terça-feira, 10 de abril de 2012

Game Over

Arranca amanhã a época 2012/2013 para o Sport Lisboa e Benfica. Esta época já lá vai e acabou da mesma forma que costumam acabar as épocas desde 1995. Perdemos. Com estrondo. Humilhados pela nossa própria soberba e pela soberba actuação de forças externas. Fomos ridículos, patéticos. Fomos o que temos sido desde há quase 20 anos, uns fracos, uns convencidos, uns novos-ricos com sotaque saloio e provinciano que não sabem distinguir onde acaba a nossa força e onde começa a nossa euforia. Esta época foi mais do mesmo: presidência exercida desde Angola e do Brasil, com discursos bacocos, auto-promoção e incompetência a rodos, treinador analfabeto, sem capacidade para descer à terra, compreender e corrigir os inúmeros erros que cometeu, jogadores incapazes para reverter o rumo que os jogos tomavam, prémios avultados para gestores incompetentes, distribuição de tachos pelos amigos, largos milhões de euros gastos e... uma Taça da Liga. Se tanto. Com inúmeras humilhações à mistura.

Num filme escrito por Vieira, dirigido por Jesus e interpretado por uns falhados, o Benfica desperdiçou cinco pontos de vantagem sobre um Porto treinado pelo maior incompetente que por lá passou desde que me lembro de existir, perdendo ainda 13 dos últimos 24 pontos em disputa. Dirigidos e treinados por calhaus, autênticos cancros sedentos de status, poder, dinheiro e reconhecimento, o Benfica é um barco que navega à bolina, comandado por amadores e para burros que enaltecem o trabalho desta gente incompetente. Tenho imensa pena que tenhamos chegado a este ponto.

Vamos falar do que falhou. Comecemos pelo topo da pirâmide, comecemos pelo presidente. Luís Filipe Vieira prometeu o célebre mandato desportivo aquando da sua reeleição enquanto presidente do Benfica em 2009. Três anos depois, para continuar a cair nas boas graças dos benfiquistas e para mostrar obra, entretém-se a vender pedras da calçada em frente à porta 18, a chamada Praça dos Heróis, e a criar abortos artísticos para elogiar Coluna e companhia. Títulos? Mas que adeptos exigentes estes... que chatice! Querem títulos? Num mandato desportivo? Têm direito a umas boas participações na Europa e a duas Taças da Liga (e meia...). Mais um campeonato arrancado a ferros com o melhor onze que me lembro de ver jogar pelo Benfica. Quatro títulos, três dos quais são troféus menores, e boas performances europeias. E humilhações? É preciso ter estômago para nos lembrarmos de todas, mas deixemos isso para outro obreiro da desgraça. Vieira falhou naquilo que prometeu, mas vai ter a lata de se recandidatar. Porquê? Porque não tem escrúpulos, porque sabe que vai ganhar e porque sabe que construiu uma máquina de informação e contra-informação tão poderosa como a das mais rígidas ditaduras, capaz de cegar gente inteligente e de levar atrás de si milhares de carneiros. Não se vislumbra qualquer alternativa pura e simplesmente porque este senhor matou as hipóteses da concorrência ao, cobardemente, transfigurar os estatutos semi-democráticos do Sport Lisboa e Benfica em estatutos da vontade do Sport Lisboa e Vieira. Quem não sabe do que falo, informe-se. O Benfica é dele até ele querer, e de si passará para um discípulo à sua escolha. Espanta-me como é que há gente bem formada, educada e com uma vida profissional imaculada, recheada de sucesso e competência, que se põe do lado deste escroque chamado Luís Filipe Vieira. Um homem que dá o seu apoio a gente corrupta como Fernando Gomes, que elogia canalhas asquerosos como Valentim Loureiro e que ainda se sai a rir de tudo isto. Dez anos depois, em termos desportivos, o Benfica progrediu muito pouco. Continuamos a ganhar campeonatos ocasionalmente, batemos o record negativo de mais anos consecutivos sem conquistar a Taça de Portugal e, se não fosse a simpática Taça da Liga, o mostruário de títulos deste senhor seria ainda mais pobre. Pensem nas voltas que a vossa vida deu nos últimos dez anos. Pensem no que o Benfica ganhou nos últimos dez anos. Em dez anos, Vieira deu pouquíssimos títulos ao Benfica. Em dez anos, o Benfica deu projecção e fama a Luís Filipe Vieira, o que lhe permitiu ascender ao top-70 dos portugueses mais ricos. Pensem se é isto que querem para o Benfica. Eu, pessoalmente, tenho nojo, sim, nojo de ter um escroto destes a dirigir o Benfica.

