domingo, 13 de janeiro de 2008

Sepsi Twist

Lazslo Sepsi é, ao que tudo indica, o novo lateral-esquerdo do Benfica. O internacional romeno, de 21 anos, tem tudo para ser reprovado pelos adeptos: não é extremo-direito, é proveniente do leste europeu, tem um nome risível e não tem vídeos no youtube. Essas quatro condições bastavam para que, ao primeiro passe errado, o jovem esquerdino fosse apupado, escarrado e recambiado para o seu país de origem sem devolução dos portes de envio.

É normal, por conseguinte, que as críticas se adensem. Ainda estão frescas na memória as declarações de Vieira, garantindo que o Benfica só estava à procura de mais-valias capazes de assegurar a titularidade. Acontece que Miguelito saiu. E o Léo, provavelmente, seguir-lhe-á as pisadas. De maneiras que a contratação se justifica. Resta saber se os predicados do Lazslo se confirmam efectivamente, e se ele tem capacidades para se afirmar no Benfica.

O que os benfiquistas não sabem é que este romeno, para além de um porte inigualável, namora com uma jovem romena, chamada Patrisia, que faz lembrar o nosso uruguaio Cebola: é de comer e chorar por mais. É isto que os adeptos têm que tomar consciência! A sua presença nas bancadas será motivo de enchente todas as semanas, mesmo naquelas em que jogamos fora. Por isso, por um momento, deixem de criticar a política de contratações de Luís Filipe Vieira. Ele já provou ser um homem à portuguesa: benfiquista de bigode frondoso, gosta da bola, e não há nada que ele mais aprecie do que um bom par de seios de uma rapariga de leste. Que mais precisa ele para provar que é um dos nossos?

9 comentários:

JNF disse...

Possivelmente, Sepsi até poderá ser um bom jogador, se não vejamos:

1- No futebol romeno está a emergir um novo conjunto de talentos, que dão prestigio à selecção (apurada para o Euro-2008) e aos clubes (boas campanhas na Europa, estando no ranking à frente de Portugal).

2- Laszlo Boloni, conhecedor do futebol romeno e um especialista em jogadores jovens já o tinha contratado para o Rennes há 2 anos.

3- É um jogador que para o ano poderá ter pouca concorrência na sua posição devido à partida de Léo e poderá jogar bastantes vezes.

Sir disse...

Eu deposito algumas esperanças no valor deste miúdo promissor. Quem sabe não poderá ser o próximo Chivu...

Marquês de Barrabás disse...

Não posso deixar de comentar este post, por um lado pela verve e inteligência que reconhecemos ao Sir, e que vemos uma vez mais demonstrada, e por outro por este post conter mais uma bicada ao Presidente do nosso Clube.

Já sabemos que o LFV não é o cúmulo da sofisticação. Mas será que vale a pena embirrar com o homem neste ponto concreto? O Léo, quer fique quer se vá embora, já não é puto nenhum. O Sepsi é um jovem promissor, e não me farto de dizer (já o fiz neste blog mais que uma vez) que o Benfica tem de estar atento aos campeonatos "alternativos", sobretudo comunitários e de Leste.

Agora finalmente o Benfica descobriu que há mais mercado sem ser o brasileiro, daí também a parceria com o Cluj. Finalmente o Benfica descobriu que é mais fácil revender comunitários que brasucas. Finalmente o Benfica preocupa-se com a sucessão geracional dos seus melhores jogadores.

Não é de apludir? Eu aplaudo, com certeza.

Sir disse...

Como já disse, caro Marquês, aprovo esta contratação. Parece-me estranho é que, a meio de Janeiro, ainda não estejam colmatadas algumas das nossas lacunas, devidamente identificadas desde o início da época.

You'll never walk alone disse...

Desculpem se fico relutante,mas após bergessio,diaz,butt,zoro,miguelito,luis filipe,marco ferreira,coentrão,marcel,etc...torna-se muito dificil de acreditar no valor de alguém,que seja escolhido por esta direcção...ok,david luiz e binya mostraram ter valor..mas foram duas apostas cegas,que por sorte correram bem,duas...em dezenas das que fazemos todos os anos e das quais nem 1 se mostra como digna de ser intitulada de "reforço".
Temos uns quantos esquerdinos no plantel,e nenhum extremo esquerdo explosivo (di maria ainda é muito inconstante e cebola..bom,gosto dele,mas n é propriamente explosivo),não temos um nº10,aprecio o Rui,adoro os seus passes,adoro o seu carisma,mas..antes de prestar vénias e vassalagem ao Rui,preciso ver do melhor para o meu clube e de momento,o Benfica precisa de outro nº10,um nº10 que dê ao Benfica,o que nos falta e que o Rui infelizmente não tem conseguido dar..o extremo direito é outra lacuna..Avançados?Não precisamos,podemos recambiar o Bergessio e ainda assim ficamos servidos de 4 avançados..Mantorras e Adu para mim,são apostas ganhas,só que esperar que façam sempre em 10 minutos o que o Nuno Ribeiro e o Cardozo não conseguem em 80,é..injusto.

