terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Os castigos a Cardozo e Matic

Cardozo e Matic foram expulsos no jogo com o Nacional da Madeira. O primeiro bem, uma vez que pontapeou um adversário, o segundo mal, visto não ter efectivamente agredido nem tentado uma agressão a Candeias. O que vai decidir a Liga relativamente a estes dois casos?

A situação de Cardozo é recorrente. É a sexta vez que é expulso ao serviço do Benfica, a quarta por vermelho directo. De todas as expulsões, metade foram mal avaliadas (Getafe em 2008, Braga em 2009 e Sporting em 2011), enquanto as outras três foram, a meu ver, correctamente ajuizadas (Porto em 2011, Setúbal em 2012 e Nacional no passado domingo). Feitas as contas, em seis anos em Portugal, é o segundo cartão vermelho directo que Cardozo vê em jogos do campeonato por agressão. Pode dizer-se que Tacuara é um jogador violento? Não me parece. Ainda para mais, neste caso específico, estava a ser provocado pelo adversário. Na minha opinião, Cardozo não merece mais que dois jogos de suspensão. O puxão de camisola a Pedro Proença é um gesto que não lhe fica bem, mas não é, nem aqui nem na Tailândia, uma agressão. Se ainda fosse uma cabeçada a um árbitro, como a que Belluschi deu a Duarte Gomes, isso sim, mas um agarrão de camisola? Não. Cardozo merece ser castigado por dois jogos e multado pela atitude que teve para com Proença (apesar de bem lá no fundo o meu desejo fosse que o paraguaio tivesse partido para cima do brilhantina e o tivesse deixado como deixa as defesas de Setúbal, Nacional e Sporting). Mais que isto seria excessivamente pesado para o nosso artilheiro.

O caso de Matic é bem mais simples. Não há agressão, nem consumada nem na forma tentada, logo só tem é de ver a penalização ser revogada. Nem sei onde está a dúvida.

P.S. Nota para o ar de filho da mãe de Proença na expulsão de Matic. Transpira ódio ao Benfica por todos os poros. Oxalá tenha um encontro com o Paulo Parreira um destes dias.

5 comentários:

GNR disse...

De passagem, só para te cumprimentar.

hertz disse...

O empresário do Cardozo disse entre outras coisas o seguinte: "Vi o jogo, também vejo que o Benfica se sente sempre pressionado com este árbitro, ficam nervosos. A reação dele (Cardozo) depois da expulsão não foi boa. Mas foi o nervosismo, não era um jogo normal." e tenho de concordar com estas palavras. A simples presença do Proença deixa os jogadores do Benfica com um pé atrás e com a sensação que algo vai correr mal. Como tu disseste, o Cardozo já foi expulso algumas vezes mas nunca reagiu daquela forma e acho que se fosse outro árbitro, talvez tivesse refilado com ele mas nunca da maneira que fez ao Proença.
Na lance da expulsão do Matic são mostrados vários lances que espelham bem a relação Benfica/Proença: a reacção de um adepto na bancada de total incredulidade, o Gaitan a passar, a abanar a cabeça e a sorrir ironicamente e o Proença com aquela cara de ódio e ao mesmo tempo de satisfação ao ter expulsado um dos jogadores mais influentes do Benfica.

hertz disse...

Quanto aos castigos, acho que o Cardozo vai levar no mínimo uns 3 jogos e o Matic não levará nenhum.

Germano Bettencourt disse...

No entanto, na página do nacional, numa imagem mais pixelizada que um lego, aparece o braço do Matic no queixo do Candeias. O mais engraçado, é que podemos ver a imagem 1001 vezes em slow motion, ou super slow motion, que não vemos nada do que o Nacional publicou. A isto chama-se o quê JNF?

JNF disse...

GNR,

eu também só estou de passagem.

hertz,

ora nem mais. Tudo isso descreve bem o que Proença é e o que os jogadores do Benfica sentem quando esse senhor vai arbitrar um jogo nosso.

Germano,

Ou montagem ou então o braço pode ter efectivamente passado lá perto (não vi imagens em super slow motion), mas nunca agrediu nem teve intenção de agredir Candeias.