Continuando a falar desta desgraça, chegamos ao bobo. Jesus. Há tanta coisa por onde pegar para falar sobre este safado que nem sei por onde começar. Talvez pelo princípio, apesar de ninguém saber nem como nem quando isto começa. Jorge Jesus tem uma personalidade insuportável. Pode ter aquela piada de ser um treinador rígido e autoritário, mas as pessoas insistem em confundir despotismo com liderança. Jesus é um idiota. Pode parecer uma frase simplória e banal, mas é igualmente um facto incontornável. Pior que ter um génio cheio de si, é ter um idiota que se acha o maior da terra dele. E Jesus acha-se superior ao ponto de chegar, ver, decidir e não se justificar, tratando abaixo de cão gente que está ao seu nível hierárquico, abaixo mas também acima. E é isto. Um louco. Quando somos bons na nossa actividade, as pessoas elogiam-nos, não precisamos do auto-elogio, situação a que Jesus recorre vezes sem conta. E claro que os acidentes acontecem. Não se acha no dever de explicar a Capdevila por que motivo não joga, relegando-o uma vez mais para o banco apesar de ter um nabo a defesa-esquerdo, Emerson. Desrespeita, desvaloriza e descredibiliza jogadores como Rúben Amorim, que depois, obviamente, perdem a paciência e batem com a porta. Não promove a rotatividade do plantel levando à exaustão de certos jogadores em Fevereiro (Javi, Witsel, Maxi), provocando lesões a outros (os centrais) e não dando hipóteses a gente que sempre mostrou valor quando foi chamada (Amorim, Miguel Vítor, Capdevila). Insiste em vacas sagradas que não estão bem, temendo apostar na formação e em jovens de qualidade óbvia (custou a apostar em Rodrigo e Nélson mesmo com um Saviola decrépito). E, a sua obra-prima, perde um campeonato para um Porto orientado por Vítor Pereira, tendo cinco pontos à maior. Acha boa ideia regressar à táctica suicida em Guimarães, estoira a equipa em Coimbra, lê mal o jogo com o Porto em casa, dá 70 minutos de avanço em Olhão e mostra-se um primata da táctica contra o Sporting. Desresponsabiliza-se, pelo meio acusa Nélson Oliveira pelos pontos perdidos em Coimbra e desculpabiliza as arbitragens, saindo das conferências de imprensa a sorrir. O Benfica paga 200 mil euros mensais a uma coisa destas?! Como?! Um gajo que nem tem um plano B e às vezes parece nem ter plano A! Bolas paradas marcadas sempre da mesma maneira, ou vão para longe do coração da área ou para a jogada curta [mal] ensaiada. E as humilhações fazem-se sentir. Nos últimos dois anos, Jesus conseguiu que o Benfica não ganhasse o campeonato no Dragão com um resultado favorável e um jogador a mais quando faltavam menos de 30 minutos para o fim, brindou-nos com uma derrota na Supertaça, apostou num guarda-redes incompetentíssimo, teve uma prestação humilhante na Champions, um campeonato e um acesso à final da Taça perdidos e cedidos ao rival, uma meia-final da Liga Europa para o Braga, uns 5-0 com o Porto, nova derrota com o Porto na Luz e perder cinco pontos de vantagem para acabar o campeonato atrás deste Porto e, quem sabe, do Braga. Triste, humilhante, nojento.

Quanto aos jogadores, revelaram-se uns falhados. Porque falharam. Infelizmente, ou talvez não, acredito que um grande líder na presidência e um verdadeiro mestre no banco de suplentes, blindados por um director desportivo presente nos bons e maus momentos são suficientes para, face ao que temos em mãos, ganhar aquilo que ambicionamos. O Benfica partiu para esta época com um dos melhores plantéis de que me lembro, mas há ajustes a fazer. A começar na posição de defesa esquerdo e acabando nas alternativas a meio-campo (que temos e tivemos, mas desbaratámos a meio da época, emprestando Amorim, David Simão e Pérez). Só. Fiquei feliz por saber que os jogadores estavam desolados e frustrados pela derrota e pelo fim da época. No entanto, há coisas que não se podem passar. E um dos episódios mais tristes que presenciei foi o dos abraços e cumprimentos a Bruno Alves no final do Benfica x Zenit. Cumprimentar um animal daqueles deveria ser proibido pelos estatutos do Benfica. Mais grave fica quando quem o cumprimenta são os chamados líderes de balneário, o senhor Luisão e o senhor Javi Garcia (e penso que o Cardozo também). Como? Porquê? Queremos ser amigos de quem nos quer mal?

Artur Soares Dias escreveu o epílogo deste mau livro que foi a época 2011/2012. Foi um dos culpados pela derrota. Tão culpado como quem rebentou física e psicologicamente a equipa. Tão culpado como quem apoiou Vítor Pereira, Fernando Gomes, Valentim Loureiro e demais corruptos. A arbitragem é um problema, mas é apenas parte do problema. O Benfica continua adiado. Precisamos de ser mais competentes dentro de campo e eliminar o sistema. A primeira premissa alcança-se mudando o treinador. A segunda, mudando quem dirige e comanda o futebol português. Para que a segunda se concretize, não podemos ter na direcção gente que apoia os dirigentes vigentes nos cargos de poder da Liga e Federação. Caro benfiquista, há quase 20 anos que aturamos isto. Vai demorar muito a deixar de ser um carneiro e promover a revolução de que o clube precisa?

52 comentários:

Anónimo disse...

bela crónica. acho q n há muito a dizer depois de hoje e depois do que escreveste...

Carlos Covas disse...

Embora eu pense em formas mais radicais para eliminar certos problemas, não consigo discordar de nenhum ponto deste tópico. Tenho, no entanto, quase a certeza de que não o vamos conseguir e porque? Exactamente porque, embora não me agrade o termo, temos muitos como lhes chama de carneiros, que me parecem ser a maioria e por essa razão, ou melhor, ser essa a razão de andarmos há tantos anos a retroceder em vez de conseguirmos avançar por muito pouco que fosse. Falamos do Sporting e não vejo, neste momento, grande diferença entre ambos e, a continuarmos assim essa diferença ir-se-a esbater nos próximos anos com todas as vantagens para os do norte que penso irão em pouco tempo dominar todo o futebol profissional em Portugal.

Pedro Gama disse...

aplaudo este post, o mais esclarecido e verdadeiro que tenho lido por toda a blogsfera benfiquista!

e porque nao o michel preud'homme para treinador?

E essa merda dos estatutos só permitirem candidatos com mais de 25 anos de sócios nao pode ser alterada novamente? E que se nao for ao menos que LFV seja coerente e nao meta a administradores homens que nem benfiquistas sao! (DSO e Paulo Gonçalves por exemplo)

Nramos disse...

Parabéns. Melhor resumo do Benfica que temos actualmente.

MS disse...

Muda o nome de soares dias e poe xistra e tens mais ou menos a cronica da epoca passada.

Muda o nome de soares dias e deixa um espaco em branco e poderas utilizar o texto em epocas futuras.

SLB4EVER disse...

