quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Breves considerações sobre o jogo de ontem


Eduardo - duas excelentes manchas, ambas ao jogador Edgar. No entanto, sente-se que não transmite a mesma segurança que Artur. Encontra-se uns furos abaixo da qualidade do brasileiro.

Emerson - Primeira parte em que levou com Paulo Sérgio, foi permissivo num lance em que Nuno Assis poderia ter marcado. Na segunda parte, em superioridade numérica, fez todo o flanco aproveitando as costas de Nolito, para subir no terreno. Gostei imenso da forma como encarou o jogo ofensivo. Por vezes, é demasiado complicativo. O que se pede é aquilo, tocar e aproveitar as costas do ala.

Witsel - Que grande jogo! Começou na meia direita, no 4-1-3-2 que me agrada bastante sobretudo para os jogos em casa. Dominou bem o passe de Nolito e finalizou com classe. Já é um habitual, que bem ele finaliza.
Depois, encostou a Javi no meio-campo, disputando os lances e temporizando com bola, é o que se lhe pede.

Nelson Oliveira - Não fosse existir uma alínea no regulamento da Taça da Liga que obriga à utilização de dois portugueses e não calçaria mais até final de época, ou melhor, não jogaria 45 minutos seguidos, disto estou seguro.
No centro do ataque, não tocou na bola. Quando foi deslocado para a direita, esteve mais em jogo. Percebe-se que as recepções de bola, raramente saem perfeitas. Fruto do nervosismo, muito provavelmente.
Rui Vitória dizia na época passada que quando esclarecer algumas coisas na sua cabeça, será um grande avançado. Esperemos que sim.
Até ao próximo Mundial de sub-20, tem o estatuto de 2º melhor jogador sub-20 do Mundo.

Nolito - Usa e abusa do seu oponente directo. Também, muito bem. Titular indiscutível!

Bruno César- entrou forte, combinando por diversas vezes com Aimar, numa das quais viria a resultar na expulsão de Pedro Mendes.
Na direita, gosto mais. Recebe a bola e enquadra logo com o centro. Na esquerda, recebe colado à linha. É diferente.

Cardozo - alguém se lembra de quantos passes acertou? Quantas vezes combinou com Rodrigo?
Marcou 2 e "assistiu" Rodrigo. Resolveu! Cardozo é isto!

13 comentários:

Anónimo disse...

Já agora:

Maxi: ainda de férias.
Luisão: Sempre bitola alta.
Garay: Bitola igual á do Luisão.
Javi: Sempre a partir pedra.
Saviola: Apenas 45M. Até esteve benzinho.
Aimar: Não joga mal.
Rodrigo: Uns furos cima de Nelson Oliveira.

Nota: Já sabia da obrigatoriedade de jogarem 2 portugueses de inicio na Taça da Liga. Pergunto, qual é o 2º português, além do Varela, na equipa do FC Porto, no jogo contra o Paços? Será o Angolano Djalma?

http://www.lpfp.pt/bwincup/pages/jogo.aspx?epoca=20112012&jornada=6&jogo=7320

GNR

Anónimo disse...

Correção: Não é obrigatório 2 portugueses, mas sim 2 "formados localmente" e têm que jogar 45 minutos".

Assim, o Djalma já conta para o totobola.

GNR

Anónimo disse...

um excelente jogo, em só se sentiu a falta (para variar) do nosso capdevilla. Saviola não surpreendeu ninguém: A magia do Saviola está-se a extinguir. O Nelson Oliveira continua a falhar. O Jesus tem que olhar para o Rapaz que se passa algo.

Os restantes Jogadores, muito bem. Vamos lá ver se o Mika joga contra o Santa Clara

Anónimo disse...

o emerson facilitou, sim senhor, nesse lance... mas tambem o luisao foi comidinho na area.

Anónimo disse...

Na sequência daquilo que referi no comentário ao post anterior, permito-me acrescentar o seguinte:

Boa actuação também de Luisão, a comandar a defesa. Regressou bem após a lesão sofrida contra o Manchester.

Verifica-se um bom entendimento entre Nolito e Emerson, que já tinha acontecido no jogo anterior contra o Rio Ave.
• Nolito está outra vez em boa forma. Merece manter a titularidade. Vamos ver o que acontece no próximo jogo. Isso coloca uma questão a Jorge Jesus: quem deverá colocar a jogar no jogo com o Leiria? Nolito e Bruno César? Nolito e Gáitan? Ou Bruno César e Gáitan?
• Emerson é o “patinho feio” da equipa. O facto de vir substituir um dos melhores jogadores das épocas anteriores é desde logo complicado. Faz-me recordar quando Veloso saiu da equipa há cerca de 17 anos atrás. Não havia jogador que servisse para o lugar de defesa direito. Depois, o outro candidato ao lugar é simplesmente campeão do Mundo, o que leva as pessoas a pensar que, só por isso, é melhor do que ele. É certo, Emerson é um jogar “normal”, mas pode melhorar muito. E só não melhora, porque ninguém lhe perdoa uma falha. A começar na imprensa e a acabar nos adeptos. Assim é difícil melhorar. Tenho dúvidas que Capdevila, com a idade que tem, consiga fazer melhor o lugar, já que Jorge Jesus exige aos defesas laterais que façam os corredores de uma ponta a outra.

