quarta-feira, 8 de agosto de 2012

A Bola não é mais um jornal

Se o jornal O Jogo causa repugnância aos adeptos benfiquistas enquanto adeptos de futebol (e com razão), o que dizer do jornal A Bola? A verdade é que desde há uns anos a esta parte, A Bola deixou de ser um jornal de desporto para ser um órgão de comunicação de uma pessoa, ou conjunto de pessoas, de um determinado clube. O nosso, por acaso.

Serve este jornal para ir dando informações algumas vezes incómodas em doses pequenas, para ir habituando os adeptos a decisões futuras menos simpáticas, e para defender o presidente dos maus resultados (quem não se lembra das capas a condenar exclusivamente Jesus e os jogadores pelos maus resultados) e dos espanhóis (essa tirada mítica que constitui um óptimo exemplo de mau profissionalismo).

A esta hora, Cândido de Oliveira, Vicente de Melo e Ribeiro dos Reis, sobretudo este último, devem estar às voltas nos respectivos caixões. Tudo porque o jornal que eles fundaram e que idealizaram como o melhor do mundo desportivo em Portugal está nas mãos de um director que faz tudo por croquetes e de um jornalista que não é mais que a voz do dono. É pena. Especialmente para mim, que lia religiosamente o jornal desde pequeno, que me ensinou a ler.

P.S. Claro que se Witsel for vendido, o Benfica já tem um substituto na manga. Afinal de contas é assim que os clubes com estruturas profissionais funcionam: antecipando o futuro. Bom, pelo menos é assim que deveriam funcionar. Não é?

P.P.S. Em princípio, os comentários só serão publicados esta 6ª. Até lá... keep calm and do not sell Witsel.

11 comentários:

Hugo Santos disse...

É isso que dizes porque é o que tu queres ver. Essa então de dar as noticias aos poucos para ir habituando os adeptos é de rir. Como é que se faz isso afinal? É por irem dizendo todos os dias que o Witsel vai sair? Eles dizem o Witsel, como dizem o Cardozo, o Gaitan, o Nolito, o Javi, o Luisão, etc, etc. Eles querem vender e servem-se do Benfica. E para além disso ainda servem outros interesses. Não é normal um jornal desportivo até hoje não ter tocado no assunto do Jackson Martinez. Faltam 3 dias para a Supertaça e parece que é muito normal estarem à espera do certificado do jogador à um mês. Isto sabendo-se dos calotes que o Porto vem acumulando e que até agora não fez nem dinheiro para os pagar quanto mais para mandar vir jogadores novos.

Numa coisa dou-te os parabéns. Não compras esse jornal. Eu também mas por razões que se prendem com a forma como tratam o Benfica. Tu parece que é por um ódio de estimação.

JNF disse...

Não, Hugo, não é por ódio de estimação até pelas razões que aponto na última frase. Aliás, se há algum sentimento que nutro por esse jornal é o de pena por ser um jornal travestido.

Mas quanto aos outros jogadores, eles dizem durante semanas, continuamente, que esses jogadores vão sair? Não. Apenas o fazem com Witsel.

Quanto ao Jackson Martinez, não sei. Acho ridículo não conseguirem o certificado. Mas não sei porquê. Há uns anos aconteceu o mesmo com um jogador em Portugal. Com quem foi? Kikin?

Anónimo disse...

Chegamos a um ponto em que temos 3 jornais e cada um é pior que o outro.
O OJOGO já se sabe como é e nestes últimos dias tem estado ao rubro com títulos e pseudo-notícias absolutamente nojentas como por exemplo a invenção de que o Benfica renovou o contrato do Saviola sem ele saber quando ele na altura disse à BTV que estava muito feliz por continuar e títulos do género "Benfica perde Jose Angel para a Real Sociedad", "mais um LE a fugir da Luz", "com todos os alvos a fugirem, Benfica vira-se para Eliseu", etc
O Record começa a ficar pior do que o Correio da Manhã, invenções atrás de invenções: a pseudo-rescisão do David Simão, a pseudo-recusa do Miguel Rosa em jogar na equipa B, as pseudo-negociações avançadas com a ROma para a contratação do Jose Angel (foi o próprio a negar), etc, etc.
A Abola também tem a sua dose de invenções e notícias descabidas. Por exemplo, andam há dias com capas da saída do Witsel e passam a vida a contradizerem-se sobre esse assunto. Então a Abola diz que o negócio já está fechado, o Real anda a ter reuniões com dirigentes do Tottenham para a transferência do Modric e já se sabe que o Real só vai contratar um médio como o Mourinho disse. Então se o Witsel já está certo no Real, porque razão andam em conversações para contratarem o Modric?
Além disso, também disseram há dias que o Witsel já nem ia jogar contra a Juve e toda a gente o viu em campo.
É por isso que só acredito que o Witsel sai quando for tornado oficial, tal como o resto das outras notícias

MS disse...