Infelizmente aconteceu o que muitos já previam, aliás nesta altura já pouca esperança tinha no campeonato mas não esperava que este fosse já entregue de bandeja, a colaboração do boi vendido de apito na boca esperava, a colaboração do obtuso labrego convencido auto proclamado mestre da tactica tb ñ é nada de novo mas neste jogo atingiu os pincaros da surrealidade, aposto que o homem cada vez que vai dar uma cagada afirma que vai fazer uma obra de arte e perfumar o ambiente, só pode, o que me causa transtorno é muitos ainda dizerem, sim é um perfume maravilhoso mestre, foi feita uma divina obra de arte.
SLB acima de tudo e todos, não suporto xicos espertos e labregos de ocasião que tentam fazer de parvos quem tanto sofre pelo clube, independentemente das suas vãs palavras os seus actos são claros, não são BENFICA, não sofrem por ele como nós e o seu trabalho para este é o q.b para se servirem a eles próprios, sem levantar muita oposição, este é o seu principal objectivo, dignificar o clube não.
Revolução!? Quanto apostas que daqui a dois dias não passa nada e LFV vem dizer que o JJ tem todo o seu apoio pelo excelente trabalho e competencia, que é o seu homem, e lá vai a carneirada toda atrás deles, estádio vazio até ao final da época é o mínimo que eles merecem e que se lixe a taçinha da liga, sem nós não são ninguém queria ver se com o estádio ás moscas, boicote á final da taça da liga e umas manifestações de desagrado no centro de estágios a situação não mudava muito rapidamente. Os sócios e adeptos são o clube, a sua alma, sem nós não são ninguém se não nos valermos disso vamos permitir que continuem a gozar com isto tudo e a dormir descansados enquanto nós os verdadeiros passamos a noite acordada. Da minha parte vou boicatar mesmo o que falta da temporada, não me dão mais gozo, nem estádio nem tv nem rádio, nada, verifico os resultados na net e já é muito bom.

SLB SEMPRE , ESCUMALHA CURRUPTA R.I.H.

Semper Fidelis disse...

olá. sou o Semper Fidelis e gostava de dar o meu contributo ao teu blog se for possível...tenho 41 anos e estou farto de um benfica com letra pequena

JNF disse...

De momento não estamos a ponderar contratar ninguém. Só quando a época terminar. Mas obrigado pela disponibilidade demonstrada.

Anónimo disse...

Exactamente ! A revolta de todos nós é idêntica e tem os mesmos alvos. Agora há que fazer acontecer ! Há que mostrar que quem manda no Benfica são os sócios !

CAP CRÉUS disse...

Estou de acordo em tudo.
E sinto-me vexado!

Miguel disse...

Bom post.

Acho que LFV e JJ partilham algo em comum - foram importantes, cada um na sua medida, num determinado período da história do Benfica.

Mas o problema é que... chegaram ao limite da sua (in)competência, não têm mãozinhas para lidar, um com a grandeza do clube em termos desportivos e outro com a qualidade do plantel, e são a cara do desastre desportivo que foram estas últimas épocas.

Receio é que ambos não admitam que está na hora de sairem do clube e aí vamos ter um problema, principalmente porque hoje em dia a maioria dos sócios do SLB perderam a capacidade crítica e de exigência, especialmente depois da passagem pelo pântano que foi garndes parte da década de 90 e década de 00.

Aliás, é esta falta de exigência que nos fazem parecer LFV e JJ como as últimas coca-colas do deserto, os salvadores, quando, em termos absolutos, não são!!

Dois bons nomes para os seus lugares? Bagão Félix e Marcelo Bielsa.

Anónimo disse...

Leonardo Jardim a treinador. Esse sim tem todo o perfil para arrumar a casa. Acreditem no que vos digo ;)

Anónimo disse...

Reconheço que o LFV continua com imensas dificuldades em lidar com a vertente desportiva e tem escolhido amigos errados mas não vejo um Benfica mais fraco ou menos sólido. Em relação a todo o resto tens a mais completa razão e como o lider é ele o culpado.

Luis

RIVUS disse...

Infelizmente sou obrigado a concordar com tudo aquilo que escreve e que eu também já percebi e constatei há muito. Estupefacto, não deixo de fazer sempre a mesma pergunta: como foi tudo isto possível? E a época passada, como foi possível também? A suprema humilhação é apoiarmos os ladrões para que não nos roubem sem perceber o prazer que eles têm em nos roubar cada vez mais. Guerra! Tenho 80 anos e conheci o que foi o verdadeiro Benfica, por isso a minha frustração e desgraça são ainda mais corrosivas. Mas o que mais me dói são as humilhações que deploram o ânimo mais confiante. Acreditem que, se ganharmos a tal mísera taça da liga, me sentirei insultado pois será mais uma insuportável humilhação; a menos que fosse ganha pelos infantis do Benfica. Quando nos morre alguém a fraca consolação que poderemos ter será a de chorar e relembrar a sua memória naquilo que foi bom.

JC disse...

Muito bem, JNF. Eis uma bela foto do nosso Benfica actual.

Abraço

Anónimo disse...

Embora eu não concorde com algumas partes deste texto (embora eu compreenda que, em situações como a que vivemos, depois da derrota de ontem, seja difícil conter a raiva que cresce dentro de nós) devo dizer que está bem feito, aliás, na linha daquilo que o autor nos tem habituado.
Não posso, neste momento, alongar-me em comentários, mas devo dizer que há uma parte com a qual me identifico a 100%, quando se refere que “este senhor matou as hipóteses da concorrência” com as alterações aos estatutos. Ninguém que preze a democracia pode concordar com a última alteração dos estatutos. Parece algo menor no contexto deste final de época, mas não é. Acho que era preciso acautelar a tomada de posse do clube por oportunistas de última da hora, mas foi-se longe demais.
Há muito para comentar. Voltarei se tiver tempo.
MM

John Wakefield disse...

