domingo, 21 de outubro de 2007

Parabéns, Mozer!

Salve Benfiquistas!

Aqui no Eterno Benfica não podíamos deixar passar em claro a extraordinária conquista do Carlos Mozer, grande central do Sport Lisboa e Benfica (e mais tarde adjunto do Pequeno Mouro no nosso Clube) e uma grande referência da Selecção Brasileira.

O Mozer, além da mística benfiquista, é um homem com talento. Com efeito, no seu ano como treinador principal, conseguiu ser campeão com o Inter de Luanda, feito inédito na história do clube!



O facto traz-me alguma satisfação, não apenas como benfiquista, mas também enquanto "treinador de bancada". Com efeito, várias vezes me lembrei do Mozer ao longo dos últimos anos como adjunto ideal dos treinadores que passaram pelo Glorioso. Um homem com Mística, que pisou os relvados mais sagrados da Europa e do Mundo mas também conhecedor das tricas do futebol português, com a autoridade de um general mas a humildade de um soldado - porque nunca o foram buscar? Ah, se eu mandasse...

Por outro lado, li divertido a notícia no site AngolaPress que dá conta do feito do Mozer. Nela se diz...

Mozer resistiu à tempestade inicial, quando começou a montar o que queria para transformar o Inter num emblema capaz de lutar pelo título.

No arranque, teve dificuldades. A vitória só surgiu na sexta jornada, frente ao Atlético Sport Aviação (ASA), por 2-1. Além de ter estado mal na prova interna, o antigo internacional da selecção brasileira e do Benfica de Lisboa viu ainda a sua equipa ser afastada prematuramente da Taça CAF.

A partir da sexta ronda, tudo mudou. O Inter acertou e nunca mais perdeu. A estreia de Mozer no Girabola 2007 foi marcada por empate, em casa, frente ao Sagrada Esperança da Lunda Norte (1-1), porém na deslocação ao Soyo a equipa "caiu" (0-1) e "derrapou" diante da Académica local, na segunda jornada.

O posto do técnico brasileiro começou a ser questionado pela opinião pública e suas capacidades dividiram os adeptos e analistas desportivos, com a derrota caseira frente ao despromovido Atlético do Namibe (1-2) na quarta ronda. A crise de resultados persistiu, com empate no Lubango (2-2) ante o Desportivo da Huíla.

Para a surpresa de muitos adeptos que punham em causa a continuidade do treinador, que momentos depois de contratado ordenara a troca do relvado do Estádio 22 de Junho, o presidente do clube, Alves Simões, saiu em defesa de Mozer, na sequência da goleada na quinta ronda ante o 1º de Agosto (0-3).

O "voto de confiança" deu segurança e crença no futuro do plantel no Girabola. De contestado, Carlos Mozer passou a ser visto de outra forma, em face do triunfo na jornada seguinte sobre o ASA, no Estádio da Cidadela (2-1), mantendo o mesmo resultado na viagem a Benguela sobre o 1º de Maio.

Daí em diante, os polícias pontuaram sempre e o pensamento (utópico) pelo título ganhou forma e consistência até garantir o ceptro, inédito na história do clube.


Pois é, o Mozer resistiu à tremideira, às pressões, aos primeiros maus resultados... Mas o Inter de Luanda não é propriamente o Benfica, dirão alguns. Pois é, pois é...

Parabéns Campeão!

10 comentários:

tutano azul e branco disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
BENFICA FC disse...

É caso para pensar que se o Fernando Santos tem resistido à tremideira ... ainda lá íamos.
Parabéns a este grande benfiquista.
http://benfica-fc.com/slbenfica/

You'll never walk alone disse...

Pois..parabéns ao Mozer.Mas sabes quem é que podia agora vir aqui,lêr isso e dizer "pois,pode sempre acontecer isso né" era o Fernando Santos :x lol.
Bom mas o engenheiro dificilmente chegaria lá (penso eu,mas tb pensava que o Cardozo e Bergessio seriam bons e daí...penso muitas vezes precepitadamente).

You'll never walk alone disse...

Era precipitadamente,lamento o engano..e..bom ver que não fui o unico a lembrar o "fernandinho" lol..

Marquês de Barrabás disse...

Ainda assim, o amigo-com-muito-orgulho-do-Pinto-da-Costa teve uma época e duas pré-épocas para mostrar o que (não) valia...

Muito me espantava se ele fizesse alguma coisa de jeito no PAOK.

Saudações Benfiquistas

tutano azul e branco disse...

Parabéns Mozer. A táctica da paulada em que eras o maior especialista enquanto jogador aplicaste-a agora com pleno êxito como treinador. Todos os jogadores das equipas adversárias do Inter passaram todos os jogos encolhidos com medo de ficarem com 1 ou 2 pernas partidas e assim o Inter sagrou-se brilhantemente campeão. Os meus mais sinceros e entusiastas parabéns. Mereces mais altos voos, o Benfica merece-te como treinador.

Marquês de Barrabás disse...

Cura-te, osso buco!

Coluna D'Águias Gloriosas disse...

Parabéns Mozer!

Parabéns Glorioso Benfica pela 85ª(como vocés tinham referido aqui há tempos) vitória na Taça/Liga dos Campeões, faltam apenas 15 pra chegarmos ás míticas 100 vitórias!

Parabéns a dobrar, agora é ganhar no neste fds ao marítimo!

Saudações Gloriosas e ALLEZ TACUARA!

tutano azul e branco disse...

Com que então o Manchester City do vosso grande Erickson levou "só" 6 secos do Chelsea? Eu bem tinha dito que o M. City ia começar de vir por aí abaixo. Com um treinador assim, um perdedor nato, só pode.

N.M disse...

Um dos melhores centrais que passou pelo SLB!!!