Ainda assim,venha um spesi,ou um Halliche..venha quem vier,espero que tenham de facto qualidade..porque de momento é algo que precisamos (continuo a achar que dos 3 grandes,em termos qualitativos,somos os mais fracos,apesar da teimosia de haver quem discorde).

Galaad disse...

Pois eu não deposito assim tanta fé neste rapazito... E muito menos no Sr. Vieira. Antes do inicio da época, era o Eduardo Ratinho, Beletti e levámos com o Luis Filipe. Agora,era o Gilberto e o Kléber e toma lá disto...o Sepsi. Não quero fazer juizos premeditados sobre este rapazito, mas (e oxalá me engane...), se ele fosse mesmo bom não estaria ainda num clube romeno obscuro com nome de biscoito...

Lucifer disse...

Desculpem a franqueza...mas o que Nuno Gomes deveria ter dito é que no Clube da Fruta sempre que vem alguém, esperam para ver. Nao é como no Benfica. O rapaz ainda nem se equipou e já o estao a olhar de lado. Assim nao vamos lá.

Ricardo disse...

Quanto ao valor do rapaz romeno não digo nada porque não o conheço. É importante deixarmos que, pelo menos, os jogadores joguem, antes de criticarmos a qualidade dos mesmos.

O que critico, ou questiono, é a gestão desportiva. Pelo que tenho acompanhado, o trabalho na formação tem sido dos pontos mais positivos desta direcção (ainda ontem os Juvenis foram, ganhar a Alcochete, deixando o Sporting a 7 pontos). Além de criar boas equipas, nota-se, nos escalões de formação, uma tentativa honesta e inteligente de recrutar jovens talentos, muitos deles de África, que possam vir a crescer no seio do clube e que se identifiquem com a mística benfiquista. Se há este trabalho de qualidade na formação terá, necessariamente, de haver uma continuidade no momento de transição para a equipa principal. Se Miguelito foi vendido, e tendo Léo até, pelo menos, o final da época, parecia-me muito mais acertado ir buscar o jovem Ruben Lima aos júniores e prepará-lo para, em um ou dois anos, surgir na equipa principal. É assim que se dá continuidade ao (bom) trabalho que se faz na formação. Se, de repente, vamos à Roménia contratar um jovem (e poderá ser excelente, não é isso que questiono), é óbvio que bloqueamos o processo aos jovens benfiquistas que saem da equipa dos júniores. Além disso, o Benfica tem optado por contratar jogadores muito jovens, o que, quanto a mim, é um erro. Demasiados jovens não podem fazer uma boa equipa. O Benfica tem uma falta de ideias gritante como equipa. Só com uma boa dose de experiência pode dar a volta a esta situação. Os jovens têm de ir entrando, paulatinamente, com precaução e inteligência. E se se aposta em jovens, aposte-se nos que cá estão, e conhecem já o clube, sem que necessitem de adaptação a longo prazo.

Além disso, a questão é: o Benfica precisa assim tanto de um lateral esquerdo? Sabendo que Léo é o dono do lugar, e fica até Junho (pelo menos), não é mais importante contratar um extremo-direito e um médio de intensidade alta, forte nas transições ofensiva e defensiva, que saiba fazer jogar a equipa e dar-lhe velocidade? Esses dois lugares serão colmatados? E, se sim, chegarão em 31 de Janeiro, para passarem dois meses a entender o que é o Benfica, e quando entenderem (se entenderem) já está a acabar a época?

Por mais que o romeno valha, a verdade é que custou 1,7M de euros. Junte-se-lhes os 3,7M de Diego Souza e temos 5,4M. E pensar que não Miccoli não ficou por menos...

Gestão Desportiva inteligente, meus amigos. Não existe.

Pelicano disse...

lucifer: Foi o que fizeram com o Luís Fabiano ou com o Diego... O Nuno Gomes devia era ter estado calado. Além de dar como exemplo o porto, sem sequer se lembrar que, recuando uns anos, o Benfica serviria de exemplo, ainda disse algo que é falso.
A paciência da direcção vê-se em jogadores como os que referi acima ou na formidável época do del neri, fernandez, couceiro. A paciência dos adeptos verificou-se no mítico "joguem à bola, palhaços joguem à bola", nos petardos no carro do Adriaanse ou nas investidas pelo centro de estágios da Câmara de Vila Nova de Gaia adentro...
Paciência é o que temos tido mais...

"Benfiquistas desde pequeninos"
http://pelicanobenfica.blogspot.com