Fantástico texto. Está aí tudo!

Pedro disse...

Está tudo dito...apenas ressalvo que dentro do SLB as arbitragens são desvalorizadas, logo não podem ser, agora, utilizadas como desculpa. Nós, adeptos,podemos pq nunca nos calámos com elas, agora eles, os dirigentes, que nunca refilaram só têm que ser responsabilizados pelos seus erros.

Eu digo bem alto: QUEM MANDA NO SLB ESTÁ-SE A CAGAR PARA O SLB. Está sim preocupado com as negociatas no Brasil, Angola e Espanha. Está preocupado em continuar a sua ascensão na lista dos mais ricos e o SLB q se lixe. Comunicados a defender o SLB? Digam-me um...agora a defender Vieira são às carradas.

Não me conformo com a ausência de reacção enérgica perante o castigo a Aimar. Não só é a prova que nos quiseram tramar esta época como quem manda no SLB se está a cagar para tudo.

Jesus? Desde aquele abraço ao Pinto da Costa no final de ser campeão que temos tido isto.

Um patético treinador que se acha o maior mas o totó do Vitór Pereira com um ano de carreira terá o mesmo curriculo...brutal.

Anónimo disse...

Encontrei este post, depois de sei lá quantos blog´s benfiquistas, que joje ainda não escreveram uma linha sobre a miséria de ontem.
O que escreves é lapidar, eu escrevi isto a 26 de Março:

Esta equipe do Benfica é um monte (aliás uma montanha) de equívocos...já o aqui escrevi e repito, como é possível uma equipe ser campeã nacional com um lateral capaz de jogar na 1ª liga portuguesa (Maxi Pereira). Como é possível ter rotatividade entre competições, num plantel onde apenas uma posição tem mais do que dois jogadores capazes (atacantes)...Como é possível queixar-se das arbitragens, quando o presidente do Benfica apoia um ex-funcionário do FCP para presidente da federação, no ano em que...a arbitragem voltava à federação...Como é possível estruturar um plantel, em que o treinador se gaba publicamente que liga de madrugada ao presidente a pedir-lhe para contratar sul-americanos que estão a dar na TV Globo...Como é possível manter a exigência competitiva num clube, em que após ser campeão 1 ANO, o treinador chantageia a direcção a solicitar um contrato novo...mas no ano seguinte não ganha nada e não tira qualquer consequência disso. Como é possível que o presidente do Benfica altere a data de eleições, para disputá-las numa altura em que não há conclusões a tirar da tabela classificativa...Como é possível fazer o mesmo para convocar um AG que decidiu a passagem do Estádio para a SAD. Como é possível esta resignação a que chegamos, pois vamos outra vez ganhar NADA...e aturar outra vez este treinador e presidente. Rui: o nosso Benfica precisa de ti! Demite-te, prova que o Benfica está acima dessa pensão de reforma que te pagam para te calares, e uma vez de fora denuncia isto tudo. Nós, e o nosso Benfica ficaremos eternamente gratos. Fá-lo depressa pf, antes da renovação do contrato com a Olivedesportos...ou de outra maneira, é tarde demais! "

Gostava de acrescentar hoje: a diferença entre o Benfica, e o outro clube, é que mesmo ganhando o campeonato, depois de estar 5 pontos à maior, o treinador vai ser despedido! Porque todos sabem que não serve, e só foi campeão porque o Benfica é dirigido por um energúmeno.
No Benfica, depois de uma "honrosa" exibição em Stanford Bridge, coisa que esta época só umas 15 equipes conseguiram, como por exemplo o Wigan que este fds foi lá perder nos descontos...O Sr. Luís Filipe Vieira, veio à televisão no after-match, para dizer que o treinador não sai, a menos que tenha um ataque cardíaco!
ÉS UMA VERGONHA!
Claro que este treinador te convém, pois como ele diz, o sr. faz uma coisa bem feita: "potencializar" jogadores. Para quê? para ganhar títulos? Não para tu venderes ao Real, Chelsea e afins, que é o que tu fazes no Benfica: NEGÓCIOS!
Estou com o autor deste blog: metes nojo!
ass. aalto

benficaanonymous disse...

Concordo em pleno com a análise, o problema não está só no treinador.

Roubei ;)

http://benficaanonymous.wordpress.com/2012/04/10/game-over-by-eterno-benfica/

noiseformind disse...

Um dos problemas fundamentais do Benfica neste momento e que não vi no texto é o facto de termos jogadores que usam o Benfica pura e simplesmente como montra nas competições da UEFA para depois no campeonato fazerem tudo por tudo para não se lesionarem. A intensidade que Luisão mete numa partida, com excessos ás vezes é certo, é a mesma que um tipo que vem do União de Lamas e anda a ver se vai para o Atlético de Madrid? Não me parece. E depois temos a malta que pura e simplesmente foi impingida por empresários com o beneplácito do treinador. O caso Capedevila é inaceitável em termos de valorização de um ativo de provas dadas. Claro que no meu FCP temos o mesmo problema com aberrações como o Kleber e o Djalma e no Sporting é meio plantel.

Ivo Oliveira disse...

PS: Tragam um treinador ambisioso e benfiquista. Álvaro Magalhães foi adjunto do Trapatoni e foi campeão. Aquele homem tem garra de benfiquista

PR disse...

Concordo principalmente com 3 críticas;

1) Jesus não é treinador para o Benfica;

2) A inaceitável alteração dos estatutos que 'empobreceu' o clube;

3) E a mais coerente de todas; Como é possível o Benfica apoiar este presidente da FPF e esta comissão de arbitragem?

Mas não vale a pena pôr tudo em causa. Porque se as coisas não estão boas também facilmente poderão ficar ao nível do que assistimos entre 1995 e 2005. Isto é, o deserto total.

