quinta-feira, 19 de abril de 2012

'Tá calado, abutre...

As bocas que gritam pelo Benfica durante os jogos do nosso clube são as que gritam e exigem um Benfica melhor à entrada para o Estádio da Luz depois de uma final de uma competição menor. Eu quero acreditar nisto, e acredito. Parece-me lógico que seja possível. Daí não entender as insinuações que surgiram em alguns blogs sobre o benfiquismo dos indignados que protestaram em Lisboa à chegada dos jogadores no passado domingo. Não serão os mesmos que, há tempos, invadiram um treino para pedir satisfações a Jesus? Até compreendo que se discuta o timing dos protestos, mas porquê o benfiquismo de quem os fez? Ou devemos estar satisfeitos com os feitos medíocres que temos alcançado? Está a perder-se a exigência e o espírito crítico no Benfica.

21 comentários:

POC disse...

Não duvido, de forma alguma, do benfiquismo deles.

Posso não concordar com o timing ou os visados, mas não podemos adormecer ainda mais. Sob pena de nos tornarmos num sporting (e nem quero comparar os títulos desde que o Querido Líder chegou, porque se não...*engolir em seco*).

PluribusUnum7 disse...

Não creio que se esteja a perder o sentido critico. O que eu acho é que a maioria dos benfiquistas entendem (e quanto a mim bem) que a maior culpa de uma época decepcionante não é dos jogadores nem do treinador.

Sinceramente a mim custa-me vê-los a darem tudo pelo Benfica, a serem roubados todas as semanas e no final de tudo ainda são insultados pelos nossos.

Entendo que se critique Vieira, acima de tudo por ter apoiado corruptos para o poder. Sinceramente com outros a história seria a mesma. Com Hermínio Loureiro (para mim um dos poucos credíveis nos últimos 30 anos) as épocas de 2008/2009 e 2009/2010 foram uma vergonha. Em 2009/2010 com uma super equipa e um futebol demolidor só fomos campeões na ultima jornada. O problema está mesmo em apoiar aquela escumalha e ainda estar sentado com eles na tribuna.

Na minha opinião temos de ter mais um pouco de paciência. Estamos a matar o polvo lentamente. Se não voltarmos a assinar com a olivedesportos vai ser um golpe duro para eles. Hoje em dia fazemos muito dinheiro de receitas, forçamos os corruptos a loucuras para acompanharem o nosso crescimento e os 70 milhões de aumento do passivo deles em menos de 2 anos demonstra isso mesmo. Ainda por cima desvalorizaram jogadores esta época em vez dos valorizar e fizeram pouco dinheiro na champions.

Quanto a mim vai chegar a um ponto que nem com as arbitragens mais descaradas vão conseguir vencer porque não vão ter equipas suficientemente boas para conseguirem. Este ano foi já um exemplo. Foi precisa mesmo muita fruta.

Bcool973 disse...

O benfiquinhismo é uma doença que precisa de ser erradicada das nossas hostes.
Não concordo com os protestos, com o timing, com os alvos e com a forma.
Concordo que 2 títulos em 12 anos é demasiado pouco para um clube como o nosso. Esperemos mais 4 jogos para fazer o balanço do mandato desportivo do Vieira e dos 3 anos do Jesus. A época ainda não acabou. Os erros estão à vista de todos e a cultura da mediocridade de resultados também, mas esperemos até ao fim da época para balanços

Anónimo disse...

Criticar é muito diferente de ter atitudes medíocres, pouco profissionais e a roçar o vandalismo. Há formas muito mais usuais e motivadoras que o insulto e a crítica permanente. Isto é algo que tu também não percebeste ainda. Por exemplo, o que tu fazes neste blog é uma maneira de crítica. Tens liberdade de expressão, portanto não te critico apesar de achar que exageras e és MUITO radical naquilo que criticas. Mas aqueles que vão mandar pedras e dizer palavrões para a porta do estádio....! Estamos em 2012!!! É mais provável uma má reacção do que uma boa quando se critica deste forma. Para além disso, EU ACREDITO ATÉ AO FIM E SÓ VOU CHORAR QUANDO FOR MATEMATICAMENTE IMPOSSÍVEL. Ninguém está satisfeito. Nem eu, nem tu, nem o gajo que nem liga a futebol mas lá dentro é do benfica. Essa coisa de medir o benfiquismo... pá isso não é medível. Sente-se, e não consegues perceber o q os outros sentem, acho eu! Pode haveR também muitos que se dizem isto e aquilo e não são nada. Por isso não gosto de falar em medir o benfiquismo das pessoas, confio no meu, sei o que sinto e espero que todos estejamos em sintonia em relação a isto. Nisso tiro-te o chapéu e aprecio muito a mística que tentas transmitir neste blog. Alias, este deve ser o teu principal objectivo: Promover as ideias certas ao relação a este nosso eterno amor.


