segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Mexer com cuidado!


Multiplicam-se as notícias vindas da Itália que dão conta do interesse de clubes de importante dimensão pelo jogador Rodrigo. Infelizmente, não parece ser apenas a imprensa internacional a querer dar relevância ao caso. Ontem, o treinador do Benfica alimentou a novela dizendo que "Nelson e Rodrigo podem nem ficar muito tempo".
Portanto se tivermos em conta que surgiu uma notícia do diário Record revelando que o Benfica tem interesse em transferir dois jogadores na próxima janela de mercado, é para começar a temer o pior...
Parece-me que a saída de Gaítan é a melhor vista pelos dirigentes e pelo treinador. Apesar de ser um jogador genial, não será difícil de encontrar um substituto no mercado europeu ou sul-americano. O nome de Buonanotte pode estar no topo da lista...
O pior é mesmo a segunda saída, que não deveria acontecer. O belga Witsel deve ter muito mercado sobretudo em Inglaterra e Itália, mas é demasiado importante na manobra da equipa. O Rodrigo já está num patamar óptimo de rendimento mas poderá ainda melhorar e ainda não chegou à selecção que lhe permitirá atingir um valor no mercado internacional de enorme relevância. É como dizia, pode e deve ser a venda mais cara da nossa história. Se aguentarem mais um ou dois anos e esse esforço tem que ser feito.
Em relação ao Javi, ele é Benfica. Não pode sair.
O Garay é um central extraordinariamente competente. Um pilar da equipa.
Colocados os vários cenários, só devemos vender um jogador porque mais que isso, pode fazer com que as cartas acabem todas por cair.

19 comentários:

Anónimo disse...

Acho que podemos vender alguns dos jogadores que estão emprestados.
Já do plantel...Gaitan, Saviola, Jardel, Emerson/Capdevilla...

Anónimo disse...

é isso mesmo. e depois o porto ganha tudo outra vez.

já comentei anteriormente, neste blog, que mais importante que ganhar um 1 titulo é ganhar 2... isto é, ser campeao uma vez, para o benfica não é nada.

temos de ser bicampeões, no minimo, tricampeões de preferencia.

até atingirmos uma sequencia destas vamos ser sempre o 2ª grande, atrás do porto.

por isso, penso que os erros de 2010 não devem ser cometidos. devemos, para a proxima epoca manter o plantel tal como está, vender apenas jogadores em posições excedentárias (gaitan, por ex., temos a entrada do yanick agora, e o melgarejo que penso joga sobretudo a extremo), e devemos evitar os negocios mirabolantes da america do sul. eventualmente contratar alternativas crediveis para o banco, nomeadamente para a posição de defesa direito (não, não me esqueci da posição de lateral esquerdo.. mas acho que nem vale a pena falar disso)

se com a mais que provavel conquista do titulo começarmos a vender jogadores, orgulhosos dos 30 milhoes de euros que faremos com o rodrigo, o nelson ou o witsel, estamos a estender novamente a passadeira vermelha ao proximo "génio" que o ano passado se chamou villas-boas, mas que para o ano poderá muito bem chamar-se leonardo jardim ou domingos paciencia.

Anónimo disse...

Olhando para este plantel e a cada jogo que passa, percebe-se que Saviola já deu o que tinha a dar ao Benfica. Infelizmente, uma possível venda dele não nos traria muito retorno financeiro.
Gaitán, esta época, não fez nada de especial e, ultimamante, mete dó ver Gaitán jogar - não constrói aquelas grandes jogadas a que nos habituou e, uma coisa que não se admite a nenhum jogador do Benfica, não corre atrás da bola. Parece-me que é o momento do o vender, mas, também, não será por muito dinheiro, devido ao seu fraco rendimento esta época.
Rodrigo e Nélson, são muito jovens e são para manter. A venda de qualquer um deles é dos erros mais estúpidos que se podem cometer.
Falando em Buonanotte, é um bom jogador e uma possível alternativa a Aimar. Penso que ele joga mais no centro do terreno (pelo menos na altura do River Plate).
Mas peço, por favor, que liguem ao Sr. Flipe Bieira para que contrate um defesa esquerdo digno da posição, porque parece que está difícil de perceber que não é com o Emerson que vamos lá.

