sábado, 12 de março de 2011

Campeões na Luz? Nunca!

Agora que a ameaça "Benfica" está devidamente controlada, o Porto, além de querer sagrar-se campeão invicto, igualando o record do Benfica de 72/73 comandado por Jimmy Hagan, quer vencer o campeonato e "fazer a festa" na Luz, aquando do Benfica x Porto da 25ª jornada. Para tal, não depende de si próprio. O Porto só poderá sagrar-se campeão na Luz se ganhar cá e o Benfica tiver perdido pontos com o Portimonense em casa ou com o Paços fora. Escusado será dizer que, a haver um objectivo nosso neste campeonato, esse objectivo é impedir o Porto de fazer a festa na Luz. E dar-lhes a recepção que merecem, a todos os níveis.

5 comentários:

Berrante De Encarnado disse...

Saviola, Aimar e os outros, se Deus quiser, vão por si só dar-lhes a pior das recepções e a que mais eles merecem.

BENFICA SEMPRE!!

Cumprimentos

Anónimo disse...

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=251970

Anónimo disse...

(PENAJ) Se estava lá o Villas Boas claro que foi ele que deu o toque aos SD a dizer que o alvo estava no restaurante X (aliás deve ter sido mesmo o Shis!)...este animais não param!

DMC disse...

Caro JNF, vinha aqui ver se já havia alguma referência, mas um anónimo adiantou-se.
Não tenho nada contra o Porto clube. Tem uma história bonita e bons profissionais que respeito. Tem também uma cambada de filhos da p.. que deveriam ser erradicados.
Da mesma maneira que odiei saber o dia em que uns elementos da claque no name boys agrediu violentamente um pai e filho de adeptos do Belenenses depois de um jogo entre respectivas equipas (que nem me importa o resultado) chega disto.

Chega de bolas de golfe, chega de isqueiros, chega de ameaças, chega.

Eu adoro o jogo. Adoro o Benfica. Mas mais importante do que isto são as pessoas. A minha paixão por isto teve um travão, tinha eu uns 10 anos, quando o Benfica perdeu um jogo qualquer importante e eu fiquei a chorar e triste por ir para a escola e ter de aturar os meus colegas. Até que no caminho da escola se fez luz. Eles ganham dinheiro para isto. É uma profissão. Se ganharem tudo bem, se perderem fico lixado mas não é fim do mundo.

Pois bem, não posso aplicar esta máxima neste caso. Portanto está na hora de parar. Eu quero uma liga inglesa em Portugal e desculpem-me mas isso é possível. Senão fechem-se estádios. Não me importa se é o da Luz por causa de um parvo que ataca um árbitro, se é dos trambelos de Vildemoinhos. Prefiro ficar triste por não ter aquela emoção e ver o Hugo Almeida marcar um livre do outro mundo e parecer um treino sem a festa que merecia durante dois anos, do que aturar estes ataques um dia que seja.
Eu neste ponto não sou do benfica, sporting, porto ou de Portugal. Sou das pessoas. Chega.
E de caminho, chega de corrupção.
cumps
DMC

p.s. Para mim é ridículo mencionar isto, mas como também há uns parvos com falta de neurónios a visitar este excelente blog, acrescento o seguinte:
Não tenho nada contra os adeptos do Porto ou de qualquer equipa. Nem precisam de me vir dizer que há adeptos do clube do porto que condenam esta situação. Isso para mim é óbvio. E se há adeptos do meu clube de alguma forma felizes com situações parecidas com esta ou alguma forma de corrupção, para mim não sequer adeptos. Sãos umas bestas que andam para aí. E bestas existem em todo o lado. Se precisou de ler isto para entender, pense bem senão anda a meio caminho de se tornar uma.

Tasmaniapt disse...

Eu também sou do Benfica e não sou anti nada porque o que eu gosto mesmo é de desporto e estas situações são extra-desporto e infelizmente há em todos os clubes :(
Saudações