segunda-feira, 21 de maio de 2012

Foi assim que aconteceu


Na época de 2011/2012, o Benfica viveu uma autêntica montanha russa de expectativas, emoções e resultados. Foi um ano inesquecível pelo pragmatismo evidenciado até certa altura, pelas loucuras do treinador, pela soberba do presidente e por mais uma época que terminou em desilusão. Foi assim que aconteceu:

O Benfica vinha de uma época completamente arrasadora. Não para os adversários mas para o próprio clube e seus adeptos. Frustrações atrás de frustrações, tentou-se racionalizar a perda de mais um campeonato e o falhanço inacreditável na Taça de Portugal e na Liga Europa. Exigiram-se explicações, ouviram-se os primeiros ruídos de contestação, mas nada foi explicado aos benfiquistas sobre mais uma época falhada. E eis que começa a silly season. Os rumores sobre transferências são muitos, sugerem-se atletas, pedem-se craques, clama-se pela resolução de um caso que há muito se arrastava e que se temia que pudesse acabar da pior forma para o Benfica. Analisam-se reforços e há ainda e sempre a tradicional entrevista insonsa de fim de época do presidente. Temos várias novelas de verão, mas há uma Gabriela que é sempre melhor que as outras, apesar de ter tido concorrência forte. E defeso não é defeso se não ocorrerem certas situações: o já tradicional arremesso de areia para os olhos dos sócios, Luisão a pedir para sair, contratações de indivíduos não-benfiquistas e de qualidade duvidosa e a arrogância de uns quantos atrasados mentais que acabam por ter de comer as suas palavras no fim da época. Em nota de rodapé, o Benfica faz questão de referenciar que o seu capitão não renovou contrato, acabando dispensado. É assim que se tratam os símbolos e referências no Benfica actual. No meio de tanta indefinição e de tanta asneirada feita, é normal que os adeptos demonstrem preocupação. O melhor (ou menos mau) seria ver a bola começar a rolar, mas nem assim se conseguiu afogar mágoas ou afugentar os fantasmas dos maus inícios de campeonato. Mas as coisas começam a compor-se: despacha-se um trambolho num negócio pouco claro, os jovens dão cartas na Colômbia e entramos na fase de grupos da Champions League. Poderiam as coisas começar a entrar nos eixos? Podiam. E iriam...

O Benfica arrancou para uma excelente fase do campeonato, conseguindo um empate importante e tratou de algumas colocações que pareciam de difícil resolução. O plantel parecia bastante completo, mas, inexplicavelmente, nem todos os atletas contavam para Jorge Jesus. As contratações de verão, mesmo as mais duvidosas, revelavam-se acertadas, e até mesmo a Champions League, onde o Benfica falhara na temporada anterior, corria de feição, com a qualificação a ser assegurada num dos mais míticos estádios da Europa. No entanto, não foi por estarmos em maré alta que se deixou de avisar quais eram as prioridades e quais os perigos que estavam à espreita. Não é por ganhar que tudo está bem, há sempre coisas que podem e devem ser melhoradas, e bem se avisou o que poderia aí vir. Ainda assim, numa fase complicada da temporada, o Benfica assegurou uma vitória importantíssima que cortou o momentum do Sporting.

Dezembro chegou e com ele voou o sonho de marcar presença no Jamor. E com o Natal chegam os rumores e problemas, provocados por infantilidades de jogadores e por uma má liderança de Jesus. Dentro de campo, o Benfica vai ganhando e cimentando a liderança. Fora de campo, questões importantes se levantam. E quando tudo parecia indicar um fecho de mercado tranquilo, eis que um turbilhão de reviravoltas acontece e prejudica, em muito, o Benfica. Amorim para Braga, Enzo para a Argentina, Djaló na Luz e mais um par de botas. Mas quando o Benfica vai à frente, não se pode perspectivar que vem aí uma tempestade, que se é logo acusado de ser mau benfiquista. Dito e feito, a paixão pelo risco falava mais alto. Faz-se uma análise racional, mas a irracionalidade persistiu na cabeça do treinador, levando-nos ao dia do Juízo Final. Nem Michelangelo pintaria tal quadro. Mas ao contrário do que sucede na obra de arte do artista renascentista, aparece o diabo. Atenções viradas para a Champions, a memória não persistia na cabeça de Jesus. Ainda assim, superada a loucura, atinge-se o Zenit, conseguindo um dos grandes objectivos da época. Munch não dava o grito e da Luz só se ouvia um silêncio ensurdecedor. Entretanto, Jesus parece querer esticar a paciência dos adeptos, mas os seus defeitos são postos a nu. Joga-se mais uma final, que o Benfica vence à tangente num jogo emocionante, mas...