E provas disso, ha? So vejo insinuacoes e mais insinuacoes. O presidente ja falou de Witsel.

Nao vao conseguir parar o nosso rumo!

www.elegervieira.blogspot.com

Anónimo disse...

Eu também concordo que A Bola parece uma espécie de orgão de informação oficial da direcção do SLB.

E por isso mesmo defendo uma teoria rebuscada, em que essas notícias são encomendadas mas com um propósito oposto ao que referes, JNF.

Passo a explicar: LFV quer transmitir aos adeptos a sensação de já terem perdido o Witsel, para depois o segurar até ao fim do mercado e com isso fazer pompa e circunstância como se dum reforço se tratasse. Seria uma jogada de génio, pensada como um trunfo eleitoral, para colocar todos os sócios do seu lado.

PS1: esta minha teoria baseia-se no facto de achar que a venda de Witsel está dependente da ida de Modric para o Real, primeira opção de Mourinho, que Villas Boas está a dificultar. Como tal A Bola nunca faria um título tão afirmativo, quando ainda pairam muitas dúvidas no processo Modric.

PS2: se esta minha teoria se vier a confirmar, quero honras de Post no dia 1 de Setembro.

Pedro Vieira, Braga

Anónimo disse...

Se conseguir apurar quem foi o comprador "secreto" das acções da antiga accionista maioritária do jornal talvez consiga entender a actual (ou falta dela) linha editorial...

eagle01 disse...

Quando Fernando Santos era treinador do Benfica fomos ganhar a Leiria 4-0. Resultado sensacional uma vez que tínhamos lá perdido 2 vezes nos 2 anos anteriores.

A 1ª página da BOLA foi "MASSACRE". Achei piada, pelo retumbante exagero, e abri o jornal. Ora bem, as primeiras 6 páginas do jornal, a cores, eram sobre o FCP3 - Maritimo0.

Depois vinham de facto também 6 páginas sobre o Leiria0 - Benfica4. Mas eram todas a preto e branco.

A sétima página ainda era sobre o Benfica e por acaso era a cores. Pois era sobre um discurso do Sr.º Vieira.

Eu há muitos anos que concluí que a BOLA, tal como o RECORD ou o JOGO, têm uma lógica de informação que privilegia a nossa Direcção e massacra sim, a nossa equipa de futebol.

E percebe-se porquê. A maioria dos adeptos é que não quer perceber, porque é tão escabroso que de facto custa a acreditar que estamos entregues a este tipo de gente

moleculasdeamor disse...

Está claramnet em causa ... no jornalismo actual uma imensa rede de interesses dos próprios e dos amigos, sejam eles quais forem... a noticia obedece então á lógica do dono, dos amigos e das tiragens, a mentira é um suporto delicioso e fofinho!
As noticias a conta gotas são sempre um prato adicional, quer a venda do Witsel, quer as opiniões oportunas de um treinador paraguaio quer do Santo Mourinho, referindo as inusitadas a fabulosas qualidade de Melga para a posição de lateral esquerdo!

Anónimo disse...

Devo dizer que conheço o jornal A Bola desde que era publicado em formato lençol e não era diário. Concordo com o que escreve mas falta um ponto essencial : quem pertence actualmente à Direcção do S L Benfica e é accionista do jornal ? Esta é a grande questão!
Parece que comprou a participação do Rui Santos! Tal como condeno o pasquim, o Jogo, relativamente ao clube do norte tenho de condenar o mesmo tipo de noticias relativemte ao Benfica na Bola. Por fim deixe-me só fazer um pequeno comentário : não acha que as camisolas são de alças? é que não vejo nada nas mangas relativamente a um defesa esquerdo já lá vão uns tempos.........abraço

JNF disse...

MS,

obrigado pela tua participação e pelas palas. Força no teu blog e as melhoras (ai ui, que deselegância).

Pedro Vieira,

já nem digo nada. Mas olha que...

Anónimo,

não sei quem possa ser. Se alguém souber, que o diga, gostava de saber.

moléculas,

essa do Melgarejo é outra. Eu duvido imenso que eles tenham falado sequer com o tal treinador.

Anónimo,

são de alças sim senhor, mas é como a história do Rei Vai Nu com a diferença de que, desta vez, o povo não vê.

Anónimo disse...

Ainda não atingiram o alcance das desesperadas intervenções de qualquer destes pasquins? É a fuga para a frente, pois qualquer deles está em situação aflitiva, então agarram-se ao mercado "Glorioso" na tentativa de se manterem à tona.

Na minha perspetiva o jornal que enveredar por uma atitude séria, sem demagogias será o que se salva, no entanto também reconheço que aquele que menospresar o nosso Benficão, não terá a mínima hipótese no mercado. Aquí já excluo o jornal "local" O Jogo que só deve estar a aguardar para verificar quem será o último para bater a porta.