sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Vamos ajudar Vieira

Uma Assembleia Geral com 700 sócios nunca será representativa da realidade do Benfica. De um universo de mais de 250 mil associados, a presença de apenas 0,3% é o reflexo de um dos maiores e mais difíceis presentes envenenados que foi entregue aos benfiquistas pelo senhor Luís Filipe Vieira: a falta de militância. É um presente [para quem preside] porque, geralmente, a minoria que participa numa AG fá-lo com o intuito de passar todas as propostas da Direcção independentemente do seu conteúdo, mas envenenado porque fere de morte a credibilidade de qualquer acto deste género, uma vez que a amostra de sócios está longe de ser representativa. Ainda assim, e apesar de 700 sócios serem muito poucos quando comparados com a mole humana que se deslocava às AG's de há 15 anos, a melhoria é significativa quando comparada com as 100 e 200 pessoas que marcavam presença nas Assembleias de há um e dois anos. Curioso é que haja gente na internet (Gomes da Silva, serão só meia dúzia?) preocupada e obcecada com o facto de as 700 pessoas não transmitirem a vontade real dos sócios do SLB. Estavam essas mesmas pessoas preocupadas com as AG's que levavam 100 pessoas? Ou com os actos eleitorais a que não compareciam mais de 15 mil sócios? Nunca os ouvi falar de tal coisa.

Apesar de, ao contrário do que por aí circula, os sócios dos 50 votos terem constituído de longe, mas de muito longe, a maior fatia de votantes (e consequentemente de votos) que a falange favorável à validação do R&C teve, o "Não" venceu esmagadoramente fruto não só fruto dos 50 votos exibidos (uma percentagem muito reduzida face aos votos totais do "Não", especialmente quando comparados com os 50's do "Sim"), mas sobretudo graças aos 20's e aos 5's exibidos. Seria interessante que a direcção do Benfica divulgasse o número total de votos que cada grupo de sócios deu às opções referendadas na AG (lá está, transparência, parece que não convém a muito boa gente neste clube). Se assim fosse, não tenho a mais pequena dúvida que se provaria que pelo menos 80% dos votantes estiveram contra a aprovação do R&C.

E para além da direcção e da mesa da AG, deve haver mais gente a tirar ilações: a começar em três indivíduos considerados oposicionistas à actual direcção: Rui Rangel, Fernando Tavares e Bruno Carvalho. Os dois primeiros apareceram juntos com uma entourage de mais sete ou oito pessoas mas não pediram a palavra. O facto de terem estado presentes é positivo e é de realçar, mas não se devem ficar por aqui. Apesar de terem tanta obrigação de se candidatarem como qualquer outro sócio, neste momento, a questão que se coloca é outra. Nos dias que o nosso clube vive, é precisamente o Benfica quem chama por eles. O chumbo das contas verificado ontem não é fruto de uma leitura económica por parte dos sócios, mas sim uma cartão alaranjado à actual Direcção do Benfica. E, num momento em que o Benfica precisa de Rangel e Tavares mais do que nunca, eles os dois deveriam saber tirar a leitura correcta do que se passou na AG: as pessoas estão fartas de Vieira, estão fartas do Vieirismo e querem mudar para melhor. Neste momento, não tenho a mais pequena dúvida que uma candidatura em que figurassem na proa pessoas como Rangel e Tavares apoiadas por gente reconhecidamente de bem e que se demarcasse de certos apoios demagógicos, sairia vencedora das eleições de 26 de Outubro. Com eles poderia estar Bagão Félix, benfiquista de carácter inquestionável e capaz de dirigir com seriedade o clube, mas que faltou inexplicavelmente à chamada, como outros. 
Quem também esteve presente foi Bruno Carvalho, presidente do Grupo da Luz, que certamente percebeu que há formas e maneiras de fazer oposição e que o que tem feito não é, nem de perto nem de longe, o correcto, estando a milhas do que deve ser o caminho a seguir. Foi fortemente vaiado quando se dirigiu ao púlpito e precisou de segurança privada para estar na Luz (infelizmente é esta a realidade). Aprecio a tenacidade com que vai à luta. O homem leva bofetadas de todos os lados, cai invariavelmente com a cabeça na lama e volta a pôr-se de pé para levar mais uma quantas. "Então por que motivo é que não gostas dele?" - perguntarão alguns benfiquistas. Pelo simples facto de além da tenacidade, não haver ali mais nada. Não há ideias, não há projecto, não há noção da realidade. Convenhamos: o Beto (aquele amigo do Koeman) também era muito lutador, mas na verdade era um cepo de primeira água, não era? Entregavam-lhe o meio-campo do Benfica? Não, pois não?
À chamada faltaram, entre outros, Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, recentemente vendidos a troco de pires de tremoços (quem consegue negar um belo pires de tremoço?), mas também Luís Tadeu e o supracitado Bagão Félix. Medo dos dois primeiros e desinteresse dos dois últimos? Parece o mais provável.
O que não se admite é que o suposto homem forte das finanças, Domingos Soares de Oliveira, se tenha escusado a ir à assembleia. Se a mesma é para sócios do Benfica independentemente de serem ou terem sido sócios do Sporting e/ou do Porto, DSO poderia lá ter estado. Não quis, compreende-se, provavelmente deverá querer resguardar-se para ir à AG de accionistas do Sporting, que se realiza amanhã. E o príncipe de cera, Rui Costa? Por que motivo faltou? Terá sido isto uma espécie de falta de comparência à chamada após o Levantamento das Caldas? Que sinal é que "o Rui" quer passar aos benfiquistas?

