domingo, 27 de maio de 2012

Preparar 2012/2013 - Médios defensivos

Começámos com quatro, acabámos com três. O Benfica perdeu pelo caminho Rúben Amorim para o Braga, numa das decisões mais polémicas do mercado de Janeiro dos últimos anos. No centro do terreno, em termos de tarefas mais defensivas, não nos podemos queixar da falta de qualidade dos jogadores, mas a ausência de profundidade pode ter comprometido algumas conquistas. Analisemos então quem terminou a época connosco.

Javi Garcia - o médio espanhol parece ter lugar cativo e percebe-se porquê. Fisicamente possante, é o patrão do meio-campo encarnado, um jogador com mística à Benfica. No entanto, esta não foi uma época fácil para o internacional espanhol. Em alguns jogos sentiu dificuldades em segurar as investidas dos adversários, mas mais por culpa da ausência de apoio dos colegas, fruto do esquema desproporcionalmente ofensivo de Jesus, do que por má forma física, deficiente interpretação das jogadas ou incapacidade técnico-táctica. Merecia melhor sorte e melhor treinador para poder mostrar toda a sua valia.

Nemanja Matic - O médio que não é carne nem é peixe. Matic é um falso 6, um falso 8 e um falso 10. O que é Matic? Ninguém sabe ao certo. Tem o físico e a força de um trinco puro clássico, mas os seus pés são muito mais semelhantes aos de um 8. Não é particularmente rápido, não é especialmente inteligente e abusa do físico em termos defensivos, provocando inúmeras faltas desnecessárias. Não gosto de Matic. Acho que seria irresponsável confiar-lhe a titularidade e esperar resultados positivos. Poderá estar preparado para assumir a titularidade do Benfica num futuro próximo? Talvez. Mas para isso precisa de rodar. A meu ver, não tem lugar no plantel até porque temos um jogador melhor que Matic a cumprir empréstimo.

Axel Witsel - O craque. A par de Aimar, é o melhor jogador do plantel. É a prova de que no futebol moderno, a velocidade está muito longe de ser tudo. Sabe defender, sabe posicionar-se, sabe ter a bola no pé, é bom no jogo aéreo, joga e faz jogar. Não há muito a dizer sobre Witsel. Seria uma enorme perda caso fosse vendido. Vamos esperar que tal não aconteça.

12 comentários:

SC disse...

Por mim o nosso meio campo para a época que aí vem a nível de médios seria composto por jogadores que lá estão e outros que regressariam:Javi,Coelho e Matic.Witsel,Martins,Aimar e David Simão!

71460_5/8 disse...

O Rúben Amorim provou no Braga que não é jogador para o Benfica. Tal como o Quim e o Nuno Gomes. Ele, metade do tempo andou lesionado e a outra metade jogou mal.

Melhor treinador para o Javi? O Javi não acha...

Melhor emprestado que o Matic? Qual? Não estou mesmo a ver.

max disse...

O esquema de JJ é um martírio para os médios defensivos. Quando ele resolve partir a equipe com o 4-1-3-2 atacante torna-se um trabalho muito ingrato para esse médio. Witsel veio trazer mais equilibrio quando joga como nº8 pois não se balanceia tanto para o ataque.
Javi sempre cumpriu muito bem as suas funções e o problema é quando não tem apoio, que o obriga a fazer mais faltas. É o titular indiscutível, jogador de classe mundial que pelas minhas contas só estará mais 1 ano connosco até o virem buscar....


Matic não é tão inteligente como o Javi, tal como você disse é díficil perceber qual é a sua posição em campo. Mas de momento penso que é um excelente suplente e é melhor que o emprestado Airton. Este foi um ano de integração por isso penso que vá melhorar mais... Não esquecer o excelente jogo que fez em casa do Chelsea.


Amorim para mim já não conta. Para mim é vender esse gajo a um clube do Urzebequistão. Ele que vá para bem longe.

Witsel é uma alternativa para esta posição irá cumprir muito bem.


Este ano podíamos fazer regressar o Nuno Coelho que fez uma excelente época no Beira-Mar. Tem futuro!


Cumps

POC disse...