Mas foi sol de pouca dura. Foi em Alvalade que a brincadeira terminou, dando o mote para o aparecimento das primeiras críticas públicas, seguidas da campanha da Travessa da Queimada, voltando ao descontentamento, desta vez anónimo, com lamirés daquilo que pode vir a ser o futuro. A Taça da Liga não é mais que um mero anestésico local: quando deixa de fazer efeito, a dor volta. Apela-se a que os benfiquistas abram os olhos, pede-se para ver quem mina o clube, mas nada parece resultar. Intramuros, a situação parece tumultuosa: o responsável por um tacho qualquer descose-se, o parasita faz um apelo à sportinguização, que ele tão bem conhece, e houve quem tentasse meter a foice em Fernando alheio. A direcção dá mostras da sua pequenez, enquanto alguns benfiquistas procuram um salvador, um homem íntegro e de espinha direita, que possa inverter o rumo da nossa História, que leva muitos ao desespero. E o Gustavo encontra um dador. Haja algo de positivo, porque todas as histórias deveriam ter um final feliz.

P.S. Gostamos de honrar os nossos compromissos, mas quando nos aparecem 3(!) A.A. Matos diferentes no mail a pedir, com justificações válidas, para anunciarmos o nome do dito... hmmm... hmmm...

20 comentários:

Anónimo disse...

"quando nos aparecem 3(!) A.A. Matos diferentes no mail a pedir, com justificações válidas, para anunciarmos o nome do dito"

O retrato do chico-espertismo muito vincado aqui no burgo à beira mar plantado.
Em coisas elementares como estas se vê a educação e o respeito de um povo.

Adérito disse...

mais um fim de semana negro.
derrota em casa com o Porto nos iniciados e nos basquetebol.
Campeonato de Juvenis também foi à vida.
muito mau.

Anónimo disse...

sinceramente...o que me está a custar mais neste fim de época (e nunca pensei dizer isto) não são as derrotas do Benfica, em tudo e todas as competições (aposto que 4ª feira vai ser outra noite de lágrimas para mim)...o pior mesmo, o que me mata por dentro. É não haver esperança, e essa para mim só poderia vir na forma de uma alternativa para Outubro.

Como é possível não haver ainda um rosto, que personifique tudo o que os Benfiquistas sentem, e está bem visto nas dezenas de blog´s que leio?

Por favor...alguém...

E se não há senadores...então que seja gente nova (bem sei que com o golpe estatutário do presidente golpista é mais dificíl); mas veja-se o que aconteceu nas eleições do sporting. É preciso é alguém com benfiquismo...o resto, o tempo, o trabalho, a humildade e a cumplicidade da nação...hão-de trazer até à Luz.

Que se acenda a esperança...por favor!

ass. aalto

APA disse...

É...foi assim mesmo! O mais triste é mesmo olhar em volta e ver os benfiquistas conformados sem noção de que o Glorioso é NOSSO, dos sócios e dos adeptos. Não percebo a areia nos olhos que teima em não sair. Lavem a cara CARALHO!! ACORDEM!!

JNF, acho que no 1º parágrafo queres dizer "época 2011/2012".

Rui Sérgio Guerra disse...

Boas, JNF e benfiquistas,

Caro JNF,

Quanto ao teu post,
subscrevo-te em absoluto!
Ainda que O N/ AMADO SLB PRECISE URGENTEMENTE DE, COM COMPETÊNCIA, RESPONSABILIDADE E AMBIçÃO,... RENASCER EM TERMOS DE GESTÃO DESPORTIVA..., (em Futebol e não só!), reconheço que temo pelo comodismo de muitos BENFIQUISTAS DE VALOR E DIGNOS para o futuro do Clube...,
... pelo que creio, nos espera...
... + UMA(S) ÉPOCA(S)...DO MESMO!

