domingo, 20 de setembro de 2009

Não há ninguém que perceba isto?!

Até o Paulo Sérgio, treinador do Paços de Ferreira, percebe uma coisa básica no futebol que nenhum treinador do Benfica, nos últimos anos, percebeu. A maneira como acabámos de sofrer o primeiro golo é exemplo do que vou falar. Se, num livre lateral a mais de 30 metros da baliza, a equipa se posiciona bem dentro da grande área, está a "convidar" o adversário a subir, sendo muito mais provável ocorrer um erro da defesa, como cometeu David Luiz, na tentativa de aliviar uma bola que sairá, em princípio, tensa e para bem perto da baliza. Por outro lado, se a equipa se colocasse bem fora da área, numa mesma linha que o homem que faz barreira, obrigaria o adversário a recuar para não cair em fora-de-jogo, como, por exemplo, faz o Paços de Ferreira.



10 comentários:

Anónimo disse...

sim senhor ! este exemplo e verdadeiro,merecem ser tratado este tipo de livres ...

Trabalha BENFICA ,TRABALHA ...

FORÇA BENFICA contra tudo e contra todos ..

Pain disse...

Grande post! Muito bem visto

sigmund disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
JS disse...

Se não tenho capacidade para entrar a discutir formas de posicionamento em livres (sejam laterais ou frontais), sinceramente não compreendo em que os videos sustentam essa teoria.

É que o livre do Benfica acaba por ser mais eficaz. É o Luisão o primeiro a tocar, tanto no do Benfica como no do Paços de Ferreira. O alívio defensivo é que não foi lá muito eficaz.

sigmund disse...

Que me lembre, foi a primeira vez que sofremos um golo de bola parada este ano (julgo que exceptuando o primeiro jogo da pré-época, com o sion).

Se há equipa em Portugal que se posiciona bem em lances de bola parada (ofensivos e defensivos) é o Benfica. Daí tb termos marcado mts golos na sequencia de livres e cantos (e hoje foi mais um) e em lances defensivos, nao so nao sofremos golos como raramente deixamos que se crie perigo.

Se avançarmos dessa forma a defesa e nos posicionarmos muito longe da baliza, quem ganha é quem parte de trás em direcçao à baliza. Recuando e posicionando 8 homens em 2 linhas, cada um tem de assegurar um espaço reduzido e se a bola for para as costas, o guarda-redes está logo lá. Não há espaços mortos entre a defesa e a baliza.

O golo de bola parada que sofremos hoje, que até foi o primeiro, até nem foi propriamente mérito do adversário ou demérito da defesa: foi erro de um jogador específico, David Luiz (até os craques se enganam).

Não vamos por aí. Principalmente pq é um dos nossos trunfos, nao uma das nossas debilidades.

JNF disse...

Bem aparecido sejas, Sigmund! :-)

Ofensivamente é, como dizes, um trunfo. Defensivamente não me parece. Repara, sofremos poucos golos, mas não defendemos bem. Até pelas características dos nossos guarda-redes, uma defesa alta nas bolas paradas seria melhor.

Quando dizes "Se avançarmos dessa forma a defesa e nos posicionarmos muito longe da baliza, quem ganha é quem parte de trás em direcçao à baliza" tens meia-razão, porque, ao avançar a defesa, o adversário não fica com muito espaço para correr, e mesmo que fique, quando chegar à área, já a bola passou há muito, pois com a defesa mais subida, demora mais tempo a chegar à área na medida em que corre mais metros. Se realmente chegar a tempo, então muito provavelmente está em fora-de-jogo!

JNF disse...

Percebo o que dizes, JS, mas como é que eu ia arranjar um vídeo de um livre inofensivo?

Aliás, quem viu este jogo com o Paços pode confirmar o que vou dizer: o Benfica teve vários livres laterais e raramente levou perigo, fruto do posicionamento dos jogadores do Paços.

Mas em poucas jornadas poderemos comprovar isso mesmo, quando o Benfica for à Mata Real.

sigmund disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
beirão disse...

da maneira como o benfica se posiciona em livres defensivos, a defesa de frente para a bola. se a defesa estivesse posicionada mais à frente, aquando da marcação do livre, todos os jogadores iriam correr em direcção à baliza, aumentando assim o problema do autogolo, e como disse o sigmund, como a bola é lançada para as costas da defesa, os avançados da outra equipa chegariam mais facilmente à bola.

resumindo, acho que da maneira como o benfica defende as bolas paradas dá vantagem à defesa no ataque à bola. penso eu de que

abraço

sigmund disse...

JNF, eu acredito naquilo que disse, mas aqui nao há verdades absolutas. Se as houvesse, toda a gente usaria os mesmos métodos.

Eu acredito que esta linha de 8 homens mais perto da baliza sao extremamente eficazes e o meu coraçao tem comprovado isso. Não me lembro de passar por tao poucos calafrios em lances de bola parada. Os jogadores nao andam perdidos na área, cada um tem um espaço limitado e bem definido para controlar.

Este foi o primeiro que sofremos e resulta de um erro individual de um defesa. E já deu para perceber que nao é a defesa que se posiciona desta forma por iniciativa própria. O Jesus já usa este método ha várias épocas e com excelentes resultados. Não me parece que lhe esteja a escapar algo. Pode estar certo ou errado, mas nao é certamente algo que nao percebeu. É algo que ponderou e sobre o qual tomou uma decisao, a meu ver, acertada.