terça-feira, 3 de abril de 2012

Ontem vi-te no Estádio da Luz... e estavas calado

Não é na internet que se apoia o Benfica, com textos bonitos e elogiosos sobre as fabulosas exibições de Emerson, mesmo quando ele enterra a equipa até ao pescoço. Apoiar é no estádio. E o que vi no Estádio da Luz contra o Sporting de Braga deixou-me perplexo. Num jogo decisivo, numa altura importantíssima do campeonato, dos 49 mil que se deslocaram à Luz, pouco mais de 10.000 estiveram à altura das circunstâncias.

O público não esteve com a equipa. O público não apoiou os jogadores. O que estavam as pessoas a fazer no estádio? Um frete? Um favor a alguém? Porque é que foram, mesmo? Se há falta de dinheiro, para quê estragá-lo num jogo do Benfica, onde ficam em cadeiras de plástico, ao frio? Sim, sim, "cada um vive o Benfica à sua maneira e blá blá blá", mas aquilo não era "viver o Benfica", aquilo era estar num funeral! Uma pessoa solta um palavrão e "aqui d'el rey" que há criancinhas e senhoras e temos de ser sensíveis. Não gostam? Vão à ópera. Quem foi à Luz testemunhou o ambiente lúgubre que se viveu no Estádio. Inacreditável.

E quem não fez melhor foi o speaker. É [quase] certo que o senhor só estava a cumprir ordens, mas... esta gente não pensa? Além de ser ridículo usar a instalação sonora do estádio para incentivar adeptos e/ou jogadores (como se faz no Restelo, Alvalade e... Braga), é condenável com uma multa (500 a 1000 euros, penso). Ainda se resultasse... mas nem isso. O público tomou Xanax antes de entrar para o estádio. Houvesse mais gente como este maluco e a Luz seria um local bem mais fácil para o Benfica jogar e ganhar.

P.S. "Parecem peixes debaixo de água"?

20 comentários:

Anselmo Damásio disse...

Vai ao Estádio quem pode. Por exemplo eu vivo a mais de 100 kms e não posso assistir a todos os jogos. E até Dezembro passado estive no estrangeiro.
Se vivesse em Lisboa, ou nos arredores de certeza que tinha um red pass e ia a todos os jogos.
Mas tb existe vida além do futebol.

SAUDAÇÕES GLORIOSAS

JNF disse...

Claro que sim, há gente que não tem disponibilidade pelo local onde vive ou por questões financeiras, mas Lisboa e arredores têm cerca de 2 milhões de pessoas. Devia estar sempre cheio.

Red Sniper disse...

Segundo dizem as estatísticas oficiais da LPFP,o SLB lidera na Liga Sagres com 566.785 espetadores seguido pelo FCP com 444.020 e o SCP com 402.839 ,na Taça da Liga continua a liderar com 62.600 espetadores seguido pelo FCP com 43.122 e o SCP com 41.241.
No ranking de espetadores por jornada,os jogos disputados pelo SLB lideram até ao 4º lugar, e até ao 20º ainda conseguem um 6º,um 9º,um 11º,um 16º, um 17º. O FCP consegue o 5º lugar no ranking exatamente no jogo que disputou com o SLB.
Em tempos de vacas magras, diria que melhor é muito difícil ...

PMM disse...

Pois JNF não apoiaram, ou melhor apoiaram aplaudido de pé um jogador adversário e passado 1 minuto sairam do Estádio. Isto é que é Benfiquismo????? Não sei, deve ser mas eu não me revejo nele. Estive como sempre até ao fim sempre a apoiar, sempre a gritar, o golo do Heroi Cesar foi dos mais saborosos dos ultimos anos.
Quanto ao Speaker, enfim... é esquecer para a vergonha não ser maior.

POC disse...

É profundamente lamentável o Estádio não estar sempre lotado. Sei que existe crise e muitas outras questões. Mas também sei que uma boa fatia de benfiquistas são apenas de ocasião. Entristece-me.

Estou sempre presente. Felizmente posso.

Benfiquista do norte disse...

Pior do que o publico foi mesmo a claque. Por amor de deus, contra o beira-mar não se calaram e contra o braga pareciam mudos. Lastimável.

Anónimo disse...

Devo dizer que até os espectadores afectos à ditas claques (que parece que não são claques) estiveram aquém do habitual.
Ir ver os jogos e apoiar a equipa não é dizer meia dúzia de asneiras, algumas delas dirigidas aos nossos jogadores, que só quem está por perto é que consegue ouvir. É participar nos slogans, nos cânticos, nas palmas, etc.
Acho que nem em casa a ver o Benfica consigo estar tão apático.
Em geral, falta muita cultura desportiva aos portugueses. Há quem prefira apupar um ou outro jogador adversário ou da própria equipa, do que gritar pela própria equipa. Parece que gostam de se evidenciar pelas alarvidades que dizem.
E o que me admira é que os adeptos benfiquistas que se deslocam aos outros estádios do país ou mesmo da Europa conseguem, muitas vezes, apoiar mais equipa (e ainda bem!)do que aqueles que vão ao estádio da Luz!
E nem o desespero do speaker conseguiu produzir qualquer efeito.
Agora nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Ou seja, nem apáticos, nem lunáticos (para não dizer outra coisa) como o do “peixe debaixo de água”.
MM

JNF disse...

