sexta-feira, 18 de março de 2011

Quartos e meias-de-final da Liga Europa

De um percurso que, para o Benfica, começou com 32 equipas, sobram apenas oito. Esta quinta-feira foi dado mais um passo importante rumo à conquista da Liga Europa, e acredito que tal aconteceu não só graças à qualidade dos nossos jogadores e treinador mas também devido à sorte que tivemos nos sorteios. Sejamos honestos: o Stuttgart e o PSG não eram equipas com qualidade suficiente para eliminar o Benfica. Os germânicos viviam (e ainda vivem) com a corda na garganta enquanto que o PSG não deu sinais de grande qualidade em nenhum dos jogos. Pior seria se tivéssemos de jogar contra o Manchester City, Liverpool ou Zenit, por exemplo.

A partir de agora, é game on. Sobram sete adversários e eu continuo a preferir os mais fáceis. Não gosto de ouvir, ou por outra, não percebo os adeptos que pedem o adversário mais difícil. O que interessa é acabar com o troféu nas mãos e isso é sem dúvida mais fácil e mais provável se defrontarmos os adversários mais acessíveis. Ganhar uma Champions como o Inter ganhou o ano passado, depois de defrontar e derrotar Chelsea, Barcelona e Bayern, tem o mesmo significado que vence-la a derrotar equipas "normais" como o Lyon (da altura), o Deportivo (já financeiramente semi-falido) e o Mónaco (quem?!). O que conta é o troféu na prateleira. Teria o Porto ganho esse título se tivesse defrontado o Real ou o Milan, por exemplo? Provavelmente não.

Por isso, quero que o Benfica tenha muita sorte no sorteio de amanhã e que nos calhe o adversário mais fraco. Qual é ele? O Sporting de Braga. E a evitar? Sobretudo o Villarreal e o Porto, por esta ordem. São as duas equipas mais fortes em prova e os dois maiores candidatos ao título neste momento.

Ordem de preferência: Sporting de Braga, Spartak Moskva, FC Twente, PSV Eindhoven, Dynamo Kyiv, FC Porto e Villarreal.

13 comentários:

Anónimo disse...

O Real estava no grupo do porto.

Depois foi o man utd.

O milan caiu aos pes do depor.

JNF disse...

E então? O Real não ganhou na fase de grupos ao FCP? E o Milan foi eliminado numa eliminatória absolutamente surreal. Tal como o Real no Monaco. Uma das Champions mais fraquinhas de sempre.

Anónimo disse...

Um Lyon (da altura) campeão de França nesse ano. E onde jogavam, por exemplo, Essien, Diarra e Malouda...

Um Monaco 3º classificado do campeonato frances, com Morientes em grande forma, (e um tal de Giuly que ainda não tinha 34 anos ;) que eliminou o Real de Figo, Ronaldo, Zidane, Raúl, etc...

Uma excelente equipa não precisa de ter um grande nome para ter bons resultados.
Ou uma Champions é fraquinha só porque não tem lá um Real, Manchester, um Milan ou uma Juventus (que por acaso nesse ano até caiu aos pés do Deportivo).

Bom, e depois do Braga que eu vi hoje jogar (GIGANTE, anulou o Liverpool em Anfield!!!), cuidado com os elos mais fracos. E está mais que visto que eles estão supermotivados para defrontar o Benfica, em qualquer dia a qualquer hora em qualquer lugar...

FireHead disse...

E o golo do Scholes mal anulado em Old Trafford que permitiu ao FC Porto seguir em frente.
Em relação ao adversários, por mim venha quem vier. O FC Porto? Qual é o problema se os árbitros estrangeiros são melhores que os que temos cá? Pelo menos a UEFA não iria achar piada às bolas de golfe, aos isqueiros e às pedras...

Marco Morais disse...

É tão giro como festejar o campeonato de 2005!

O Porto foi a melhor equipa da Europa esse ano. O Benfica foi a melhor equipa de Portugal esse ano.

Cada um que se aguente com as suas conquistas.

DMC disse...