Concordo que, se não fosse a regra da Taça da Liga, Nélson Oliveira não jogaria. Lamento que isso aconteça. É um jogador no qual todos os olhos estão postos. Isso aumenta a pressão. Merece que lhe sejam dadas mais oportunidades. Acho que o modelo de jogo seguido na primeira parte não o favoreceu. O problema é que tem uma forte concorrência.

Falando em concorrência em relação a Nélson Oliveira. Rodrigo tem vindo a evidenciar-se mais do que o português e ontem entrou mais uma vez bem no jogo.
MM

Anónimo disse...

o Cardozo é letal, se for bem servido marca carradas de golos.
no jogo é preciso estarem constantemente a solicitar o Tacuara, o Benfica vai ganhar facilmente todos os jogos assim.
joguem para o Cardozo.

Anónimo disse...

o Emerson é o melhor defesa esquerdo a actuar em portugal.
vamos ser campeões com ele na lateral esquerda.
grande jogador e muito importante (mais do que alguns pensam) na manobra da equipa.

eusoulivre disse...

Cardozo é isto... gostar dele como avançado é um previlégio, eu sou um priveligeado!

Emerson é o menos responsável em toda a situação... é um ser humano digno e esforçado e neste contexto creio que isso é Tudo o que se lhe pode Pedir... envio-lhe um abraço de coragem... e um obrigado pelo esforço e dedicação!

A equipa esteve muito bem, só não compreendo o apagão após o 1 a zero...

Nolito 5 estrelas, Aimar e Javi muito bem!

John Wakefield disse...

Na minha opinião, os melhores em campo foram Cardozo, Nolito, Witsel, Maxi e os dois centrais.
De resto, ninguém convenceu. Eduardo hesita muito nas saídas, embora não tenha culpa no golo. Na defesa, Emerson ajuda naquilo que pode mas, verdade seja dita, não é jogador para ser titular neste Benfica.
Javi Garcia fez 1 jogo pouco conseguido, apenas facilitado com a (justa) expulsão de Pedro Mendes. E aquele lance com o N'Diaye, sendo ou não merecedor de expulsão, era escusado e o jogador tem que parar com essas atitudes porque pode comprometer a equipa em jogos mais importantes.
Bruno César e Aimar tentaram furar com a sua técnica, mas também não fizeram um jogo muito conseguido.
Saviola e Nélson Oliveira andaram perdidos em campo, completamente desapoiados.

Jotas disse...

Subscrevo na íntegra o eusoulivre.

Anónimo disse...

Também subscrevo o conteúdo do comentário anterior, no entanto quero acrescentar algo que ou passou despercebido ou só eu vi o jogo pelo seguinte prisma:

1º A equipa entrou bem no jogo, mas cedo se percebeu que não existia segurança de processos.
2º AS jogadas eram canalizadas invariavelmente pelo centro do terreno e não havia qualquer jogador a aparecer rapidamente nos flancos para proporcionar linhas de passe em rotura, em especial as de Aimar.
3º Nolito em forma é o jogador que imprime a velocidade e a irequietude que é necessária para os desiquilibrios.
4º Mereceu a minha total admiração a forma como colocou bolas nas costas dos adversários, dentro da área e em situações de finalização ou de definição de jogadas.
4º Precisamos de uma gazua igual ao Nolito para conseguir coisas improváveis. É um jogador que não dá uma bola por perdida. Encarna o espírito guerreiro que gosto em alguns jogadores do glorioso.
5º Embora em superioridade numérica, desenharam-se das melhores jogadas,que temos assistido esta época.
6º Continuo a não compreender a forma defeituosa como se continua a executar as bolas paradas, em especial os cantos.

Bcool973 disse...

Não gostei do witsel nem do javi, pois na reposição de bola raramente deram linhas aos defesas e quase nunca passaram a bola a quem lhes dava linhas - nolito, aimar e saviola, pelo que o Benfica se fartou de perder bolas no meio-campo permitindo que o Guimarães ficasse em cima do Benfica desde o 1-0 até à expulsão, depois o guimarães baixou a linha de pressão, desorganizou-se e começou a dar espaços.
Quanto ao Nelson, acho que lhe falta trabalhar a parte física para aguentar o choque como aguenta o Cardozo, o que lhe vai permitir perder menos bolas. Seja como fôr pouco jogo teve para mostrar o que quer que fosse.
Reforço, acho que o witsel depois do golo perdeu muitas bolas e deu poucas para os médios mais ofensivos - jogo muito fraquinho.
Os centrais, não sei se por falta de ritmo do luisão, mostraram falhas inacreditáveis.
A mudança do 442 losango para o 4231 revelou-se perfeitamente ineficaz e só a expulsão permitiu o domínio do meio-campo

joão bobe disse...

O Anónimo que diz que ninguém perdoa nada ao Emerson é claramente um adepto de blog não costuma ir ao Estádio. No estádio nunca foi assobiado, ao contrário de outros que por lá já passaram. Emerson é mau, muito mau.
O anónimo que diz que ele é o melhor lateral esquerdo da liga é cómico.