? Vários motivos: primeiro e mais importante de todos, é o melhor treinador em Portugal e o segundo melhor português da actualidade; segundo, porque é um amigo pessoal de longa data do presidente portista; terceiro e igualmente importantíssimo, Pinto da Costa quer dar uma facada gigantesca no Benfica ao roubar-lhe o treinador que, por momentos, teletransportou equipa e adeptos de volta às épocas gloriosas. E este último ponto é talvez o mais importante de todos, já que pode significar que hoje, entre Benfica e Porto, as pessoas escolhem o Porto. Isto não nos pode acontecer.

O Porto vai bem lançado (e bem empurrado) para se sagrar campeão nacional. Então e se o Porto comandado por André Villas-Boas conseguir mesmo ganhar o título, como poderá Pinto da Costa assegurar os serviços de Jorge Jesus? Fácil, despede AVB. Não tem problema nenhum. O ciclo de vida de um treinador do Porto, mesmo sendo campeão, costuma ser curto. Carlos Alberto Silva, Bobby Robson, António Oliveira, José Mourinho e Co Adriaanse, são os melhores exemplos disso mesmo, todos foram campeões pelos dragões, a maioria bicampeões até, e todos acabaram por sair após terem ganho o campeonato. Despedir André Villas-Boas não seria problema.

E o Benfica? Até final desta época muita coisa ainda vai ocorrer. É objectivo do Porto desgastar cada vez mais a imagem de Jesus junto dos adeptos e direcção encarnada e para isso preparem-se para mais arbitragens encomendadas. Finda a época, logo se verá em que lugar e a quantos pontos do título ficará o Benfica. Se os resultados forem significativamente maus, Luís Filipe Vieira poderá mesmo, face à pressão dos sócios, despedir Jesus. Não, esperem, ele não precisa da pressão de ninguém, simplesmente despede treinadores num piscar de olhos, especialmente se tiver de salvar a sua imagem junto do eleitorado. "Mas Vieira e Jesus sempre foram e são grandes amigos!", há-de dizer, muito bem, alguém. Pois são, mas Vieira também era amicíssimo de Fernando Santos e de José Antonio Camacho e hoje parece que nem se falam. E eis-nos chegados à tal situação. Com Jesus no desemprego, Pinto da Costa despede o treinador campeão e contrata o seu "sonho de menino", provavelmente o último, e dá uma enorme machadada no Benfica e no benfiquismo. E todos sabemos as qualidades de Jesus, que implementado num sistema forte conseguirá aquilo que quer.

Para onde se volta Vieira? No mercado internacional há sempre muitos nomes disponíveis e com a ambição de treinar o Benfica. Desde os melhores, como Trapattoni, aos piores, como Quique ou Koeman, personagens que, uma pela falta de compreensão do futebol português e outra pela ambição única de se projectar a si mesmo e não ao clube, não singraram. Com o risco que é o mercado internacional, se calhar o melhor é mesmo apostar no mercado nacional. E em quem? Que treinador português é que ainda não passou pelo Benfica, tem a ambição e capacidade para treinar o nosso clube e pode de facto rivalizar com o Porto? Nem Humberto Coelho, nem Manuel José, nem Manuel Cajuda, nem Manuel Machado nem nenhum outro Manuel. Sobra um nome. Alguém novo, se calhar demasiado novo para merecer a confiança de um colosso europeu e que acabou de ser campeão pelo FC Porto: André Villas-Boas. Seria uma espécie de contra-machadada no Porto.

Isto tudo não acontece se algo for assegurado: a continuidade de Jesus no Benfica. É isso que Luís Filipe Vieira, Rui Costa e restantes elementos da direcção do clube têm de fazer a todo o custo, segurar o treinador. Porque se ele sair, imagino para onde irá e receio que o "novo ciclo" no futebol português fique irremediavelmente adiado por mais uns bons anos. Rebuscado? Sim. Possível? Também. Provável? A meu ver, bastante. Ou então é melhor ir dormir porque já estou a fazer filmes.

