quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Banco é garantia de qualidade

Era um dos problemas da época anterior, o Benfica tinha um bom onze, mas o sumo da laranja tinha que ser espremido até ao máximo, por falta de opções para alguns titulares. Lembro-me bem que no segundo desafio da taça uefa contra o Braga, Jesus tentou mudar o jogo a nosso favor, lançando Menezes e Kardec, isto quando Salvio e Gaitán deixaram de ser opções por lesão. O plantel deste ano, apesar de não ser perfeito, oferece ao treinador muitas mais soluções principalmente do meio campo para a frente. Folgo em perceber que alguns reforços estão a ser integrados progressivamente, sem pressas, dando tempo para que possam adaptar-se à uma nova realidade, como é por exemplo o caso do argentino Enzo Pérez.

E se as alas do meio campo têm sido regra geral ocupadas por Nolito e Gaitán, Jesus pode dispor de igual qualidade no banco de suplentes, lançando ora Pérez ou Bruno César, embora continue a dizer que este renderá muito mais no centro. Urreta que é um bom jogador, não entra nos planos de Jesus, mas podia e devia ser mais uma opção para as faixas. Para o ataque a concorrência adivinha-se feroz, tendo o Benfica várias opções com jogadores distintos uns dos outros, independentemente da táctica a ser utiizada. Jara saíu rumo ao Granada, mas há um Cardozo que continua a demonstrar a sua enorme veia goleadora, um Nélson Oliveira e Rodrigo a crescerem cada vez mais e à espreita de oportunidades, e claro Saviola e Rodrigo Mora, este ainda pouco utilizado, mas tem qualidade.

Quem parece perder espaço é Javier Saviola. Longe vão os tempos em que o Conejo conseguia fazer a diferença pela sua rapidez quer em termos de velocidade, quer em termos de execução das jogadas. O jogador que vemos hoje, é diferente, alguém lento a todos os níveis, distante, muito distante do fulgor que exibiu na primeira época de águia ao peito. Ao contrário do seu grande amigo Aimar, não estou a ver grande futuro no Benfica para Saviola, que terá que provar-me que estou errado nesta leitura que estou a fazer, gostaria que isso acontecesse. Voltanto ao tópico, Jesus tem matéria prima para ir rodando a equipa do meio campo para a frente, e ainda nem falei de jogadores como David Simão que a meu ver não devia ser encarado como uma alternativa a Aimar, mas sim a Witsel, já que vejo no jovem português um centro campista, que tal como o belga, é um jogador de ligação entre sectores, mas que vai ter vida difícil.

O problema poderá estar mais atrás, nomeadamente nas alternativas a alguns jogadores da defesa. Se Artur tem enchido as medidas com grandes exibições, tendo Eduardo e Mika como bons suplentes, se a dupla Luisão/Garay é garantia de qualidade (embora a alternativa além de Miguel Vitor poderia ser melhor), o mesmo não se pode dizer por exemplo da lateral esquerda, onde Emerson ainda não me conseguiu convencer, vou dar-lhe o benefício da duvida por mais algum tempo e Capdevila mostra estar longe da sua melhor forma. Não existe também uma boa alternativa a Maxi, existe sim um Amorim que poderá suprir essa necessidade, e embora seja um jogador polivalente, não gosto de o ver como lateral. Depois há a questão Javi Garcia - não existe no plantel alguém que o possa substituir com igual capacidade, Matic não é medio defensivo, nem Amorim, Nuno Coelho foi emprestado, assim como Airton... Temos mesmo que esperar que o Javi chegue para todas as encomendas, é um risco que corremos. Emprestar Airton foi um grande erro.

15 comentários:

Anónimo disse...

Com o campeonato longo, as competições Europeias e as outras competições Internas, não me parece que o Benfica esteja assim tão bem apetrechado de jogadores que se dê ao luxo de "recusar" Excelentes jogadores para o plantel e "mandar outros embora".
A Época passada foi CASTASTRÓFICA e teve como personagem principal (a arbitragem) e o Jorge Jesus que mandou embora jogadores que depois SE COMPROVOU que foi um erro grave o que fez e deixou ficar outras que não davam uma prá caixa e esta época além de termos uma melhor Equipa, não esquecer que o Jorge Jesus quase entra pelos mesmos erros e no Final vamos ver se alguns dos que abalaram a SEU MANDADO não nos vêm a fazer falta, mas depois será sopas depois de almoço. A ver vamos.

Tiago disse...

