sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Big Mak... de frango!


Vencemos e não sofremos golos. Os dois requisitos pedidos por Camacho aos jogadores foram cumpridos, apesar da forma sofrível como conseguímos arrancar este resultado. O que conta é o resultado no marcador, e com 1-0, os alemães terão a vida muito complicada na eliminatória. Se sofrerem um golo, terão de marcar três, algo que na Bundesliga conseguiram apenas uma vez (5-1, na vitória ao Frankfurt).

Bem podemos agradecer a vitória. Não sei se merecíamos este resultado. Estatisticamente fomos bastante inferiores: 7 remates contra 13 dos alemães, sendo que apenas 2 (!) foram à baliza, enquanto eles atiraram ao alvo por 4 vezes. Fizemos mais faltas (se bem que a actuação do árbitro fosse ao nível dos que cá temos...) mas tivemos mais posse de bola, o que nos permitiu construir jogadas mais consistentes e elaboradas do que o futebol de "chutão" praticado pelo Nurnberg.

O remate certeiro foi após uma excelente iniciativa individual de Rui Costa, que arrastou consigo cinco defensores alemães e deixou Makukula liberto, com espaço para disparar à baliza, fazendo assim o primeiro golo com o manto sagrado. Estava quebrado o nulo. Obrigado pela colaboração, Blazek.


Na segunda parte, o Benfica dominou os germâncios, que só impuseram o seu "futebol" após os 75 minutos por nítida quebra física do trio do meio-campo: Rui Costa, Nuno Assis e Petit. Mas globalmente, durante toda a segunda parte, o Benfica foi senhor do jogo, mostrando uma atitude madura, de uma equipa experiente: Quim, tem uma defesa que vale o bilhete, os defesas não deram espaços ao gigante Koller, bem anulado por um jogão do grande zagueiro, Luisão; o meio-campo foi dinamizador de jogo (graças a Rui Costa e C. Rodriguez) e o ataque soube jogar ao estilo do Nurnberg: com força, apostando no choque, desgastando assim a defesa.

Fiquei contente com o jogo. Apesar de muita gente achar que deveríamos ter feito mais, é importante lembrar que o Nurnberg tem mais valor do que o que as pessoas pensam, por isso a vitória por 1-0 até foi boa. Para a semana é repetir a dose, que Portugal bem precisa de pontos para o ranking e porque nós queremos sonhar alto na UEFA. Bem alto.

Ficha de jogo

Taça UEFA - 16 avos-de-final
Estádio da Luz, Lisboa
Assistência: Cerca de 29 000 espectadores
Árbitro: Alexandru Dan Tudor (Roménia)

SL Benfica

Quim; Nélson, Luisão, Katsouranis e Léo; Petit (cap.), Rui Costa, Nuno Assis (David Luiz, 85 min) e C. Rodriguez (Freddy Adu, 85 min); Cardozo (Di Maria, 59 min) e Makukula
Suplentes não utilizados: Butt, Luís Filipe, Edcarlos e Mantorras
Treinador: José Antonio Camacho

FC Nurnberg

Blazek; Reinhardt, Glauber, Wolf e Pinola; Galasek (cap.), Kluge e Engelhardt; Adler (Kristiansen ao int.), Koller e Saenko
Suplentes não utilizados: Klewer, Charisteas, Schmidt, Spiranovic, Abardonado e Mnari
Treinador: Thomas von Heesen

Disciplina: Cartão amarelo a Nélson (22 min), Wolf (65 min), Petit (87 min) e Pinola (87 min)

Marcador: 1-0 por Makukula (43 min)

Melhor em campo: Luisão (SL Benfica)

3 comentários:

Ricardo disse...

O Benfica jogou pessimamente. Na tua análise quase dás a ideia de que foi um bom jogo, fomos experientes e conseguimos uma boa vitória. A equipa colectivamente é nula. O Camacho, além de arbitrar peladinhas seixalenses, faz mais alguma coisa? A jogar assim, em Nuremberga, somos eliminados. Como eles vão ter de atacar, talvez consigamos mais espaços e se marcarmos um golo arrumamos a eliminatória, mas não é, seguramente um jogo tranquilo. Tendo visto as fragilidades desta equipa alemã, ontem, parece-me que o Benfica devia ter feito bem mais do que fez. É uma equipa fraca. Devíamos ter despachado a eliminatória ontem. Assim, vamos com as calças na mão a contar com mais um lance do velhinho ou um passe de Quim para Cardozo. De Benfica só o nome e as camisolas, sinceramente...

Anónimo disse...

o Benfica não tem fio de jogo, não cria oportunidades, é imaturo, tem jogadores que estão em pura pré-época (caso do Petit)... eu não sei... mas foi mesmo muito mau... O nosso Benfica teve a sorte de ter ainda um adversário mais fraco... Eu não sei como vai ser em Nuremberga - temos que marcar logo um golo...
Estive a ver o FCP e vejo que este clube passa toda a vida a ser beneficiado... No Funchal, o Djalma começou por levar o seu primeiro amarelo num sururu onde jogadores do FCP chegam até a meter a mão na cara de jogadores do Marítimo (espero que hajam sumaríssimos - mas não vai haver) mas só o Djalma (que tb estava metido nisso tb) é que levou o amarelo (os jogadores do FCP envolvidos não levaram nada)... É UMA VERGONHA... o seu segundo amarelo é justo pois corta a bola com a mão - mas LUcho, Lisandro e Fucile jogaram tb a bola com a mão - as faltas foram assinaladas mas o amarelo ficou no bolso (contrariando as regras do futebol)...

Reparem o Katsouranis e o Luisão apanharam um sumaríssimo por causa daquilo que se passou em Setúbal mas as entradas mortíferas do Bruno Alves, o mimo entre o Vuckcevic e o Liedson não são alvo de sumaríssimos... só os jogadores do SLB é que são... eu vou dizer aqui o que já disse anteriormente: o líder já foi beneficiado em 7 pontos neste campeonato (e quase nunca ou até nunca prejudicado) - foi o livre indirecto inventado contra o Sporting, foi o golo com a bola fora do campo contra o Leiria, foi o primeiro golo contra o Leiria e contra o Leixoes (no Dragão) que abriu essas duas vitórias), foi o golo de Postiga com 1 metro de avançado (e agora tb no jogo do Funchal)... e meus caros benfiquistas só nos dois jogos com o Leixoes roubaram-nos 4 pontos ... façam agora as contas... se fossemos tão benefiados como o FCP estariamos mais ou menos com os mesmos pontos deles mas a imprensa venenosa prefere atacar o Benfica e dizer que a diferença é justa... Eu começo a acreditar que nem o Real Madrid era campeão em Portugal... Não sei, não...

You'll never walk alone disse...

É de referir que não foi só o Nuremberga a usar o "pontapé para a frente"..se vindo deles é normal,pela cultura do futebol germânico e por terem um gigante na frente que é indicado para esse futebol,não é menos verdade que nos ultimos tempos tenho visto o Benfica entrar na mesma filosofia de jogo,um charuto de trás mandado pelo luisão ou assim,ver se o Cardozo ou Makukula decidem.Pobre,apagado e medíocre,são os adjectivos que descrevem o futebol praticado pelo benfica..há muito tempo que não via um benfica tão mau...temos tido alguma sorte nestes ultimos jogos ainda assim..mas quem joga assim,em não tendo sorte,só pode ambicionar a não perder por muitos.