Ou não.

P.S. Não sei se estão recordados, mas há já uns tempos levantei o véu sobre este assunto na caixa de comentários deste post. As possibilidades de AVB ser, hipoteticamente, treinador do Benfica num futuro próximo não me parecem assim tão fracas.

17 comentários:

Anónimo disse...

Kafka!...sim andas a ler muito Kafka! :-D

Carlos Alberto disse...

Essas azevias têm demasiado alcool... ehehehe

Feliz Natal.

JNF disse...

Cá está, álcool e Kafka. Sempre se deram bem um com o outro.

Feliz Natal a todos (mas amanhã também há post sobre isso)

Berrante De Encarnado disse...

Grande filme, mas gostei da teoria, apesar de esperar que nunca venha a acontecer. Jesus sempre!


Feliz Natal e Boas Festas para todos do EternoBenfica.

Saúde e felicidade.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Temos um inimigo que nos odeia de morte - Pinto da Costa. Este execrável, desonesto e aldrabão (onde já ouvi isto?) quer mais o prejuízo do Benfica à glória do FCP! É doente mental, obstinado, frenético no ataque ao glorioso! A força do seu ódio só é comparável à paixão que nós benfiquistas nutrimos pelo "todo poderoso" Benfica! Já tem 73 anos e, ou as viagras, ou as brasileiras, ou um misto das duas vão acabar com ele... ("já foi visto várias vezes aqui (no Sto. António) com princípios de enfarte!" FONTE SEGURA). Quem virá depois? Oliveira?...

O GLORIOSO disse...

Bem caro JNF de facto imaginação não lhe falta.
Vamos por partes:
Em 1º lugar fico contente que defenda Jesus depois de muitas criticas que aqui li. É verdade está na sintonia que aqui referi mais de uma vez, que Jesus é para mim o melhor treinador em Portugal e que é essencial que fique muitos anos no clube. Para mim ficava até ao fim da carreira já o disse varias vezes e principalmente disse-o nas derrotas.
Depois o Corruto-mor obviamente não é parvo nenhum e sabe bem o que é Jesus por isso levou em ano e meio 2 negas do proprio mesmo acenando com tudo o que tinha o que o tem levado quase ao desespero pois perder 2 vezes treinadores para o Glorioso deve ser para ele de morte. Por isso mais do que querer levar JJ para a corrupção não vai descansar em vê-lo fora do Glorioso pois isso será o seguro que voltará a ganhar facilmente. Assim estes elogios que como disse Jesus são o "dividir para reinar".
Concordo que está nas mãos do presidente e Rui Costa segurar Jesus também já o referi. Mas nos nomes que referiu sinceramente mesmo cometendo erros lembro-me que não havia praticamente benfiquista que não queria ver pelas costas o Engº, o Koeman e mesmo na 2ª vez Camacho e mesmo Trapattoni a maioria não chorou a sua partida. Não era preciso ser "ironico" com a amizade com os treinadores do Presidente Vieira para o atingir. Aliás até é de relevar que não olhou a amizades para tomar decisões, boas ou más isso é outra conversa. Tem graça que só se fala das amizades do Presidente com alguns treinadores para o atingir, pois outros lá de cima são muitos amigos e também são enviados porta fora mas isso já são visões brilhantes de estrategia. É o mesmo que Vieira vier amanhã a elogiar o Informático era certamente um pré-despedimento, era uma grande critica, era o empurrar porta fora o Jesus, como é o Corrupto é fina ironia, é uma visão fantástica de atacar o rival. O costume.
Depois essa de pôr o Informático na Catedral, caro é uma fantasia, ou pesadelo? Só dá para rir, ainda mais sendo quem é. Um mero informático de Mourinho (como sempre a verdadeira história da sua saída da equipa do Special One foi abafada. Aí se fosse para outro clube...) mesmo saindo nunca iria para o Glorioso porque o Corrupto-Mor nunca permetiria. Certamente arranjava-lhe um clubeco que ele pudesse brincar ao FM nessa Europa.
E por fim tinha graça receber um ex-treinador Corrupto. Como se sabe eles quando saem da Corrupção têm exito planetário em todo lado (é obvio com a exepção de Mourinho), são treinadores magnificos com trabalhos incriveis, não é verdade? Basta ver as carreiras do Carlos Alberto Silva, do Oliveirinha, do proprio Engº, do Octávio, do Quinito, até do pseudo-Rei Artur, do Adrianse e então o mestre Ferreira tem sido fantástico.

