sábado, 1 de setembro de 2012

Te amo, te amo, Benfica!*

Eu também te amo, Benfica, mas tu não queres nada de mim. Nem de mim nem dos outros sócios. Esqueceste o teu passado, andas alheado do presente e não sabes o que queres para o futuro. Cuspiste nas pessoas que te ergueram, desprezaste quem te deu valor e hoje levantas-te sobre os ombros de gente de índole e carácter duvidoso. Amo-te Benfica. Pena que não gostes tanto de ti como eu gosto.

A saída de Javi Garcia foi apenas mais um triste episódio que só prova a "incompetência" de quem dirige o Benfica. Se o Benfica estava obrigado a vender devido à falta de liquidez, por que motivo esperou pelo dia 31 de Agosto para o fazer, a preço de saldo, inviabilizando a contratação de um substituto? Ainda por cima, ao preço a que foi vendido, questiono-me porque é que o Benfica não vendeu jogadores excedentários como Gaitán e todos os outros que se encontram a treinar à parte ou emprestados por "n" clubes sem possibilidade de retorno à Luz, perfazendo assim os ditos 20 milhões de euros? E porque motivo se contratou um extremo que não faz parte das contas de Jesus, engrossando a larguíssima lista de jogadores para essa posição? Ou um avançado em final de contrato por 4,5 milhões de euros, cláusula de rescisão do mesmo, mais a cedência a título de empréstimo de um jogador que custou 1 milhão há uns meses, quando se tinha uma jovem promessa portuguesa que foi emprestada para a Coruña? Só nestes disparates, o Benfica estoirou, sem necessidade, 14,5 milhões de euros. Com mais 5,5 milhões que poderiam ter sido feitos com os encalhados Júlio César, Sidnei, Shaffer ou Urreta, não haveria necessidade de vender Javi. B-A = BA.

Como se vê, a saída de Javi não era uma necessidade imperial. Havia outras formas de resolver o problema. Gestores sérios e competentes não teriam de "cobrar" esta dívida ao Benfica, pelo menos desta forma. Dirigentes competentes não aceitariam que as coisas se resolvessem deste modo. Mas a propósito não sei de quê, continua a existir uma crença cega nas pessoas que, em dez anos, quadruplicaram o passivo de Vale e Azevedo. A essas pessoas só desejo que confiem as suas poupanças a Domingos Soares de Oliveira, Luís Filipe Vieira e demais incompetentes. Pode ser que, acabando na penúria, se apercebam do que está a acontecer no Benfica. Ou nem isso, que eu vi aquelas carpideiras na televisão norte-coreana a chorar a morte do Querido Líder. Ou sei que no funeral de Salazar houve milhares de pessoas nas ruas a acompanhar o percurso da viatura que levava o corpo do ditador. Somos assim. Às vezes, mesmo na miséria física, financeira e intelectual, continuamos a apoiar que nos tornou fracos, pobres e burros, em nome de uma ridícula e absurda estabilidade medíocre, por aconchego, por conforto, por falta de vontade em mudar, por inépcia.

Como se não bastasse a saída de um dos pilares do onze titular, a meu ver, a par de Witsel, o jogador mais importante e cuja a venda constituiria o maior rombo nas aspirações do Benfica para 2012/2013, o nosso clube não antecipou o futuro e, apanhado com as calças na mão, não contratou nenhum jogador para substituir o ex-camisola 6. A isto chama-se "planeamento zero". Se o Benfica já sabia que teria de vender alguém até 31 de Agosto, por que motivo não acautelou a possível/provável saída de Javi (ou Witsel) tendo na manga um nome para substituir o espanhol? Costuma-se dizer que quem não tem cão, caça com gato. O problema é que para a posição de trinco, não há cão nem gato. Matic não tem as mesmas características de Javi, estando a anos-luz de assegurar a mesma qualidade defensiva do murciano. Witsel não é trinco puro. Amorim, que poderia ser a solução para este problema, está a reforçar um rival ao título por incompatibilidades com Jesus. Se no ano passado retiraram o tapete a Jesus em Janeiro, com a sua patética conivência, desta vez nem esperaram por Setembro. Obrigado a todos.

