quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Salvio


Não me vou alongar muito porque me parece mais um atirado pelo comunicação social portuguesa nomeadamente pelo diário Record, "para benfiquista comprar".
Primeiramente, o Atlético acabou de trocar Gregorio Manzano por Diego Simeone que conhece melhor que ninguém as capacidades do jogador e, já disse que pretende tirar o máximo rendimento do mesmo.
Por último, se olharmos para os nossos actuais alas (Bruno César, Gaitan e Nolito) que pontos de contactos tem com Salvio, tirando a enorme qualidade de todos eles?
Os nossos alas, procuram combinações, conseguem ter jogo exterior (laterais) e sobretudo, interior (centro do terreno), procuram segurar a bola e combinar com Aimar ou Saviola, por vezes, até abusam das tabelinhas.
O argentino do Atlético é rápido, veloz e muito objectivo nas suas acções, sendo que o seu raio de acção é sobretudo, pela lateral direita.
No ano passado, aposto que 80 % dos seus passes tinham como destinatário, Maxi Pereira. No fundo, não procurava tanto as combinações pelo centro do terreno, como fazemos esta temporada.
Para um treinador ter diferentes soluções é excelente mas também, prejudica na definição de uma identidade clara da equipa, sobretudo no meio-campo. O "motor" de qualquer equipa de futebol.

11 comentários:

João Duarte disse...

Meu caro PB, nao concordo consigo.

As alas não têm que jogar da mesma forma.

Di Maria jogava da mesma forma que Ramires? A dinâmica das duas alas era igual?

É como os punhos de um pugilista, um é para matar o outro para moer.

Mr. Shankly disse...

Eu por acaso não estou de acordo. Salvio seria grande contratação. Simeone é argentino? Sim, e também o Enzo Perez. Que tal propor uma troca?

Bruno Pereira disse...

O "Record" este ano tem sido consistente nos resultados alcançados no que diz respeito a contratações: acertou 0(!!!). Assim sendo, não vale a pena perder tempo a pensar em hipotéticos "ses". Penso eu...

FireHead disse...

Por mim era muito bem regressado. Despachávamos o Enzo e ficávamos com o Salvio.

Ginha disse...

Acho estás equivocado... Salvio marcou vários golos por fugir para o meio e tacticamente, dá 10-0 a qualquer um dos nossos alas!

Depois... Simeone que Sosa para medio-extremo direito, e precisa de bazar com um extra comunitário!

E ainda mais... No verão vamos ficar sem Gaitas! Que tem jogado mais á direita! Se pudermos desde já, e aproveitando negocios Reyes e os 20% que temos de Salvio, ficar com um belo reforço, não me parece tão ilógico...

John Wakefield disse...

Era o jogador ideal para o lugar de Enzo Perez. Disso, não tenho qualquer dúvidas mas como referes PB, o Record inventa todos os anos 1000 reforços para o Benfica.
Mesmo que fosse verdade, aceitava a vinda do jogador mas nunca por 15 milhões... Talvez no máximo dos máximos daria 10 Milhões. Já para não falar do salário...
Por isso, preferia soluções mais rentáveis do ponto vista de económico. Gostava do Labyad (não sei se o Benfica ainda vai a tempo de o desviar do Sporting) ou do Ninis, ambos em fim de contrato...

Anónimo disse...

queremos o salvio no Benfica, é um grande jogador, titular indiscutivel na ala/extremo direito/a do Benfica.
nao ha nada a pensar, é contratar e mais nada.

Fly disse...

Gostava que não fossem só notícias dos jornais. Infelizmente com esta deserção do Enzo ficamos com um vazio no lado direito. Salvio seria uma bela contratação para a segunda metade da época.
Já agora,bela "contratação" do Eterno,excelente aposta.
Abraço PB.

John Wakefield disse...

Já agora, aos nomes que avancei (Labyad e Ninis) também Isaac Cuenca (Barcelona) está em fim de contrato, tendo já tido oportunidades na equipa principal. Mas este também anda a ser seguido por Manchester United e Arsenal. Creio que pode fazer as 2 alas.

PB disse...

Muito obrigado, Fly.

Grande abraço para ti e espero que tudo corra bem com o vosso novo espaço.

PB disse...

Em relação ao Salvio, referi que é um jogador de grande qualidade. No entanto, é completamente diferente das soluções que temos para as alas, que são todas muito parecidas em termos de características e abordagem do jogo. Com Salvio, teríamos que jogar de outra forma, realçando o quão fundamental é, ter um meio-campo que se conheça bem.