A todos Boas Festas e um Santo Natal e sempre Viva o BENFICA.

Anónimo disse...

1º Deixem para la a presidencia dos outros clubes para eles tratarem. Tanto falam do odio deles por nos, mas parece-me que o sentimento é mutuo. Por isso nao vejo moral em nenhum dos lados para falar, e nem interessa quem começou.

2º nunca o AVB vinha para o slb nem o fcp o manda embora por capricho. Mais facil seria facilitar-lhe a vida para a sua saida para o estrangeiro. Eles, ao contario da nossa direcção, dormem muito pouco a tratar destes assuntos.

3º digo-vos o mesmo que dizia aos meus amigos portistas no ano passado qunado eles diziam que eram roubados: "joguem à bola. temos obrigaçaõ de ganha a navais, academicas e etc por 2/3 golos de vantagem sem estar à espera de penalties."

4º bom natal!

JNF disse...

O GLORIOSO,

"Em 1º lugar fico contente que defenda Jesus depois de muitas criticas que aqui li."

Ainda bem que diz isto. Sabe porquê? Porque ficou bem patente que não conseguiu perceber nada do que aqui foi dito desde Agosto. Criticar não significa atacar. Critiquei e continuarei a criticar as teimosias de Jesus: jogar com apenas um médio de características defensivas nos jogos fora contra grandes equipas e defender em zona e em profundidade as bolas paradas. Não tem dado resultado e como não tenho palas nos olhos nem estou amordaçado vou continuar a dizê-lo sempre que se justificar. Agora, vir aqui dizer que não defendi Jesus deve ser para rir. Ora veja lá:

Sim, obviamente sim, taxativamente sim, categoricamente sim. Jesus é o treinador certo para o Benfica, provavelmente o mais competente que por cá passou nos últimos 18 anos, excepção feita àquele velhote italiano que os adeptos não apreciavam muito.

Mais, se me dissessem que, do actual Benfica, tinha de escolher um membro apenas para iniciar a próxima época, Jesus apareceria à frente de qualquer outro nome, fosse quem fosse, Vieira, Rui Costa, Cardozo, Luisão, Coentrão, etc.

Será Jesus parte do problema? Manuel José, Paulo Autuori, Graeme Souness, Jupp Heynckes, José Mourinho, Toni, Jesualdo Ferreira, José Antonio Camacho, Giovanni Trapattoni, Ronald Koeman, Fernando Santos, Fernando Chalana e Quique Flores também foram. Por isso é que foram corridos a pontapé ou tentaram correr com eles. O problema é a falta de mentalidade. Com esta mentalidade perdedora, nem com Guardiola de manhã e Ferguson à tarde o Benfica ganhava.

Não deturpe factos. Sempre defendi Jesus, sempre disse que era o elemento mais importante, mas isso não faz com que seja cego ao ponto de não apontar os erros.

Quanto às amizades e fins de amizade de Vieira, onde é que eu menti? Hã? Em parte nenhuma? Pois, bem me parecia. Adiante.

PdC elogiou Jesus e Vieira não pode elogiar AVB? Claro que não pode, claro que seria comido vivo. E porquê? Porque está a 8 pontos. Ou acha que se isto tivesse ocorrido no ano passado, as coisas seriam diferentes?