Concordo em grande parte ao que tu escreveste. Começando de trás para a frente:
Na baliza estamos muito bem servidos, 3 guarda redes de qualidade em que podemos apostar em qualquer 1 sem medo, contudo o Artur é o nosso numero 1 (grande contratação).
Na defesa penso que os 2 centrais titulares são muito bons, não sendo as alternativas tão boas, preferia ficar com o sidnei do qe com o jardel. Contudo acho qe para jogos de liga zon sagres são suficientes se estiverem entrosados. Quanto ao lado direito temos um bom lateral direito, e em opções de recurso o amorim é suficiente, sendo o 12º jogador do Benfica. Do lado esquerdo, o Emerson te-me vindo a convencer e o Cap qd melhorar a sua forma fisica tbm vai ser muito importante. Também Coentrão só há 1, para já dão garantias.
Meio campo, estamos bem apetrechados, temos qualidade em todos os lugares do meio campo, pode não haver uma alternativa tão defensiva como o javi, mas acho que o matic e o ruben amorim tbm podem desenrrascar nesse lugar. O que eu gostava mesmo era que o Jesus metesse o Bruno Cesar ao meio e deixasse ficar o Urreta no plantel, jogador muito rápido e qe tbm pode jogar no ataque se for preciso, acho qe era essencial e ainda não perdi a esperança de o ver jogar este ano.
Quanto ao ataque, temos soluções de qualidade com o cardozo e saviola (se jogarmos apenas com um ponta), e depois temos o rodrigo que está a afirmar-se como alternativa, e o nelson oliveira que precisa de jogar. Se jogarmos grande parte dos jogos com 1 ponta acho qe chegam, se jogarmos com 2 vai ser dificil. Não falo do rodrigo mora porque prefiro que fique o urreta ao rodrigo mora.
Abraço

Ginha disse...

http://www.a-nossa-mistica.blogspot.com/

Far(away) disse...

Tiago: Também gostava muito que Jesus considerasse Urreta como uma real opção e que metesse BC no centro do terreno. Mas não me cheira.

Tiago disse...

Far: a vêr. Se hoje não aparecer nenhuma noticia a dizer qe ele saiu pode ser qe acredite já qe o rodrigo mora tá sempre lesionado LOL

Far(away) disse...

Sim, de facto o Mora tem estado lesionado tempo a mais, ehehe!

Bruno Pereira disse...

Gostei muito da sua opinião Far. Concordo absolutamente e é bom ver que há mais alguém a pensar como nós.
Aproveito para lhe lançar um desafio (a si e a todos os que visitam este blog):
http://orgulhosamentelampiao.blogspot.com/2011/08/lanco-desafio-todos-os-benfiquistas.html

De certo que aceitará...

SLB4EVER disse...

Concordo que é um banco de qualidade, quanto á sua real "profundidade" é que ainda está por confirmar.

Por mim não se fazia mais mexidas e ainda tenho a ténue esperança de ver o Urreta a ficar (fecha mercado rápido). Se este não ficar é bom que o Enzo confirme ser útil na ala direita qd necessário.
Tou mais optimista quanto aos defesas esquerdos, regra geral tenho gostado de ver o Emerson e este tem vindo a subir de rendimento, desde que as paragens cerebrais como aquele canto concedido ao Nacional no término do jogo sejam raras, temos defesa. Depois ainda existe o Cap e o L.Martins para o q der e vier.
Defesa direito realmente não existem grandes alternativas ao Maxi mas tudo bem está o adaptado Amorim á dobra e é um risco/aposta assumido, estou é ainda á espera que se renove com o Maxi, de preferencia antes do MU.
A posição de trinco acho que o Matic e o Amorim podem cumprir, mesmo que isso signifique um apoio mais próximo e efectivo de outro médio.
Claro está que tem de haver uma ovelha negra, que eu vejo no Jardel, espero estar equivocado.

As decisões estão tomadas, penso que o mais importante é saber gerir bem o plantel de acordo com as necessidades e circunstancias do momento, por vezes é melhor fazer alterações tácticas; pequenas nuances, que estejam mais de acordo com as caracteristicas dos jogadores disponíveis do que estar a fazer adaptações duvidosas e forçadas. Se não existem 2 jogadores iguais ainda mais diferente se torna quando estão rotinados a jogar em posições distintas. Acho que em parte passa por aqui o ter sucesso ou não, sou totalmente contra as adaptações e insistencias recorrentes que se viram na temporada passada assim como considero que o SLB não se pode limitar a jogar unicamente no sistema a ou b, não gosto de ver este tipo de rigidez, temos um plantel de qualidade que permite variar e surpreender os adversários, como dizia o Bruce Lee: 'You must flow like water' :D

Dito isto espera-se agora que o JJ consiga fazer deste plantel um grupo coeso com um objectivo comum, a vitória. E que qualquer jogador esteja preparado para dar o seu contibuto á equipa sem medos, desejo tb que os jovens jogadores com especial reparo para os da cantera sejam tratados com a dignidade que eles merecem, que não sejam esquecidos e que vão tendo as oportunidades de jogar necessárias para poderem evoluir e sentirem-se confiantes no seu valor de modo a poderem ajudar a equipa.