CP disse...

O problema é que tanto o clube como os jogadores se alimentam de "carcanhol". O tempo do amor à camisola já lá vai e a verdade é que o SLB há muito tempo que deixou de ser feliz com os "craques" saídos das camadas jovens. Com excepção do Rui Costa, não me recordo de quem tenha deixado saudades desportivas e financeiras, "vendendo-se" a outros clubes. Que ganhou o SLB com a formação de Paulo Sousa, Hugo Leal, Kennedy, Cândido Costa, Pedro Henriques, Edgar, Bruno Basto e tantos outros? Depois, há que rentabilizar, sim, uns tantos que andam por aí emprestados (Melgarejo, Jara, Carlos Martins, David Simão, etc.)e tentar guardar as "jóias da coroa", ou seja, da equipa. Há cláusulas de rescisão estipuladas, pelo que, no próximo verão, se houver clube que coloque os euros em cima da mesa, que fazer? Não se pode é estar à espera que comece a época e andar a vender jogadores em pleno Agosto. A ser assim, os possíveis substitutos talvez estejam contratados para outras paragens. Haja fé e CARREGA BENFICA!

John Wakefield disse...

Embora seja uma tarefa inglória fazer qualquer tipo de futurologia, a verdade é que creio que no, final de época, o Benfica deverá vender Gaitán, Javi Garcia e Saviola. Os dois primeiros têm mercado em Inglaterra e creio que surgirão propostas tentadoras oriundas de Manchester ou de Londres (Arsenal).
Em relação a el Conejo, creio que é um jogador que sai muito caro aos cofres da Luz e pelo que observei de Rodrigo e Nélson Oliveira, penso que não vale a pena manter o argentino que deve ser o bem mais pago em Portugal (ou anda perto disso)!
Em relação a Aimar, mantém-se ainda a dúvida sobre o seu futuro mas espero que a direcção não cometa o erro de não renovar com aquele que é o melhor jogador que o Benfica tem em termos de criatividade e magia ofensiva.
Buonanotte é bom jogador mas não chega aos calcanhares de Aimar... Aliás, Buonanotte nem sequer é internacional A argentino e falhou na sua experiência recente no Málaga. Agora está emprestado ao pior River Plate de sempre que joga na segunda divisão argentina... Buonanotte foi aquele jogador que aqui há 2 ou 3 anos mostrou capacidade para explodir mas o tempo foi andando e parece que parou um pouco no tempo, fazendo lembrar o caso recente de Funes Mori (sendo este avançado)...
Na minha perspectiva, Patrício Rodríguez do Independiente é, neste momento, um alvo ideal para o Benfica. Tem apenas 21 anos e acredito que irá explodir e afirmar-se definitivamente. Se ficar demasiado tempo na Argentina, perde a possibilidade de não conseguir aproveitar a sua margem de progressão.

Anónimo disse...

Isso 'e tudo muito bonito, mas os jogadores tem uma palavra a dizer. Se aparece alguem a dar 15 ou 18M pelo Javi Garcia e ele disser que quer ir, mais vale deixa-lo ir e arranjar outro do que te-lo no clube contrariado. Quem diz o Javi diz outro qualquer.

Tirando isso, eu dos principais jogadores vendia Gaitan e dispensava Saviola e Capdevilla. Compraria apenas um defesa esquerdo, em especial se a segunda volta do Emerson nao mostrar progresso assinalavel, e um polivalente tipo Amorim. Se alguem batesse os 30M por Rodrigo nao ficava triste.

Pedro Rodrigues disse...

Se é para Itália, não devemos ficar preocupados, por lá o dinheiro também não abunda e andam a trocar jogadores como quem troca cromos! Falam de Fiorentina e Nápoles quando neste momento só Real, Barcelona, PSG, alguns Russos e Ingleses é que se podem dar a esses luxos!

Bcool973 disse...

infelizmente a má saúde do Benfica SAD vai obrigar a fazer 50 ou 60 M€ em transferências no verão

eupensopelaminhacabeçaeusoulivre disse...

É claro que se o Benfica recebesse o justo prémio da sua marca em direitos televisivos nada disto faria sentido...
Se o Gaitan for vendável... venham lá esses 40 milhões ou lá o que é e já chega...