Grande análise.
Fabulosa a parte do Javi: merecia melhor treinador.

Sozinho teve que segurar a equipa. Não se faz...

manuelst disse...

Em relação ao Matic não concordo em nada. Não se pode pedir ao Matic que faça o mesmo que o Javi, eles podem jogar na mesma posição mas tem característica muito diferentes. Quando dizes que não é especialmente inteligente referes-te a que, ele ao contrário do Javi quando tem a bola procura distribuir melhor o jogo, e tem alguma qualidade no passe, já o Javi quando recebe a bola passa para o lado, para o jogador mais próximo. O Matic não faz muitas mais faltas que o Javi. O javi ocupa melhor o espaço, é um jogador que aparece em todo o lado, mas por vezes não deixa de cometer faltas desnecessárias, temos de ter em conta que o Javi está à 3 anos no Benfica, já tem outro entrosamento com a equipa, o Matic foi o primeiro ano, e já ouve jogos em que esteve muito bem. Entre o Javi e o Matic, prefiro o Javi, mas se ele sair, o Matic ocupará bem a vaga deixada pelo Javi. O jogador a cumprir empréstimo, é o Airton, não concordo que seja melhor que o Matic, também considero o Airton um bom jogador, mas acho o Matic um jogador mais completo.

Anónimo disse...

Em termos de médios defensivos temos lá o André Almeida que rende e muito a MD. Com a contratação do Eliseu ou o Matías ficava mais que bom. Witsel joga a nº8 e agora vai ter um verdadeiro suplente de luxo no Miguel Rosa. Nuno Coelho, não aprecio o rapaz. Aimar está a ficar velho e o David Simão ainda não rende o suficiente. Um jogador como o Paulo Machado era muito bom. E contratarem aquele miudo que esteve para vir o Patito também não era nada má ideia, pareceu-me ter grande classe. Mas isto agora é só extremos e extremos e mais extremos em vez de irem buscar o Dédé e 3 laterais (que para mim seriam Siqueira e Rojo para a esquerda. Ansaldi para a direita e tambem faria esquerda se necessario e depois o Matías caso quisessem reforçar as laterais e o meio-campo). Quanto ao resto é secundário, mas a trazer que trouxessem o Salvio/Taison/Jesé (ou os 3 xD), o Morata e o Luuk de Jong. Vender Gaitán, Cardozo e Saviola e está fino!

Viegas

Anónimo disse...

O André Almeida não é jogador para o Benfica. O melhor para o Benfica seria trazer o Amorim (com a cabeça fria) de volta, ou apostar nos emprestados. Uma posição que não precisamos comprar, mas se o Javi ou o Witsel sairem, tal será abdicar do próximo campeonato. Com as eleições tão perto, espero que o Vieira não os venda.Já o Matic é aquela incógnita.

Jotas disse...

Para além da urgente questão do lateral esquerdo, julgo que este plantel está a ser bem remendado nas lacunas que eram mais evidentes, julgando eu, que o nosso meio campo tem muitas e boas soluções, que permitem fazer uma boa gestão. Com a vinda de Ola John, que vem dar a velocidade e profundidade nos corredores laterias, aliada possível vinda de Salvio, com um rol de atacantes de grande nível, com Wass a poder ser o concorrente de Maxi, julgo que a partir de agora, não será preciso um grande investimento, será apenas preciso suprir eventuais vendas.

DeVante disse...

Mas qual o emprestado melhor que Matic? Não me lixem!
O não gostar até percebo, porque eu também não gosto do Daniel Alves.

John Wakefield disse...

Em termos de defesas-centrais e trincos, eu não mexia, desde que não saiam jogadores relevantes...
No que diz respeito aos médios defensivos, cheguei a ter muitas dúvidas em relação ao novo posicionamento de Matic, mas desde o jogo em Inglaterra (contra o Chelsea, o seu clube anterior) que fiquei mais convencido... Por isso, Javi e Matic devem continuar na próxima época!

Anónimo disse...

Witsel médio defensivo?!
Ah, espera, o JJ é da tua opinião...

Miguel Dias disse...

Bem pensado , sigam o meu blog
diariodasaguiasslb.blogspot.com