CARREGA BENFICA

Homem da Luz disse...

Familiares,

Matic é um grande jogador, daqueles que, a meu ver, não engana.
Concordo com o post, excepto com a análise ao Matic, creio que é um substituto para Javi, embora obviamente com menos omnipresença no relvado.

CARREGA

Far(away) disse...

SLB4EVER: O que me parece, é que embora não seja um plantel perfeito, abordei esse tema no post, é um plantel suficientemente competitivo para ganhar o campeonato, que é o nosso principal objectivo. Não penso que exista muita margem de manobra para Jesus, ou ganha e sustenta o seu projecto, ou então será a última época dele como treinador do Benfica.

SLB4EVER disse...

Far, estou de acordo e considero até que o plantel perfeito é algo que não existe, mesmo os tubarões apresentam sempre lacunas numa ou outra posição.
Por vezes essas lacunas permitem que surjam jogadores como o Coentrão, por isso nem sempre é tudo negativo.
Não tenho dúvidas que existe qualidade e variedade suficiente nos 27/28 jogadores do plantel para no mínimo disputar o campeonato até á ultima e que conseguir esse título é uma ambição realista. Espero tb uma prestação positiva na champions o que passa por atingir os oitavos!

Quanto a depedir o JJ ñ atingindo ele esse objectivo é que já ñ posso simplificar assim as coisas. Acima de tudo espero que seja competente e ñ repita os erros óbvios do ano passado, nem se lembre de inventar uns novos (LOL). Se vir competencia e lógica nas suas decisões e puder afirmar que ele fez tudo o que podia mas ñ o conseguiu por motivos externos (como os apintadores) provavelmente já não entro por aí. Mas isso é esperar para ver pq ainda estou a tentar renovar a confiança que perdi nele.

Acerca do Airton tb me parece que ele tinha a qualidade necessária para susbtituir o Javi e estranhei a sua saída, assim como ñ percebi como se foi queimar este jogador a DD. Desagradou-me mesmo foi saber que sofreu uma grave lesão, só espero que recupere bem.

José Ribeiro disse...

http://um-para-um.blogspot.com/2011/08/dzeko-e-o-porque-de-cardozo-continuar.html

Convido-vos a comentar

Abraço

Anónimo disse...

Este ano existem, de facto, alternativas mais credíveis, mas não para todos os lugares, como resulta até do texto deste post.
Gostaria que houvesse um jogador credenciado para substituir Cardozo, não só nos seus impedimentos (lesões, castigos, chamadas à selecção), mas também para ele poder descansar em alguns jogos, pois a época é longa e o Benfica joga em várias frentes e em todas elas é para ganhar. Um jogador ao nível do Bryan Ruiz, que irá sair, tudo o indica, do Twente pelo Fulham.
Gostaria, também, que houvesse uma alternativa ao Maxi Pereira, assim como um central mais experiente para substituir Luisão ou Garay, na eventualidade de, algum deles poder ter uma paragem mais prolongada.
Relativamente ao texto do post, devo dizer que também considero algo precipitada a cedência de Airton. Recordo-me que, na época de 2009/10, em que o Benfica foi campeão, ele substituiu eficazmente Javi Garcia em diversos jogos.
Se o Enzo Peréz atingir um nível de rendimento compatível com as suas credenciais e se mais nenhum jogador sair nestas poucas horas que faltam para o encerramento do mercado, o banco do Benfica tem efectivamente mais qualidade do que o do ano passado. Mas, temos de convir, igual ou pior seria impossível.
MM

Anónimo disse...

Atenção, as últimas notícias apontam para o empréstimo do Urreta ao Guimarães! Isto depois de ter sido renovado o respectivo contrato. Menos uma alternativa como médio ala!
MM

Mentiroso disse...

A menos de uma hora de fechar o mercado o Benfica tem um plantel de 26 jogadores sendo sete deles portugueses.

Há uma vaga em aberto para um português, há um lugar deficientemente preenchido (defesa-direito) e há um jogador livre com todos esses requisitos. Apesar do contencioso entre clube e jogador não me chocava o regresso de Miguel nestas circunstâncias.