P.S.:

JNF, já percebemos, e isso era de algum modo expectável, que no pressuposto de "não estares na tanga" c/ "as estórias Trein. e Direitos TV", (*), dificilmente irias... ABRIR O JOGO!

Confiando nas tuas palavras, (*), e respeitando o teu voto de silêncio a... QUEM DE DIREITO...,
responde P.F. apenas e só "SIM ou Não" a estas 2 questões:

1 - O SLB vai mudar de Treinador de Futebol, nesta "silly season"?

2 - O SLB vai mudar de "parceiro TV", nesta "silly season"?

Abraço,
RSG

Anónimo disse...

O Rui Santos diz que não vai haver acordo com o olibeiredo...
Qual era mesmo o valor do contrato?

JNF disse...

APA(1) e RSG(2):

1 - corrigido, muito obrigado.

2 - Respondendo às questões, poderia estar a dar as duas respostas directamente, pelo que não o posso fazer.

Luis Rosario disse...

Bom Post JNF!

Abraço

Olho Gordo disse...

Com tanta gente discontente, é de admirar como é que não se juntam, reunem assinaturas, escolhem um representante e dão um rosto a esta marcha dos desalentados.

Mas isto de pouco ou nada adianta. O nosso problema vai para além da estrutura e da Direcção. O Pápa do Norte não se limitou a estender os tentáculos pelos organismos chave do futebol. Criou todo um modo de estar. Uma UNIÃO em volta de conceito, de uma administração e de um símbolo... o do Dragão. Aconteça o que acontecer, ganhem ou percam, confiam no seu chefe máximo e não lhe viram as costas. Nós viramos as costas a nós próprios, fazemos inimigos onde deveriamos ter aliados e cultivamos amizades com quem nunca o deveriamos ter feito.

Este é o mal, o cancro que nos consome. Por mais que queiram, ou se muda toda uma maneira de estar, uma mentalidade... ou definhamos todos. Morremos todos com a mesma doença.

O Benfica não sou eu, tu, o JNF, o Eterno Benfica, a Chama Gloriosa, o Inferno da Luz, a Tertúlia Benfiquista, o Nuno Gomes, o Rui Costa, o Barbas ou mesmo o "King" Eusébio. Somos todos nós. Não há fracos, fortes, contestatários, veiristas ou o raio que os parta a todos. HÁ BENFICA, CARALHO!

Os tripeiros riem-se de nós... e com razão. SOMOS RIDÍCULOS!!!

JNF disse...

Olho Gordo,

gostava imenso de ter lido esse teu mesmo discurso na Era do Vale... era mel. Mas ainda não havia internet em todas as casas, é pena.

nortebenfica disse...

Olho Gordo

Falas muito bem unen-se todos em prol do presidente mas tambem não o Vês a meter inimigos dentro de casa nem com grandes amizades com pessoas do benfica.
É isso que gostam dele,não perde uma oportunidade de nos dar uma bicada.
E depois o sistema faz o resto.
Começe o vieira arrepiar caminho e dentro de um dois anos terá os adeptos todos com ele,que olhe unica e exclusivamente paraparte os interesses do benfica e deixe os seus proprios interesses de parte e terá da nossa parte um agredcimento profundo e uma admiração como se de um deus se tratasse.
Isto sim é dificil para ele...
Que Saudades do JORGE DE BRITO...
JNF com o teu suspense de certeza que não vais errar.
Saudações Benfiquistas

jakim bolas disse...

nortebenfica,
há bem pouco uma jantarada reunio o Papa do norte, o seara, o oliveira e o Relvas.

Mas enfim cada qual tem os seus idolos.

Há benfiquistas para todos os gostos.

Olho Gordo disse...

De modo a evitar equívocos ou más interpretações, eu não sou pró-Vieira. Nunca votei em eleições do clube. Mas também não me identifico com a onda de contestação da qual fazem parte alguns membros deste blog.