DeVante disse...

Ninguém nos respeita, essa é que é a verdade!
O grave não é oss Soares Dias, os Xistras e os Proenças nos roubarem. O grave é a disponibilidade que demonstram para nos roubarem sucessivamente. Eles têm a noção que sairão impunes, sabem que mandaremos bocas e nada mais. Lá recebem as suas frutas e continua tudo na mesma.

Levam até o bonus de serem elogiados pelos nossos dirigentes...

Eu estou farto de um Benfica frágil e desprotegido, que está sempre a ser prejudicado anos a fio com os nossos dirigentes a assobiarem para o lado quando não apoiam os dirigentes do futebol luso que contribuem para este estado de coisas...

Está na hora de LFV sair...estou farto, é a mesma merda todos os anos e nada acontece...

O Bandido disse...

È isto amigo, o Benfica é isto e nada mais.. Disseste tudo!

Nuno Pinho disse...

É como disse o MS. Para o ano, muito provavelmente, apontaremos o dedo a outro árbitro, a outro treinador, a outro patinho feio, depois do Roberto e Emerson, e, no fim, continuaremos em ponto morto. Tivemos vários defeitos - o campeão ainda mais - , mas não me peçam para embarcar nesse discurso auto-flagelador enquanto não se der uma limpeza nos viciosos bastidores do futebol português.
Nunca se deram a pensar porque é que no FCPorto até o Vítor Pereira ou o Co Adriaanse conseguem ser campeões?
Ou por que razão a equipa mais forte que eu me lembre, a jogar pelo Benfica, só foi campeã na última jornada?

Anónimo disse...

Mesmo depois de tudo que se tem passado, quando critico o vieira e o jj, tenho amigos benfiquistas que me dizem coisas como "tem juizo, preferes o vale e azevedo?". Não sei se vai haver outro candidato para disputar as eleiçoes com o vieira, mas se aparecer, não me admirava nada que ele voltasse a ganhar. Parabens pelo post pleno de lucidez e razão.

brmf disse...

"Bolas paradas marcadas sempre da mesma maneira, ou vão para longe do coração da área ou para a jogada curta [mal] ensaiada."

Não tenho as estatísticas aqui à mão, mas não devo andar longe da verdade se disser que o Benfica será provavelmente a equipa com melhor aproveitamento das bolas paradas.

Anónimo disse...

Sou Luiz Sousa
Aqui esta um comentario (algo radical) de um adepto benfiquista racional e que vê mais além do que o penalty aos 45segundos...
Parabens pela analise, pois só assim poderão fazer melhor na proxima época, ou entao continuarao a fazer os mesmo erros e usando as mesmas desculpas.

João disse...

JNF, tenho-te a dizer que tudo aquilo que eu queria dizer sobre o nosso "treinador" foi dito, brilhantemente, por ti. Excepto a parte do Rúben Amorim, que por mais besta que seja o treinador, não tem de afrontar daquela maneira a instituição que lhe paga o ordenado, só teria de treinar e pronto. O resto é outra história.

Perfeita a tua análise ao facto de nunca termos conseguido ganhar um jogo decisivo contra equipas de valor. O único jogo com essas características, foi o da vitória por 1-0 sobres os corruptos em 2009/2010, quando tínhamos a equipa dizimada, e jogou o Urreta (brilhantemente emprestado de seguida..). Só te faltou referir a suprema humilhação de termos "dado" o campeonato passado na Luz.. E a bela invenção em Liverpool (D.Luiz na esquerda) que nos fez levar 4 batatas (espectacular o facto de depois disso ter repetido a "iluminação táctica" no dragão, com os resultados conhecidos...).

JJ é um bom treinador, no que ao jogo diz respeito, eu sinceramente tenho esta opinião. Mas JJ sofre de um sério problema, de algo que é considerado um pecado capital:

"Vaidade - Conhecida como soberba, é associada ao orgulho excessivo, arrogância e vaidade. Em paralelo, segundo o filósofo Tomás de Aquino, a soberba era um pecado tão grandioso que era fora de série, devendo ser tratado em separado do resto e merecendo uma atenção especial"

João disse...

Continuação (...)

Pois é, JJ acha-se muiiito bom, acha-se melhor que qualquer um, e acredita piamente que possui o dom da infalibilidade. Ele nunca se engana, daí nunca dar a mão à palmatória, nunca assumir que cometeu algum erro. Acha que todas as suas opções são válidas e que não têm discussão. Por isso existem "Robertos e emersons", por isso existem as tácticas suicidas, daquelas que nos fazem perder jogos. A sua cegueira é tão grande que acredita que esmaga qualquer adversário, bastando para isso "difundir os seus conhecimentos". Não interessa se temos 4 no meio-campo, ou 3 ou 2, ou nenhum. Vamos esmagar... -nos. Foi isto que aconteceu sistematicamente, ao longo de 3 anos.

Depois de 3 épocas, o que é possível retirar de JJ no Benfica:

- Futebol vertiginoso de ataque;
- Equipa não sabe gerir um resultado;
- Jogos em sobressalto;
- Jogadores espremidos até ao tutano;
- Péssima condução de homens;
- Teimosias individuais inenarráveis (emerson, roberto, os casos mais evidentes)
- Grande Di Maria e Ramires;
- Criou um DE de eleição;
- Declarações do âmbito twilight zone;
- Benfica só sabe jogar de uma maneira;
- Invenções tácticas;
- Invenções tácticas;
- Invenções tácticas.

Continua(...)

João disse...

Continuação (...)