Assim vai o Benfica. Inicia a época sem defesa esquerdo, com uma adaptação em curso e um jogador que não conta para Jesus, sem substituto no plantel principal para Maxi, e sem trinco. Isto é mais que meio caminho andado para oferecer o tricampeonato ao Porto, que manteve Moutinho e Hulk, fazendo de Vítor Pereira bicampeão. Só em Portugal. Meus caros, isto não é incompetência. Resta saber se é negligência ou temos gente mal intencionada a decidir, autênticos Porcos de Tróia a dirigir o clube.

Os sócios já não são sócios. São meros clientes. Disse-o há uns dias e confirmou-se. Na semana passada recebi o telefonema de uma simpática jovem que trabalha para o clube a tentar vender-me pedras da calçada, vulgo Praça dos Heróis (outra aberração que será falada brevemente). Um Benfica voltado para os sócios dar-lhes-ia campeonatos. Um Benfica voltado para os clientes tenta vender-lhes os calhaus à volta do Estádio ao preço de 62,90€ o mais barato.

O que interessa às pessoas que dirigem o Benfica é que os sócios, perdão, clientes, estejam interessados em questões secundárias como comprar pedras, jogar futvólei na Praça Centenarium, ir a sessões de autógrafos nos Restauradores, marcar restaurantes pelo site oficial, etc. Questões fulcrais como a conquista de campeonatos são vistas como fait-divers. Porque se os sócios vissem o que está prestes a acontecer em termos de contabilidade de títulos nacionais, talvez se apercebessem de que o Benfica está a um passo de deixar de ser, mesmos em termos históricos, o maior clube de Portugal.

*Frase de Javi Garcia na comemoração do título de campeão nacional 2009/2010.

13 comentários:

Anónimo disse...

Já o disse e repito: se o Benfica não consegue sequer encontrar uma alternativa a esta merda, para disputar as eleições nestas circunstancias...não merece mais senão a miserável condição de um clube pateta.

Nunca pensei escrever isto, mas tomara que os meus filhos de 2 e 4 anos não apanhem esta doença...
Não educo ninguém para a mediocridade, baixaria e abuso de poder...e essa é a legenda do meu clube.

PUTA QUE OS PARIU

SC disse...

Só um pequeno reparo..do que fui lendo o Michel saiu a título definitivo..
Brilhante Vieirismo..
Á ultima da hora inscreve se J.César mas Urreta e Sidney onde andam..
Bem sei o que mereciam eles(dirigentes) ouvir amanhã.

De Todos Um!!

Josefino Almeido disse...

Comprámos o Deyverson Brum Silva no fecho do mercado.
Vai jogar a trinco, defesa direito e defesa esquerdo.
É uma máquina !
Contratado a preço de saldo ao Grémio de Marangaratiba, pela dupla de "Cavalos de Tróia" andrades LFV e JJ...

Red Sniper disse...

..."É chamar os NN da Falagueira ou a malta de Felgueiras para correr com esta corja" ...

Costumas ser sempre assim tão mau, ou isso é só um desabafo de quem está por detrás de um PCV ?

71460_5/8 disse...

lol

o Benfica vendeu o Javi porque não lhe pode oferecer os 5M€ limpos que ele vai ganhar no Manchester City... mas quando é que percebem que a escravatura já foi banida e que ou o Benfica faz cada vez mais dinheiro e pode pagar salários mais altos ou então os jogadores vão sempre sair. sim podiamos não ter comprado o Ola John ou outros mas o Javi iria querer sair sempre!

JNF disse...

Red Sniper,

costumas ser assim tão burro para não perceberes a piada dos NN da Falagueira? É que os NN da Falagueira... não existem. Se não percebeste a piada, cala-te.

71...

escravatura? Os jogadores assinam contratos de livre vontade, muitos deles acima dos 200 mil euros, e tu falas em escravatura? Tá louco...

Germano Bettencourt disse...

Não coloco em causa a necessidade de vender. Aceito a venda do Javi abaixo do Valor da cláusula. Aceito porque o Javi sempre foi um exemplo, com um comportamento exemplar, e que em conjunto com o empresário pedir para sair, compreendo-o. O que eu não compreendo, é a falta de critério nas compras. Esta venda não foi para equilibrar as contas, porque se fosse esse o problema, não teríamos gasto 23M em 3 jogadores onde à partida já tinhamos soluções.

Dizer, como já li algures, que o Benfica se precaveu da saída do Gaitan, com a compra de extremos, é para mim pura estupidez. Precaver não é comprar sem saber como o mercado se vai comportar. Precaver, é ter alvos bem definidos, para quando o mercado nos atacar, atacar-mos nós o mercado.