Abração e continua o bom trabalho,

Carlos Alves

Oposição? Sempre, pois claro... disse...

Todos têm o direito de demonstrar a sua indignação/insatisfação sobre o desempenho da equipa. Quem não aceita a crítica, demonstra uma grande falta de fair-play e espírito democrático. O Benfica não é propriedade de quem o dirige. O Benfica é de todos os benfiquistas. E se existem benfiquistas que não estão satisfeitos com os resultados obtidos pela equipa, treinador, direcção ou presidente, são livres de o demonstrar dentro do civismo e correcção exigíveis. O que não é admissível é as prima-donas que se acham acima de todas as criticas, apesar do medíocre desempenho que prestam como responsáveis no clube, virem chamar abutres aos que contestam e exigem mais e melhor!!!

Ganhámos (mais) uma Taça da Liga. E depois?
Quantos campeonatos valem uma Taça da Liga?

Miguel disse...

Concordo em absoluto.

Não sei como chegámos a este Neobenfiquismo, para utilizar a magnífica expressão do JNF.

Acho que está relacionado com o facto de termos passado pelas trevas na década de 90 (e parte da década de 00), algo que não sucedeu com os restantes colossos do futebol europeu: Real madrid, Manchester United, Bayern Munique, AC Milan, Ajax...

O Benfica estava no lote destes grandes clubes até ao princípio da década de 90.

Estes clubes tiveram fases más, mas nunca desceram ao inferno como nós...

Isto tornou os nossos sócios e adeptos menos exigentes e sem espírito crítico, mais susceptíveis a folcore do que a resultados desportivos.

No Real Madrid, por exemplo, não há problema em assobiar CR ou Raúl quando estes não cumprem.

Creio que corremos o risco de nos termos redimensionado demasiado para baixo, e é por isso que a maior parte dos adeptos se contentam com uma mísera taça da Liga e um segundo lugar na Liga e uma razoável participação na Champions.

São os mesmos adeptos que se queixam dos outros, dos exigentes, dos que assobiam...

Meus amigos, foram estes adeptos e dirigentes, os que assobiam, os que criticam, os que exigem, que fizeram o Benfica grande. Os outros não ficam para a história...

Miguel disse...

Acrescento ainda que não percebo porque é que estes adeptos, que apenas querem um Benfica melhor, protestam de cara tapada. Medo do quê?...

John Wakefield disse...

Não está em causa o espírito crítico desses adeptos (embora alguns tenham passado à via do insulto, o que só os descredibiliza), mas sim o timing. Ganhamos um troféu e esperava-se que nesse fim de semana, a equipa tivesse a oportunidade de viver o momento e de estar em harmonia. É claro que não se pediam festejos efusivos (o que não aconteceu!), mas também o contrário que veio a acontecer seria e foi um autêntico contra-senso.
Manifestem-se, de forma organizada e pensada, no final da época. Aí sim terão todo o meu apoio. O sr. Vieira tem que saber que os Benfiquistas querem mais campeonatos e taças de Portugal, e se possível, atingir uma final europeia nos próximos 5 anos!

xirico disse...

Não discuto o benfiquismo mas contesto o timing e forma desses protestos.

JNF disse...

POC, John Wakefield e xirico(1), PluribusUnum7(2), Carlos Alves(3), Miguel(4)

1 - Também não concordo com o timing. E em termos de títulos, parece que desde o ano 2000 que temos tantos quanto o Sporting. Ui.

2 - Passados tantos anos, não te cansas de continuar sempre a perder e a ser sistematicamente humilhado? É que o discurso é sempre o mesmo e a falta de resultados está à vista. Passou mais um ano e o Porto vai ser novameente campeão? Estão a matar o Polvo? Só se for o dos congelados do Pingo Doce.

3 - Eu só peço para ser campeão. Estarei a pedir assim tanto?

4 - Provavelmente são das claques não legalizadas.

Germano Bettencourt disse...

Não contesto o benfiquismo, nem mesmo o timming, contesto a forma como se demonstrou o desagrado.

Assim todos levam por tabela, quando todos nós sabemos que existem ali jogadores que dão tudo por aquela camisola.

Gustavo Neves disse...