PMM(1) e MM(2):

1 - infelizmente, a saída prematura é uma situação recorrente e incompreensível. Quanto ao Nuno Gomes, falo no post a seguir.

2 - Verdade, estiveram muito aquém. Tal como aconteceu contra o Porto. E se calhar, esses poucos adeptos que se deslocam com a equipa pelo país ou pela Europa, conseguem um apoio muito maior por serem mais "fanáticos" mesmo sendo menos, ou por não terem a oportunidade de ver o Benfica tantas vezes. Quanto ao senhor Parreira (o do vídeo), claramente vê-se que tem um distúrbio (e uma aliança no anelar... Jesus...). Mas um bocado de vontade para apoiar fazia falta a muitos adeptos, de certeza.

vanda disse...

Eu cá serei sempre a maluquinha lá no meu sector que passa o tempo a cantar e aplaudir. Vou ao futebol desde bem miúda e sempre irei como para uma festa, o resultado enfim é sempre um de 3, e sempre assim será goste-se ou não.
Quanto aos NN, eles sim são incansáveis, desculpem mas que lhes seja feita justiça. Por vezes até tenho saudades dos tempos do estádio nacional onde ficava sempre junto deles...

MS disse...

Muita gente vai ao Estadio para "ver" o Benfica e nao necessariamente para "apoiar" o Benfica. Cada um vive os jogos de maneira diferente - alguns exteriorizam o que sentem, outros interiorizam e, como eu, preferem ver os jogos sozinhos. Nao acho que venha daqui mal nenhum, sao tao benfiquistas uns como outros, tem igual direito de ir ao Estadio ver ou apoiar ou apenas sofrer; e uma decisao pessoal, imediatamente decorrente da inquestionavel liberdade de cada um.

joão bobe disse...

JNF, há muitos anos que vou ao estádio e nunca vi o speaker ter este género de atitude e raramente vi as pessoas tão caladas... Sinceramente, acho que a artificialidade do entusiasmo do speaker condicionou o entusiasmo que naturalmente se gera nas bancadas.

Luís disse...

Os grandes responsáveis pelo silêncio foram os No name , enfim ...
Vou ao estádio todos os jogos da liga e a verdade é que este jogo era crucial e as pessoas estavam expectantes pelo golo. O silêncio parece-me normal devido ao momento do Benfica .
As pessoas vão ao estádio para ver o espectáculo e não para cantar , no entanto , a verdade é que a equipa merecia melhor apoio.

Ricardo disse...

Concordo, claro.

(Espero pelo cheque de direitos de autor na próxima semana)

Anónimo disse...

Boas,

concordo com tema do post e tb acho que o público esteve mais calado e apático que o costume. Apoiar o slb é algo natural e em mais de 30 anos a frequentar a luz, ambas as catedrais, nunca assobiei um jogador nosso e deixei de chorar ao ouvir o piçarra com o meu puto e ele, desde muito pequeno já sabe a grandeza e a paixão que o slb representa para nós.

Mais frio que a temperatura de sábado, estavam os corações dos adeptos que deixaram de acreditar na equipa com o passar dos minutos...

A atiude do speaker é lamentável e não se pode critar outros e depois fazer igual. esta direção do slb é assim, "estranha"

Mas ainda assim não posso deixar de discordar com o seu exemplo do adepto que podemos aceder pelo link no post. Porque, "aquilo" não é nem pode ser o exemplo do adepto do glorioso. aquilo é...aquilo. Apoiar, na minha modesta opinião, não é aquilo. Cruzes canhoto...

Abraços do 177329

JNF disse...

MS(1) e Ricardo(2):

1 - Eu percebo que haja uns mais entusiastas e outros mais comedidos, mas aquilo que vi no jogo com o Braga não era comedimento. Era letargia. Já vi tartarugas mais expressivas.

2 - Espera da mesma forma que esperas na Loja do Cidadão. Com muita paciência e... sentado.

Anónimo disse...

Em Alvalade o speaker fala durante o jogo ? Fala. Para anunciar as substituições.

SL

V de Verde.

JNF disse...

V de Verde,

o speaker ou as claques não utilizam o sistema sonoro durante os jogos?

MS disse...

Em Alvalade nao e o speaker; tem e eco por ser uma casa de banho.

Anónimo disse...

Boas JNF, as claques usam megafones, o speaker usa as colunas do estádio mas não durante a partida como li algures no post. Isso é aliás vedado pelos regulamentos segundo sei. Já quanto ao que se passou no último jogo do Benfica com o Braga li aqui e noutros blogs do Benfica que tinha havido qualquer coisa com o speaker ( falou para o público durante o jogo ? ) mas não percebei bem o que foi. Apesar de tudo concordo plenamente com o que aqui se disse em traços gerais: é triste vermos o nosso clube jogar em casa e assistir a um estádio com milhares de adeptos calados. Durante os 3 ultimos anos assisiti diversas vezes a isso em Alvalade e é muito mau.

SL

V de Verde

JNF disse...

Se o dizes...