As únicas posições para onde deveríamos comprar com antecedência, por não ter alternativas, seriam, 1 Trinco, 1 terceiro central, e 1 defesa esquerdo. Até admito a utilização dos putos como segundas alternativas para as laterais.

Conclusão. Estou à espera que apareçam listas nos próximos dias. este é o timming perfeito.

Abraço

Águia Preocupada disse...

Olha Bettencourt!
Espera só mais uns diazinhos e vais ter notícias fresquinhas e quanto a mim boas! Mais não posso dizer! Mas já falta pouco. Assim os benfiquistas estejam abertos à mudança... Mas a máquina é infernal e o campo está minado e inquinado! Tenhamos esperança!

Anónimo disse...

Corja de dirigentes, e corja de adeptos-pagantes-da-tv-do-inimigo.

Se não mudam os segundos de comportamento, porque haviam de mudar os primeiros?

E ainda ninguém sabe como foi aquilo dos dois jogos ao Aimar no momento crucial da passada época. E ninguém se mexe para saber. E ninguém vai saber.

Clube condenado a ser sugado, que é como quem diz, o resto do sistema alimentado pelos clientes desta coisa que em tempos foi "o glorioso".

Papoila calmante disse...

Meu Caro JNF, eu não estava a contar com isto. Sabia que o Benfica precisava de dinheiro como do pão para a boca, e por isso esperou que um dos clubes do Sheik, fizesse uma proposta a pronto. Perguntas tu e muito bem, porque é que a soma das "partes ignoradas não poderia se chamar de Javi"!? ...por isso mesmo, não era a pronto. Mas o estranho não é isso. O estranho é ir a correr meter "metade do nosso valor de apuramento para a Champions" nos cofres do Braga!? ... ainda há quem diga que o Braga encaixou com os 2 jogos de qualificação, mais de 10M€ em Agosto. É mentira, encaixaram já uns quase incríveis 15M€. Esta relação com o Salvador é conspurcada, e se somarmos a isso o Jorge Mendes para criarmos um triptico, acho que haveria motivos para suspeitar destas negociatas.

Quanto aos equilíbrios e desequilíbrios do Benfica, é estranho entortar tanto o plantel no dia 3 de Agosto.

Abraço

P.S. ontem até tive que meter um captopril debaixo da língua.

Ped Zimmerman disse...

Não te posso oferecer mais que a minha solidariedade meu caro JNF.

O Benfica está com vírus, é triste mas é verdade.

A opinião de quem está a assistir por fora é de que o trabalho dessa gente resume-se a tudo menos incompetência. Estão a trabalhar e bem para o seu objectivo.

Endireitem o Benfica que eu não quero que daqui a 4 anos o Vitor Pereira seja conhecido como o obreiro do bi-tri. Seria ridiculo para todos nós, repito, todos nós.

A estrebaria está contigo!

Abraço.

Anónimo disse...

Eu temia que isto acontecesse, mas não nestas condições. Eu temia que aparecesse uma equipa das arábias ou dos novos ckares do leste e que batesse a cláusula de rescisão de algum dos nossos jogadores, situação perante a qual a direcção do Benfica nada pudesse fazer. Eu temia que fossem batidas as cláusulas de Javi Garcia e Witsel, jogadores que considerava fundamentais, até porque não temos alternativas a esses jogadores. Eu temia que, batidas as cláusulas desses jogadores, não houvesse tempo de adquirir jogadores com o mesmo nível. Eu continuo a temer que isto possa acontecer, uma vez que há países onde o mercado ainda não encerrou (julgo que quinta-feira é a data limite) e já ouvi alguns rumores sobre isso. Agora aquilo que aconteceu excedeu tudo o que eu temia.

MM

PS: Estamos a começar bem nas (chamadas) modalidades (amadoras), pois duas supertaças já cá cantam: futsal e andebol!

Anónimo disse...

Há uns tempos atrás, numa visita guiada à Catedral, vi numa das paredes, junto aquelas com as fotos das antigas equipas, campos e presidentes, o seguinte logotipo: Benfica - Corporate Club. Penso que isto diz tudo sobre o que a Direcção pensa do clube, e vai de encontro ao que escreveu nos últimos parágrafos do post.

Abraço
Rui Martins

P.S. Depois de ver aquilo fiquei doente o resto da visita...