Criticar quem esteve a pedir satisfações a pseudo-profissionais que ganham fortunas para arrastar o nome do Benfica pela lama??? Realmente, neste país, o sentido de realidade das pessoas anda a desvanecer-se.....
Por mim, em Coimbra, jogavam para meio estádio vazio. Mas compreendo perfeitamente quem não é de Lisboa e quer ver o Benfica a jogar.
Esta época é o culminar e a prova final que o Benfica está repleto de incompetentes a nivel de gestão desportiva, e "espertos" na gestão financeira, que enchem os bolsos com as negociatas com passes de jogadores.
Deixo dois apelos: que no sábado o Estádio da Luz esteja vazio, e apoiemos a equipa de juniores no Seixal....não cabemos todos, mas enfim...; que na próxima AG quem não se revê na podridão que o Benfica é actualmente, compareça e se faça ouvir. Limpeza!!!

Bicadas disse...

Boas,

"Não contesto o Benfiquismo mas sim o timing" é o que mais se lê por aqui.

Muito se fala de abutres e carneiros: os que se dizem exigentes não querem que se lhes chame abutre, pela insinuação de interesse menos Benfiquista que isso encerra, mas não hesitam em designar como carneiro os que deles discordam, insinuando o mesmo interesse menos Benfiquista.

Ficámos a saber que os que assobiam é que fizeram o clube crescer. Muito bem. E aqueles 30 de cara tapada levarão concerteza o clube ao céu.

Dando de barato o seu Benfiquismo - questão que considero marginal, de tão óbvio que é que a coisa foi orquestrada, se com boas ou más intenções, quem quiser que discuta - eu só não percebo, devo mesmo ser carneiro, é o que é que ganha o clube com esta manifestação de desagrado/exigência.

A época ainda não acabou. Os senhores exigentes acham que há algum impacto positivo, na performance da equipa, daquilo que se fez? Se acham que sim, por favor expliquem-mo, que pelos vistos sou um bocado quadrado.

A única vantagem que consigo perceber é a de fragilizar a posição de uma direcção de que se discorda, se daí resultar alguma desmotivação, enfim, são danos colaterais, o que interessa é que somos exigentes.

Cumprimentos

JNF disse...

Bicadas,


e o contrário, não acontece? Essa é boa... olha agora... se achas que foi tudo orquestrado, então nem vale a pena tentar explicar, qual é a diferença. Cumprimentos.

Bicadas disse...

Caro JNF,

Não ponho minimamente em causa o Benfiquismo seja de quem for, ainda para mais pessoas que nem conheço (ou conheço, não sei, estavam de cara tapada).

Agora eu não vou tentar explicar nada, tanto mais que parto do princípio que as pessoas têm olhos na cara e, mais ainda, bastas vezes sacam do cartão de visita da clarividência. Mas então numa semana em que até perdemos com o sporting espera-se pela vitória no jogo seguinte para exibir descontentamento? Se se sentiam genuinamente frustrados que fossem ao estádio na segunda-feira, ou após outra derrota, ou no final da época. Mas não, os senhores apenas aguardaram por um momento em que qualquer mensagem passada será, no mínimo, ambígua. A única lógica que vejo é que se esperou pelo tiro de partida do Sr. Veiga, nada mais. Se alguém tem dúvidas da encomenda, então procure uma explicação consistente para a cara tapada.

Quanto a diferenças entre "exigentes" e "situacionistas" é assunto que nada me interessa, apenas chamo a atenção para o facto de muitas pessoas, como eu, verem muitas virtudes e também muitos erros na gestão de Vieira e se vêm "banidos", à partida, de qualquer espaço dos lados que se pretendem arregimentar.

É redutor. Se só se vêm defeitos na gestão de LFV não percebo a contestação a JJ - o que falhou na época em que "havia o melhor plantel e com investimentos brutais" - então queremos competir com planteis piores? Ou com menor capacidade de investimento? Ou foi algum alien que fez o plantel e proporcionou o investimento?

Acredito que todos prezamos o Benfica e que o pretendemos levar bem alto. Agora se nos queremos intitular de exigentes só o podemos fazer quando começarmos por não fazer concessões á nossa honestidade intelectual.

Cumprimentos

JNF disse...

As pessoas mostraram descontentamento em Alvalade. Ouviu-se o "palahços joguem à bola" no final do encontro. A cara tapada já expliquei. O mesmo argumento é usado pelos membros das claques quando se mostram fotos dos mesmos no topo sul.

Banidos? Porquê? Essa agora não percebi.

Já agora, agradeço explicações sobre a colocação em causa da honestidade intelectual.

