quinta-feira, 23 de outubro de 2008

1 pontinho...

E já vamos com sorte! Depois do que vi hoje, fico mesmo muito apreensivo. Não são só as infantilidades de Di Maria, que apesar de ser um jogador com uma técnica magnífica e de ter um valor potencial assombroso, continua a fazer jogadas desnecessárias, revelando um egoísmo que não se enquadra em nenhuma equipa de futebol na Europa. Aquelas macacadas que ele faz são boas na Argentina, até no Brasil, mas não na Europa. O Bynia continua a cometer faltas desnecessárias. É certo que está muito melhor no capítulo da agressividade, mas comparando-o com o Yebda, é claramente um jogador a menos, tanto ofensivamente como defensivamente.

Mas enfim, um ponto é sempre um ponto, ainda por cima conseguido na Alemanha, fora de portas, portanto, numa competição que apesar de não ser a Champions não lhe fica nada atrás, tal a qualidade das equipas presentes na edição deste ano. Como já disse num post anterior, a Taça UEFA é uma competição com equipas muito bem organizadas e geralmente muito fortes fisicamente, por isso, um ponto em Berlim é, na minha opinião, muito bom. Creio que 5 pontos deve dar para passar neste grupo. Raras vezes equipas que fazem 5 pontos não passam à fase seguinte. Assim sendo, penso que em Berlim, cumprimos a nossa missão.

3 comentários:

pjsimoes disse...

Só pra fazer justiça ao Binya... O Katsouranis jogou? Se jogou não me apercebi dele no campo... Mas como é o menino lindo de muitos adeptos ninguém fala na péssima exibição de Katso. Sem chama, sem garra e muito lento. Binya teve praticamente sozinho no meio campo, recuperou várias bolas e, pelo que contei, errou 3 passes no jogo todo. Boa exibição de Binya!

Cristina disse...

O Binya teve um grande problema ao longo do jogo todo: os passes que errou criaram situações de perigo para a nossa baliza. Claro que aprecio mais o Yebda, mas, muitas vezes, o Binya só é criticado por adeptos e comentadores porque é o Binya. Ah, e já agora para os nossos árbitros, ele fez faltas ríspidas mas NÃO VIU AMARELO!

O Benfica foi uma equipa muito solidária e melhorou bastante da primeira para a segunda parte. O Suazo é mais rápido e jogador de equipa. E, na minha opinião, esta deve ter sido a única substituição em que o Quique acertou. O nosso treinador costuma ter uma leitura do jogo inteligente, mas ontem algo falhou.

Falas em sorte, é possível... mas diz-me lá uma coisa: o golo deles não bate no Maxi desviando-se a bola do Quim? O empate é justo, embora eu quisesse e achasse que podíamos ter conseguido mais.

Uma (grande) palavra para o Nuno Gomes. É, sem dúvida, o melhor ponta de lança nacional. E quanto mais dizem que ele está acabado, mais ele prova a sua classe e a sua técnica. CARREGA, CAPITÃO!

LC disse...

"Mas como é o menino lindo de muitos adeptos ninguém fala na péssima exibição"

O mesmo se passa com o treinador, se isto acontecesse com outro que por lá tenha passado ou com o seleccionador português já era um burro.

"O nosso treinador costuma ter uma leitura do jogo inteligente, mas ontem algo falhou."

eu acho exactamente o inverso, monta bem a equipa e lê pessimamente o jogo.

"Binya teve praticamente sozinho no meio campo, recuperou várias bolas e, pelo que contei, errou 3 passes no jogo todo."

A tua matemática faliu, ou então só sabes contar até 3... Bynia defendeu, mas nunca segurou o jogo... e com a bola nos pés é um desastre, perde bolas infantilmente em zonas proibídas e depois é rezar para que um dos centrais mostrem do que são feitos.

Bom mesmo só a grande exibição de Nuno Gomes, Sidnei, e Quim, tudo o resto passou-me ao lado... Suazo dá outra dinâmica, mas ainda me faz lembrar Mantorras pela atrapalhação.