O jogo de ontem é exemplar:
- Dois centrais que manifestamente não estavam em condições de jogar;
- Emerson em campo??????!!!!!!!!
- Os outros treinadores sabem como o Benfica joga, desde o ano do título, e não custa nada anular-nos;
- O sportém ontem jogou de uma maneira tão simples que até dói. Era visível, especialmente na 1ª parte o que eles faziam. Fechavam muito atrás, e deixavam espaço sempre no raio de acção do emerson (sempre!!!). Para quê? Para ele receber a bola, e estragar todas as jogadas em que interviu. Impressionante! Mais ninguém viu isto?! Não é possível, era tão óbvio, grande jj…. E depois era pontapé para a frente e aproveitar a péssima condição física dos centrais.
- Já não há mais nada a dizer sobre o jogar sem meio-campo, por parte do Benfica. Não é possível ter um “cego” a treinar-nos. Não dá. Ainda por cima, para pôr um jogador que “fechou a loja” na Rússia.
- Quando, a 20 minutos do inicio da partida, vi as equipas iniciais, escrevi no meu facebook que ou muito me enganava, mas aquilo ia dar para o torto. Que jogar sem meio-campo ia destruir o futebol do Benfica, e que o emerson seria claramente, mais uma vez uma vergonha. Tenho muita pena, mas não me enganei..
- Em Londres, houve um jogador que fez uma exibição fabulosa: Matic. Qual foi o seu prémio? Não jogar. Houve outro que nos mostrou o que é jogar com 11: Capdevilla. Prémio? Ser preterido em detrimento de um pino..
Sem Aimar, havia alguma coisa para inventar? Alguma dúvida? Javi a 6 (embora ontem tivesse sido um jogo para esquecer) Matic a 8, Witsel a 10, B.César e Gaitán nas alas (convinha que fosse o Gaitán modo Champions….). Mas não, toca a jogar sem meio-campo..
- Intervalo: sai Rodrigo (boa aprendeu) entra Djaló (foda-se?! Ainda não aprendeste que não tens meio-campo e que sem ele não ganhas?!)
- Sai Javi (boa, entra o Matic!) entra N.Oliveira (foda-se e o meio-campo?! Ainda não viste isso?!?! É isso mesmo, põe o Witsel lá para trás…)
- Sai Gaitán (entrou? Boa entra Matic, Witsel sobe, finalmente Djaló vai para algum lado, para a direita ou esquerda e deixa de andar por lado nenhum perdido!) entra Nolito (não acredito nisto?! O homem não sabe que existe uma coisa chamada meio-campo)
- O sportém continua a humilhar-nos e o Artur a fazer uns milagres…

Continua(...)

João disse...

Continuação(...)

Fim do jogo:
Pensei sinceramente que iria estar muito mais fodido que aquilo que estou. Surpreendido comigo mesmo. Porque é que isto acontece? Fico intrigado, e procuro resposta:
Já sei! Quando somos humilhados por este sportém, quando o nosso melhor jogador em campo é o GR, quando uma equipa que não tem 1% de margem de erro para ser campeã e joga desta maneira não há Artur Soares Dias que me alivie o resultado e me faça explodir e me deixe louco. Parece um contra-senso mas não é. Fomos prejudicados com um penalti claro logo ao minuto 1, o que iria mudar o jogo, mas depois não fazemos nada, NADA!!!!!, para tentar virar o nosso destino, então não temos perdão e merecemos não ser campeões. Podem vir-me falar dos árbitros, e com razão. Mas nós não merecemos. E isto deixa-me resignado. Não me deixa furioso! Preferia de longe estar aqui doido, possuído, em fúria, era sinais que tínhamos sido vítimas de um “árbitro profissional”. Mas não, fomos vítimas da besta que nos treina, da sua soberba! Quando é assim, não vale a pena….
Temos um “lunático” a “treinar” a equipa, ontem foi só o ponto de exclamação que faltava.

Por mim, JJ saía já! O que mais me doeu ontem foi ver a nossa equipa perder merecidamente, sem honra. E como a cereja no topo do bolo, “tenho” de ouvir o nosso “treinador” dizer que o jogo foi equilibrado, ocasiões de golo semelhantes, que o Benfica não foi inferior. Quando lhe fazem perguntas sobre a (péssima) condição física dos jogadores, diz logo que não é nada disso. Ele não admite os erros!!!! Nunca!!!
É este cego que claramente não vê os jogos onde participa que tem de nos orientar os jogadores? Isto é possível? São declarações de alguém que é desequilibrado mentalmente ou de quem sabe bem o que quer……………..

PS: ter de ouvir o inefável Eduardo Barroso (dizer com razão!!) que as declarações do JJ mostram o quanto ele não serve para treinador do Benfica é perturbador e deprimente. Aquela alminha acertou na mouche!

Final(!!) :)

xirico disse...

Belo texto que subscrevo.Realmente um bacoco este JJ.No fim do jogo sai a rir com o João Pereira.Dass.Vá-se rir para outro lado.

Anónimo disse...

Muitos parabéns pelo comentário lucido, esclarecedor e objetivo.

Quero apenas acrescentar que a situação a que chegámos a denunciei quando perdemos os primeiros pontos de vantagem em Guimarães.
É profundamente deprimente suportarmos um "asno-catedrático" culpabilizando terceiros pelo filme de horror que nos proporcionou, juntamente com um conjunto de rapazes(não se lhes pode chamar outra coisa) que se juntaram depois de uma noitada, para dar uns pontapés na bola.
Depois de Guimarães, escrevi neste mesmo blog que se não se demitisse deveria ser corrido de imediato esse "asno-catedrático", uma vez que a vertigem para o abismo era evidente.
Restaria assim, tempo para preparar a próxima época e(sendo eu treinador!?)não conseguiria por certo resultados tão miseráveis.

Segundo as minhas recordações, este "asno-catedrático"conseguiu até hoje bater todos os recordes dececionantes.
Este indivíduo não merece que se perca mais tempo nas análises, porque o clube Glorioso ainda o há-de voltar a ser. Benfica...Sempre!!!!!!!!!!

JNF disse...