Sou sócio, tenho as cotas em dia, mas infelizmente não me sobra dinheiro nenhum para ir à Luz ver o Benfica ou para suportar a enormidade que custa a Sport TV. As únicas formas que tenho à minha disposição para ver o Benfica é em canal aberto (quando possível...), em casas de amigos ou através da net. Os 12 euros por mês (e o dobro em Dezembro) são a minha única forma de ajudar financeiramente o Benfica. Já tive lugar cativo e Red Pass, mas isso já foi chão que deu uvas. Mas recuso-me determinantemente a tirar do prato da minha família para dar ao Benfica, muito menos a uma cambada de chulos que não se esforçam por merecer aquilo que ganham. Não me fodam!

Acredito que um dia poderemos ter um Presidente à altura do clube e um treinador com um QI suficiente para não ser considerado burro. Mas olhando para o ilustre painel de comentadores e figuras públicas que têm representado o Benfica nos vários programas televisivos da especialidade, a esperança que tal aconteça é cada vez menor.

Anónimo disse...

Eu deixei de fazer comentários neste blog, porque não posso, de forma alguma, condescender com qualquer apologia que possa ser complacente com a violência, mesmo que seja verbal e dirigida contra quem quer que seja.

E é nessa linha que venho aqui abrir uma excepção para dizer que, no jogo de basquetebol do passado Domingo, se passou uma cena lamentável que quero ver banida dos recintos desportivos.

Estavam uns adeptos benfiquistas (a quem prefiro chamar de arruaceiros ou marginais) a fumar substancias proibidas durante o jogo. Um deles foi chamado à atenção por outro adepto benfiquista que estava a levar com o fumo em cima. O arruaceiro não só não aceitou o reparo como ainda se insurgiu contra quem o proferiu. Das palavras aos actos foi um ápice. A sorte do arruaceiro, apesar de ser muito mais jovem, foram os outros arruaceiros que se atiraram ao adepto benfiquista. Para pôr termo a esta situação teve de vir a polícia. Segundo me disseram, esse adepto é pai de um dos jogadores do Benfica (não interessa aqui o nome)!

Mas mesmo que o adepto não fosse familiar de um jogador do Benfica, este tipo de situações são sempre deploráveis. E era isto que gostava que fosse (também) criticado e (principalmente) condenado. É que são situações como esta que afastam as pessoas dos recintos desportivos. Eu, por exemplo, não levo os meus filhos mais novos para ambientes destes. Gostaria que eles vissem jogos como este ao vivo, mas não existem condições para isso enquanto a violência ou a apologia da violência não forem severamente penalizadas.

MM

PS:
Espero que o JNF permita a publicação deste comentário crítico aqui neste post, até porque os comentários acerca do jogo de basquetebol já estão fechados.

JNF disse...

Isso explica por que é que um dos jogadores foi a correr para a bancada aquando dos distúrbios. Obrigado pelo esclarecimento.

Anónimo disse...

é de facto lamentável! (mas como dizes são actos individuais) agora em relação as claques as coisas estão mal mas eu vou fazer uma previsão segura: VÃO PIORAR!

Já sabemos como são as lógicas de grupo, e esta direcção escolheu o caminho de "acossar" as claques, pondo tudo no mesmo saco, e levando ao cúmula a lágica "quem não é por nós...é contra nós".

Claro que isto vai acabar mal, a raiz popular do SLB exponencia o problema, se persistem neste caminho não tardará até acontecer o óbvio: um dia destes vai haver um Silva, um Gabriel ou uma Carraça que vai apanhar um par de chapadas.

E não é que isto seja bom, mas o que não pode é haver gente a gozar com quem, dê tudo pelo SLB (há quem dê mesmo tudo), enquanto outros mamão tudo do SLB (emprego, part-time como comentadores, protagonismo...) e ainda assim, gozam com esta merda toda.

Tá na cara...isto vai acabar mal!

ass. aalto

nortebenfica disse...

JAKIM BOLAS

Esse não é nada no Benfica não me incomoda mas registo para situações futuras.
É um vaidoso que quis dizer que era importante mas só se queimou,nunca terá o meu Voto se é que um dia pense ser candidato.

Cole disse...

Só o dinheiro interessa. Os benfiquistas foram relegados para segundo plano... Se Witsel sai é mais um Ramires e mais uma época sem ninguém a equilibrar a vertigem do futebol de Jesus...

Jotas disse...

este post fez-me lembrar aquela séire da fox com o mesmo título.

JNF disse...

Obrigado, Jotas, estava a ver que ninguém reparava.