Pois, o "informático". Imagino que se Mourinho tivesse começado a carreira dele no Porto também seria conhecido por "tradutor". AVB é bom treinador, ponto final. É diferente de Jesualdo, Quinito, Artur Jorge e outras bestas. Mas também não é Mourinho, claro.

Bom Natal.

Pedro disse...

A sua teoria está bem montada e bem argumentada, caro JNF, embora com alguns lapsos. Por exemplo, o Mourinho e o Robson sairam do Porto depois de terem sido campeões para irem, respectivamente, para o Chelsea e para o Barcelona, e não porque o PC os tenha mandado embora. E o único dos que nomeia que saíu ao fim de apenas uma época foi o Adriaanse, e também por iniciativa própria - parece que amuou porque os gajos não tinham guita para lhe dar o avançado que ele queria, o Huntelaar, salvo erro.

Quanto ao fulcro da questão: é evidente que o PC, que pode ser o que nós sabemos mas percebe de bola, é um grande admirador do Jesus e gostaria de o ter tido no Porto. Mas agora que descobriu o Vilas Boas deve ter desistido da ideia. A nós resta-nos é não sermos precipitados e mantermos o Jesus, isso sim. E também nos faria bem deixarmos de estar sempre a pensar no PC e no Porto. Isso é o que eles querem.

JNF disse...

Pedro,

eu não disse que Mourinho ou Robson foram despedidos. O que está escrito no post é isto: "O ciclo de vida de um treinador do Porto, mesmo sendo campeão, costuma ser curto. Carlos Alberto Silva, Bobby Robson, António Oliveira, José Mourinho e Co Adriaanse, são os melhores exemplos disso mesmo, todos foram campeões pelos dragões, a maioria bicampeões até, e todos acabaram por sair após terem ganho o campeonato."

"Saíram" não é o mesmo que serem despedidos. E o Adriaanse queria o Hesselink.

Anónimo disse...

Parece-me uma teoria muito rebuscada!
A.M.

O GLORIOSO disse...

Caro JNF em primeiro lugar espero que tenha tido uma noite de Natal optima como a todos os Benfiquistas.
Acho quem não percebeu bem o meu comentário foi o carissimo.
Li aqui criticas ferozes a Jesus: "Será que o Jesus não conhece a tática do simplesmente-controlar-o-jogo-trocando-a-bola-no-meio-campo-adversário-obrigando-os-outros-a-correr-atrás-dela?
Será que durante a semana não se treina posse de bola? Então e que tal treinar a posse de bola durante o jogo, quando se está a ganhar confortavelmente? Em vez de se andar em correrias patéticas a atacar e a defender (mal) potenciando lesões e desgaste absolutamente desnecessários, podiam ganhar consistência de jogo e rigor de passe (ai Aimar, Aimar) durante o próprio jogo"; "QUE VENHA O "FMI"...JJ,VIEIRA E COMPANHIA RUA"; " Cair 2 vezes no mesmo erro é ser burro a dobrar!". Isto é uma amostra mas repito fico muito feliz por defender o nosso Jesus pois tenho mais que legitimidade para escrever sempre o defendi e principalmente nas derrotas e pela grande admiração que tenho por ele.
Depois nunca referi que mentiu nas amizades do presidente com varios tecnicos. " Aliás até é de relevar que não olhou a amizades para tomar decisões". Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Não olhou a amizades para decidir independentemente de bem ou mal.
Ataca-se o presidente por tudo e por nada, ou porque faz isto e aquilo, ou porque não faz, enfim quando se quer falar mal tudo serve.
Finalmente o tal "Informático" que parece começar a ter uma legião de fãns. Se o acha um fantástico treinador é lá consigo. De facto é facil ser-se treinador do clube Corrupto basta saber um pouco de futebol para ganhar pois o Sistema faz o resto. Acho que até bem trabalhado o Luis Campos ganharia nesse clube. Assim é facil ser-se um grande treinador, repito basta ver a carreira de quase todos os treinadores fora da Corrupção. O engraçado é que ao contrario de Mourinho quando foi adjunto de Robson e Van Gaaal, o Informático nunca passou disso mesmo, um informático que compilava no computador os treinos, esquemas, observações, etc, que a equipa tecnica de Mourinho fazia. Por isso obteve muita informação não há duvida mas nunca trabalhou no campo com Mourinho (tente descobrir uma foto com ele a trabalhar num treino). Aliás é muito estranho que Special One nunca se refira a ele, apenas que "no futebol nada me surpreende" e recentemente até aponte Rui Faria como seu legitimo sucessor. Se calhar o melhor treinador do Mundo tem inveja de um puto com 1 ano nestas andanças, deve ser isso.
Mas uma vez Boas Festas e viva o BENFICA.