Pedro Gama(1), SLB4EVER(2), MM(3), Pedro(4), De Vante(5), brmf(6), João(7):

1 - Michel Preud'homme, ou outro qualquer, não servem porque o Benfica é dirigido por perdedores, incompetentes e trafulhas. Gente que se importa mais consigo que com o clube. Com este presidente, continuaremos uma incineradora de treinadores. Quanto aos estatutos, só pode ser presidente um sócio com mais de 25 anos consecutivos de filiação e com mais de 42 anos de idade, sendo que um sócio com 20 anos de filiação tem direito a... 50 votos! 50!!!

2 - Esse é o problema. Os benfiquistas são/estão mansos. Adoram um pateta qualquer mesmo que esteja na cara que é um aldrabão e um incompetente. Basta ver quanto é que o Vale, mesmo depois das falcatruas, teve nas eleições de 2000.

3 - Não se trata de acautelar a entrada de oprtunistas no clube, mas sim acautelar a entrada de MAIS oportunistas no clube. Parecendo que não, a diferença é gigantesca.

4 - Muito bem observado, especialmente quando dizes "Comunicados a defender o SLB? Digam-me um...agora a defender Vieira são às carradas.". Ora aqui está um exemplo, sobre o que aconteceu após a conquista do campeonato de 2011 pelo Porto na Luz: http://eternobenfica.blogspot.pt/2011/04/nas-ultimas-72-horas.html

5 - Mais que sair impunes, eles saem beneficiados!! Olha para os nossos árbitros internacionais de primeiro plano nos jogos europeus: Benquerença, Proença, Duarte Gomes, Jorge Sousa e Soares Dias. Só rir, isto é inacreditável.

6 - Mostra lá então essas estatísticas.

7 - Excelente análise. Mas quanto ao Amorim, o que importa reter é o seguinte: estas situações evitam-se. E Jesus NÃO QUIS evitá-la, provocou-a!

Manuel disse...

Antes de tudo, uma declaração de interesses que se impõe: Sou Portista.

Dito isto gostaria de dizer que na minha opinião, estamos perante uma verdadeira e correta análise que independentemente de ser da autoria de alguém que não é do meu clube merece, da minha parte, imenso respeito pela clarividência que demonstra.

Sou Portista, muito graças ao meu querido e falecido Pai(em circunstâncias algo rocambolescas), que era um verdadeiro Benfiquista e ainda me lembro da alegria com que colecionava o jornal do Benfica ou do orgulho em se deslocar a Lisboa para receber a Águia de Prata.

Sem ofensa para ninguém em particular quase que me atrevia a dizer que o meu querido Pai é, apesar de não estar entre nós, mais Benfiquista que uma grande parte da massa adepta do Benfica.

Ao ler o seu artigo, lembrei-me dele.....por isso o meu obrigado

Anónimo disse...

Basta haver uma crise de resultados para que alguns dos oportunistas de que eu falava começarem a aparecer e a opinar sobre a atual situação do Benfica.
José Veiga é um deles. Deve ser tão benfiquista como portista ou outra coisa qualquer! A última vez que ouvi uma notícia sobre ele, estavam a levar-lhe os bens de casa, penhorados pelo fisco!
Outro é o António Figueiredo que, na direção de Manuel Damásio, exercia, se bem me lembro, as funções de diretor desportivo. Se a memória também não me engana, o Benfica não ganhou um único campeonato nacional no período em que Manuel Damásio esteve à frente da equipa (a não ser logo no ano em que tomou posse, mas a equipa já vinha da direção anterior presidida por Jorge de Brito). E, pior do que isso, com Artur Jorge como treinador, arrumaram por completo com a equipa do Benfica que tinha sido campeã, graças à contratação de jogadores de segundo plano. Foi a partir dessa altura que se acentuou o domínio do Porto no contexto do futebol nacional. Portanto, quando se fala de crise, é preciso conhecer-se um pouco a história do nosso clube para não se cair em situações de descalabro total, como sucedeu nessa altura e na presidência seguinte de Vale e Azevedo. É esse o meu grande receio.
E quanto a entradas e saídas de treinador e presidente manda a prudência, agora um pouco mais recomposto da derrota em Alvalade (embora não tenha sido em Alvalade que a situação no campeonato se tornou grave, mas sim em Guimarães, em Coimbra e na Luz contra o Porto), que só deva falar no final do campeonato.
MM

Anónimo disse...

RETIFICAÇÃO:
Quando disse “…no período em que Manuel Damásio esteve à frente da equipa” queria dizer “…no período em que Manuel Damásio esteve à frente do clube”.
MM

JNF disse...

MM,

sem falar do Veiga, sobre o qual já disse muita coisa, e falando sobre o Vieira:

o das orelhas foi sócio do Porto durante 24 anos. 24 anos, foda-se. E também foi DD, como o Figueiredo, tendo conseguido um... quarto lugar. Palmas para isto.

Miguel A. disse...

Excelente análise, JNF. Subscrevo por inteiro. Abraço.

GR1904 disse...

Abordaste vários assuntos importantes e considero que os cumprimentos e abraços ao Bruno Alves é um exemplo daquilo que não se deveria passar no SLB. O actual estado do Benfica tb começa por essas pequenas e simples coisas.

Aparte isso, só queria dizer que, antes de haver os blogs, os facebooks e quejandos, ou seja, antes de haver a internet como a conhecemos hoje, os adeptos eram mais militantes, mais activos, mais presentes, mais contestatários. Hoje contesta-se tudo na net e não se contesta nada, rigorosamente nada, no campo. Dantes faziam-se esperas aos árbitros, aos próprios dirigentes se assim fosse caso disso, aos jogadores quando perdiam desonrosamente, aos adeptos rivais para meter medo. Dantes havia militância activa. Hoje toda a gente milita na net sem mostrar o descontentamento físico, ao vivo, em tempo real a quem de direito. E assim, os dirigentes agradecem, a SAD agradece e o Benfica irá continuar a ser o benfiquinha do Vieira. Cada vez mais longe do Benfica que, claramente, ele não conhece.