JNF,
acho que temos de ir devagar. Sempre privilegiei esta taça mas acho que não é tão simples. Não jogamos bem, o Saviola está a desaparecer cada vez mais e não temos a consistência de janeiro/fevereiro. Assim, quero evitar a todo o custo o Dinamo, o Villareal e os portugueses. O Dinamo porque é o candidato a ganhar esta taça, o Villareal porque tem demasiados jogadores com futebol mt ofensivo para o qual iremos ter problemas e os nossos porque nos conhecem. Sim, eu sei que os conhecemos de volta. assim, um PSV que consegue marcar um unico golo ao Rangers, ou um TWente parecem boas opções.

Agora há que estudar exaustivamente. Há que cuidar lesões. Pensei que tinhamos perdido o Fábio hoje com aquela entrada, e sobretudo manter pés no chão.

Uma nota para o feito do Braga. Celtic, Sevilha, Arsenal e Liverpool. Incrivel. Mais. Aquele jogo que perderam 3-0 com shakhtar foi uma pena porque mereciam ganhar. Mas perdendo talvez cheguem mais longe do que com Champions.

Desejo que as três equipas cheguem às meias finais e a partir daí perco o meu espirito lusitano :)
cumps
DMC

Anónimo disse...

Analise mt fraca e superficial. O schalke tb ta nos ultimos lugares da liga e olha na champions?!?! Ja o.psg ganhou em sevilha e voltou lhes a ganhar em.paris 4-2... e eliminou o actual lider destacado da bundesliga. Sao sempre equipas muito competitivas. O benfica eata de parabens.

Jorge disse...

As tuas preferências são uma leitura das preferências das casas de apostas para ganhar o troféu. Só trocas-te o porto pelo Villareal. Mas eu acho sinceramente o Braga mais capaz de surpreender do que os Holandeses. Cuidado com as equipas de leste, estão em inicio de temporada o que normalmente significa fisicamente mais forte, o que sejamos sinceros, o Benfica não está. Quanto ao Braga, neste jogos o plano anímico conta muito, isso tem-se notado em praticamente todos os jogos do Braga nesta campanha Europeia, e notou-se também no jogo Braga vs Benfica para o campeonato. Arbitragens à parte, o Braga jogou muito forte anímicamente, nisso o Domingos é muito bom. Para mim o ideal seriam os Holandeses, defensivamente muito fracos.

Anónimo disse...

Não concordo. As equipas a evitar são precisamente as russas, o Spartak e, principalmente, o Dínamo. Estão muito mais frescos fisicamente. PONTO. Não há tangos que resistam às leis da física: quando um jogador chega primeiro à bola que outro, este nada pode fazer. Acrescento também o Villarreal como adversário a evitar. Os restantes, Fóculporto incluído, estão ao nosso alcance, embora reconheça que estão muito bem.

JNF disse...

Não faço ideia do que dizem as casas de apostas. Já agora, onde é que colocaram o Benfica?

Grande comentário do anónimo das 9:30, a revelar que, afinal de contas, no futebol, se "a" elimina "b" que eliminou "c", "a" é melhor que "c". Brilhante, Luís Campos. O Schalke está nos últimos lugares da Liga? Está em 10º. Se esse raciocínio é válido, então há dois anos o Metalist era uma super-potência do futebol mundial por ter ganho em casa do líder da liga portuguesa? Genial...

Anónimo disse...

Uma correcção ao post das 11.20h: o Dínamo não é russo. Lapso meu.
Ricardo Gomes

Anónimo disse...

JNF, não desvalorizes o trabalho dos outros. Principalmente quando o Benfica foi "repescado" para a Liga Europa quando estava num grupo que parecia ser mesmo da Liga Europa. O Benfica tinha obrigação de fazer melhor, tu sabes disso.

Quanto ao sorteio de hoje é facil: Se os eliminarmos os gajos foi bom, se não o fizermos foi mau.

RGC

JNF disse...

RGC,

O que interessa é acabar com o troféu nas mãos e isso é sem dúvida mais fácil e mais provável se defrontarmos os adversários mais acessíveis. Ganhar uma Champions como o Inter ganhou o ano passado, depois de defrontar e derrotar Chelsea, Barcelona e Bayern, tem o mesmo significado que vence-la a derrotar equipas "normais" como o Lyon (da altura), o Deportivo (já financeiramente semi-falido) e o Mónaco (quem?!). O que conta é o troféu na prateleira.

não desvalorizei a conquista de ninguém, como se pode ver.