Anónimo disse...

Eu por mim vendia só vendia o Emerson.

GNR

dezazucr disse...

Venda-se Gaitan. Nunca atingirá no Benfica os patamares que o seu talento prevê, pela displicência que lhe é perdoada.
Aliás, julgo que para ele o clube ideal é mesmo o Manchester, com um treinador com autoridade, forte personalidade e inteligente que irá exigir-lhe o máximo. Se tiver um treinador fraco, acabará como Quaresma, muito potencial, alguns jogos muito bons, excelentes mesmo e uma irregularidade tremenda.

Anónimo disse...

Sempre em permanente angustia... Se as coisas correm mal e o que e. Se correm bem e porque vamos vender metade do plantel...Vivam o bom momento da equipa e aprendam a conviver com o sucesso!! Vale a pena

Anónimo disse...

é impossível não fazermos duas vendas de peso. há que se realista.

gaitan é uma, a outra... só não quero que seja o javi garcia. o garay acho que fica... witsel fica mais um ano.

rodrigo é fabuloso, mas renovoe-se o contrato e coloque-se uma cláusula alta... impossivel segurar um destes no futebol portugues.

Nuno Pinho disse...

A vender que seja o Gaitan! Shaqiri ou Salvio, mais do que Buonanotte, fariam esquecer a perda...
Vender qualquer outro elemento, a começar pelo Artur e a acabar no Rodrigo seria desastroso! Isso é o mesmo que entregar a próxima época ao rival* de mão beijada!


* ao rival agoniado que está a gastar o que pode e o que não pode para destronar este grande Benfica...
** não esquecer nunca os dossiers extra-futebol (dentro das linhas) como os direitos televisivos que podem determinar rapidamente o futuro a curto/médio prazo.

Jotas disse...

Caro PB, JJ limitou-se a constatar uma evidência, ou acreditas em milagres? No contexto actual do futebol, achas que jogadores com a categoria desses jovens ficará muito tempo em Portugal? Mais um caso que não é caso, mais criado pelos próprios benfiquistas que pelos outros e fica aqui a constatação que actualmente o mercado italiano não tem suficiente expressão para conseguir pagar valores como os de Rodrigo e Nelson.

Francisco Afonso disse...

Vai ser Gaitán e Cardozo, não tenho muitas dúvidas. Esta coisa de o paraguaio ir para o fundo nunca me cheirou muito bem.

PB disse...

Não espero milagres. Espero bom senso.
Jogadores como o Rodrigo e o Nelson Oliveira são do melhor que há na sua geração, portanto, atingindo maior maturidade competitiva no Benfica podemos vender-los por valor muito alto. Para mim, superiores aos praticados com o Coentrão e o Di Maria.

PB disse...

O Javi é um jogador à Benfica e duvido que atinjam um valor substancialmente alto para nos fazer vender o jogador. No fundo, não será um jogador a render um encaixe significativo, como tal, acho que ficará.
Temo que o segundo homem seja o Witsel.

Anónimo disse...

antes a venda de algum dos jogadores nucleares da equipa, entendo que a direcção deveria fazer render os cofres do clube com a venda de n jogadores emprestados por esse mundo fora, desde kardec, passando por éder luiz e fernandez e terminando nos élvis e fidelis desse mundo que são apostas para a equipa b. Só aqui, o Benfica poderia conseguir uns bons milhões!

depois, a vender algum jogador da equipa titular, acho que deve a mesma ser reduzida a um jogador, sendo que o mesmo terá que ter mercado e constituir uma mais valia, sem que com isso o Benfica saia a perder. E nesse aspecto, entre Gaitán, Garay, Witsel, Javi, Rodrigo ou Cardoso, entendo que os mais viáveis são gaitán e cardozo...

gaitán, porque apesar de o adorar, sei que para os flancos mesmo em portugal há jogadores que podem fazer muito bem o flanco.

Cardozo, porque apesar de ser sinónimo de golo, a verdade é que já não caminha para novo e é hora de começarmos a potenciar os nossos jovens, como o Nélson!

mas estas vendas só devem acontecer em caso de necessidade imperiosa e ao mm tempo corresponderem a fortes receitas para o Benfica, porque senão, devem permanecer no nosso plantel porque estão muito bem!