Carlos. disse...

JNF. Compreendo a tua revolta,mas perdeste a razão quando chamas carneiros, a seres humanos, que se calhar são tão benfiquistas ou mais do que tú, não chames mais nomes aos benfiquistas, já não basta, aqueles lá de cima do norte e as lagartixas, quanto mais agora o jnf, pensava que tinhas reparado, nas arbitragens, pensei que tinhas reparado nas cassetes com as gravações,com o fim de quê? para aquele MISERÁVEL lá da AGREMIAÇÃO do norte, prejudicar o nosso SLB, isso sim, ou agora é tudo mentira? Agora, se calhar, já ninguém se lembra, como foi encontrado o SLB?!!! Agora se calhar, já os árbitros não nos roubam,ainda nem repararam, que na turma do norte, são campeões, até com um porco no banco!!! Mas enfim, este ser humano, está como os políticos, querem colocar o SLB, como o PAÍS está... Concordo contigo em poucas coisas, uma delas eu sei, mas dizer mal das pessoas, só por dizer, é mau. Agora, concordo contigo em relação ao tempo de sócios e poder presidir, pensa um pouco... e verás que não é bem assim, pensa é em destruír, a MÁFIA PODEROSA, que está instalada no FUTEBOL,e, contra o nosso SLB, isso sim. Agora erros, toda a gente comete,quanto ao nosso Álvaro de Magalhães,esse grande benfiquista com o coração do tamanho do MUNDO, isso sim, concordo cegamente. Saudações benfiquistas e um abraço.Viva os DIABOS VERMELHOS.

slb1958 disse...

O que se deve esperar de 1 treinador do SLB?, Competência!.
O que se deve esperar da presidência do SLB?, Uma estratégia clara e sem zigue-zagues ao sabor do vento!

Genéricamente concordo com o que dizes, sinto que estás certo. No entanto a 1ª parte do teu post revela um LFV, com estratégia, inteligência e competência, pois claramente conseguiu atingir os seus objectivos, o controlo do clube. Ora parece-me existir aqui um contracenso, porque me parece que LFV não tem essa capacidade.

cumpts

nunomaf disse...

Alternativas? Onde? Será que ninguém percebeu que as eleições estão ao virar da esquina? Ainda está tudo à espera de Outubro?

Não percebo... Multiplicam-se os posts contra a actual gestão do Benfica e da equipa de futebol, mas alternativas efectivas não aparecem.

A obrigatoriedade dos 15 anos de associado não deveriam ser impeditivos de aparecer uma alternativa pois não? Então ela que apareça para nós a podermos debater.

Até lá estamos entregues ao nosso desespero, por ver tudo a fugir-nos entre os dedos mais uma vez.

nunomaf disse...

As eleições são em Outubro como é óbvio...

Jotas disse...

Completamente em desacordo, este Benfica em nada se compara ao de um passado recente.
É inegável que este Benfica está melhor que num passado muito recente, em que nesta fase da temporada andava sempre sem discutir nada, parece que se esquecem que o Benfica andou 20 anos a deixar-se atrasar para a concorrência, por esse motivo não se pode exigir que em meia dúzia de anos se volte a ser o que era, há que dar tempo e cimentar um projecto a instabilidade do passado foi o maior inimigo do Benfica e eu não quero mais esse passado.

JNF disse...

Carlos(1), slb1958(2), nunomaf(3):

1 - Esse discurso vai durar mais quanto tempo? Um ano? Cinco? Cem? Vieira trouxe coisas positivas ao clube. Mas também trouxe muita coisa negativa. Neste momento, não pode dar mais ao Benfica, não tem capacidade para tal.

2 - Sim? Onde? Sinceramente, nao vejo isso.

3 - Aparecerão a seu tempo, creio eu. E não são 15 anos para se ser presidente, são 25, ininterruptos e a partir dos 18 anos.

nunomaf disse...

Erro de "teclagem"... E sinceramente sem alternativas não auguro nada de bom se enveredarmos por iniciativas de "terra queimada".

Reconheço a validade da tua e de outras opiniões, mas continuo a dizer que o Benfica este ano ainda pode perder mais do que o que tem a ganhar e ninguém ainda pensou nisso.

Daí o meu silêncio quanto a estas coisas no belovoardaaguia. Está-me a custar estar calado mas vou fazê-lo até que tudo esteja decidido.

Depois, teremos todos de trabalhar em conjunto para salvar o Benfica da asfixia desportiva em que se encontra. E dizer o que for preciso para que se encontre um alternativa para o Benfica e não contra Vieira.

Não admito que se rotulem as pessoas por elas terem uma determinada opinião. E não serei eu que estarei contra uma mudança caso ela seja válida. é a minha obrigação enquanto sócio analisar todas as propostas que sejam feitas para o melhor futuro do Benfica. Deveria ser a de todos, mas parece-me que nos falta mobilização para tal.

Tudo o que for feito em cima do joelho, apenas vai tornar maior a margem de erro. E poderemos vir a criar um novo rei sol como muitos já lhe chamam.

nunomaf disse...

Por acaso quando comentei esta manhã não tinha visto o último post do blogue.

:D

JNF disse...

nunomaf,

concordo, o Benfica só tem coisas a perder este ano: a Taça da Liga para uma equipa que é obviamente mais fraca e o segundo lugar que agora nos pertence.

Quanto às alternativas, contra Vieira, pelo Benfica, chama-lhes como quiseres. Eu quero alternativas e boas de preferência, porque se estiverem tão mal organizadas como no passado recente (por culpa do Kim Jong-Il do Bairro das Furnas, é certo) não recebm os meus votos.

nunomaf disse...

LOLOLOL

"Kim Jong-Il do Bairro das Furnas"

:D