Bicadas disse...

O banidos está entre aspas. Pretendi que fosse entendido como o esvaziamento do espaço que poderia ser ocupado por quem, como eu, não entra numa lógica de "comigo ou contra mim".

Quanto à questão da honestidade intelectual não remete para qualquer comportamento menos lícito, ou sequer condenável: indica antes uma necessidade que, pelo menos eu, identifico na generalidade dos espaços de debate ou de opinião em Portugal - há escassos indícios, no discurso dos comentadores, de que estes, na elaboração do seu raciocínio, se ponham em causa. Muito raramente se procura explanar uma lógica que possa estar subjacente às atitudes dos visados - aqui, normalmente, LFV ou JJ, noutras áreas Sócrates ou PPC, ou Constâncio, etc. - optando-se, comodamente, por tomar como certo o que apenas aparentemente o é realmente, sem "experimentar os sapatos" dos visados.

Aproveito a ocasião para relevar o facto de nunca ter visto, neste espaço, e apesar de analisar vários assuntos de perspectivas diferentes, qualquer dos meus comentários não publicado e ainda ter recebido respostas, o que para mim indicia, por mínima que seja, ou não, disponibilidade para a postura que atrás referi.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Por vezes apetece dizer que esta gente tem aquilo que merece!
Quando assistimos a desempenhos miseráveis de jogadores com obrigação de re4presentação de um Clube tâo grande como o Glorioso, quando assistimos a desculpas patéticas de responsáveis, quando olhamos para um treinador que busca para si os feitos e atira para os outros (arbitros) as atrocidades que comete, não há mais pachorra.

O que eu tenho assistido foi a desempenhos sempre a piorar, da equipa. Ora sendo nós um ser pensante, será que não conseguimos concluir que a responsabolidade de tão miserável desempenho tem um nome "asno-catedrático". Um terinador competente a trabalhar com uma equipa durante três anos, tem obrigatóriamente de implementar um estilo de jogo e mecanismos que se vão refinando. Pois o que me é dado verificar é um funcionamento como equipa que arrepia.

Outra coisa a que se colocaram a jeito, foi o fato de embora um troféu menor o arrumarem no porta bagagens do autocarro, para qie fosse esquecido o mais rápido possível. Então quem foram os primeiros a desrespeitar??????

Anónimo disse...

Enquanto o Benfica andar com o andor dos dirigentes às costas, que para salvar a pele a todo o custo fizeram das arbitragens a história de «Pedro e o Lobo», e que as massas benfiquistas comem como paipinha com sabor a ginjas, vai ser complicado sair deste ciclo vicioso (e viciado dentro das nossas portas!) de altas expectativas geradas e parcos resultados obtidos. Época após época.

Basta.

Frank disse...

Não concordo com os protestos porque, como dizem aqui outros benfiquistas, os nossos atletas deram tudo esta época e foram espoliados pelos árbitros do título que nesta altura já devia ser nosso. Em Alvalade, além dos penalties (tanto o não marcado a nosso favor como o pretenso contra nós são decisões escandalosas), fomos altamente prejudicados, de forma cirúrgica, em faltas e cartões. Depois houve Coimbra, o golo do Porto em fora de jogo na Luz, a expulsão do Emerson no mesmo jogo, a não expulsão do Djamal em Braga, o penalty duvidoso contra nós no mesmo jogo, a expulsão do Aimar em Olhão, o castigo do mesmo Aimar, etc. etc. É muita coisa.
Concordo que a direcção tem responsabilidades em ter deixado que a coisa chegasse a este ponto. No entanto devemos esperar até ao fim da época para fazer o balanço de tudo.
Por outro lado, quem é a alternativa a LFV? Este é outro problema. Certamente não queremos embarcar em Brunos Carvalhos (que ia despedir o Jesus e contratar o Carlos Azenha...).
As coisas têm que ser pensadas com calma. Mudar para pior não vale a pena e a instabilidade não traz nada de bom.
http://justicabenfiquista.blogspot.pt/

moleculasdeamor disse...

Essa cena do benfiquismo não faz sentido nenhum [os que pensam como eu são benfiquistas, os que não pensam não são...pois... está bem]... vivemos numa suposta democracia - e isso parece-nos a todos bem, penso!
Quanto ao timing pois, talvez fora de tempo sem dúvida...
Que precisamos de um local onde possamos pedir explicações... é claro que precisamos... uma direcção com nível pode "construir um local de debate permanente"!

Aguardo esse dia, para que as pessoas não tenham que fazer estas figuras...