P.S- "PdC elogiou Jesus e Vieira não pode elogiar AVB? Claro que não pode, claro que seria comido vivo. E porquê? Porque está a 8 pontos". Imagine que em Março passado o Presidente Vieira com o Glorioso com 11 pontos de avanço do clube Corrupto elogiava o sr. Ferreira dizendo que a sorte dos corruptos era terem um grande treinador, muito inteligente, ainda mais sendo seu amigo. Faço ideia o que se aqui diria, se calhar era qualificado como ironia, ou como sempre pedia-se a demissão?

Vermelhusco disse...

Treinadores para competir com o Porto: Manuel Fernandes.

Tao simples quanto isso. E tou-me borrifando para que seja lagarto. O Jesus tambem e.

JNF disse...

Começo pelo PS: era de génio que Vieira mandasse essa farpada.

Sabe, eu tenho um problema grave. Sou coerente. Sabe bem que dessas afirmações e considerações sobre Jesus NENHUMA é da minha autoria. N-E-N-H-U-M-A. São opiniões tão válidas quanto as minhas, apesar de não concordar com nenhuma delas.

Quanto ao AVB tenho o mesmo problema de coerência. Também disse que AVB era um bom treinador logo no início da sua chegada a Coimbra. Azar o meu, acertei. Ao contrário de uns benfiquistas, jogador ou treinador "x" não passa de "muito bom" a "besta" por assinar pelo FC Porto. Lá está, coerência.

JNF disse...

Vermelhusco,

Manuel Fernandes é uma espécie de Camacho do futebol português, mas com ainda menos conhecimento táctico. É bom a motivar gente, mas no trabalho de campo está muito longe do que aquilo que o Benfica precisa.

Bom Natal a ambos.

O GLORIOSO disse...

JNF para acabar pois as posições são bem claras. Se não escreveu o que referi melhor para si mas não retira nada do que disse sobre as criticas e Jesus e um pouco o seu linchamento. Repito a defesa de Jesus é essencial e o post é muito bem feito nesse aspecto.
Quanto ao Villas Boas tem a sua opinião tudo, eu tenho outra bem diferente suportada no passado daquela casa Corrupta onde apenas Mourinho teve exito fora desse clube, os outros foram o que se viu.
E por falar em Mourinho essa do "Ao contrário de uns benfiquistas, jogador ou treinador "x" não passa de "muito bom" a "besta" por assinar pelo FC Porto" é para quem? Quem me conheçe sabe que sempre vi em Mourinho um treinador especial, que cheguei a apostar que ganharia a Uefa quando lhe calhou a Lazio, que tive muita pena de o ver partir, que sempre admirei como grande goleador Rui Águas mesmo com aquela corrupta camisola, que cheguei a falar de um erro tremendo no Deco ainda no Salgueiros, que sempre achei o cebola podre um jogador banalissimo que fez uma epoca boa num plantel para o fraco não me custando nem um pouco a casa corrupta para onde foi (é tão bom que parece vai ser dispensado).
Boas Festas a todos.

PB disse...

Tacticamente Jesus é dos melhores treinadores de toda a historia do Benfica. Da historia recente então, nem tem paralelo.

Deixa-lo sair p o Porto é habilitarmo-nos a ve-lo ser feliz onde tanto quer (na champions. não no porto)