No momento em que Luís Filipe Vieira saiu da Assembleia Geral em passo apressado, fugindo às críticas no meio de seguranças (uma vez mais, lamentável a necessidade de estarem presentes, mas infelizmente é preciso) e não querendo ouvir os posteriores e habituais comentários e considerações dos adeptos, deixou de ser o presidente do Benfica. Ali, naquela figura, era um Marcello Caetano a abandonar o Quartel do Carmo dentro de um chaimite para euforia da população vencedora. Ali estava o derrube de um ditador conseguido pelo povo. Mas Vieira não vai para o Brasil. Qual gato de sete vidas, Vieira é um camaleão empresarial e nem esta saída de fininho pela porta pequena vai fazê-lo desviar-se um milímetro do rumo traçado. Talvez por falta de alguma lucidez, por incapacidade em compreender, a verdade é que Vieira acha-se em condições de ir para a luta.

Por isso, meus caros, e voltando ao início deste post, lanço-vos um repto: vamos ajudar Vieira. Vamos ajudá-lo a terminar o mandato com dignidade. E a única forma de terminá-lo condignamente, é pedindo uma demissão que está em falta há precisamente 20 horas. Já vai atrasado, mas ainda se pode redimir. Faça como Damásio: demita-se e não se recandidate. É o melhor que pode fazer pela sua saúde (aliás, brilhante recuperação, depois do Rally das Casas adoeceu, faltou a Coimbra mas esteve no Pavilhão da Luz, bravo!) e pelo clube que diz que ama.

12 comentários:

Fehér 29 disse...

Na nossa casa vai muita coisa mal, sem duvida. Mas Terça feira, contra o barca, temos oportunidade de demonstrar ao mundo o quão merdosoui nosso (?) futebol é! Levem uma camisa preta, juntamente com o manto sagrado, e um ou dois cartazes com mensagens para a FIfa ou UEFA. FORÇA BENFICA!!!

Socio slb nº 218219 disse...

Tenham vergonha! eu estou com LFV e a direçção. E que tal comentarem o comunicado saido das casas do benfica?

Anónimo disse...

Já passaram mais de 24h e podes continuar sentado à espera...

Anónimo disse...

Nas eleições levam uma abada daquelas antigas que o Benfica costumava dar, tipo 8-0.

Não tenhamos ilusões. Se houver lista de oposição, o que eu duvido, leva 80-20.

Os 20 votos e o votos das casas abafam qualquer um.

GNR

Anónimo disse...

tendo estado presente na AG, e não concordando com o rumo desta direcção nem com os resultados ao fim de 10 anos,dai ter votado contra o R&C, não posso concordar com a tua opinião (e de muitos bloggers) de que numa AG de sócios de um clube existem os bons de um lado e os maus do outro.
Nós não podemos mandar para o c!r@lh0 sócios que não têm a nossa opinião. Isto vai contra os nossos princípios. não podemos permitir que quando o presidente do nosso clube fala comecem a cantarolar (la la la URSO).

em relação à falta de militância, desculpa mas nunca vou estar a espera que seja o presidente do meu clube a ensinar a amar e fazer parte da vida do clube que eu quero e escolhi ser associado. isso pertence à consciência e disponibilidade de cada associado.

discordo tb, com a ideia de que o poder pode/deve cair na rua e depois alguém que pegue nele. é verdade que as pessoas que referes têm credibilidade para fazer bem ao benfica, mas tb há 10 atrás estas mesmas pessoas estavam nessa posição e não se chegaram à frente, e isso pelo menos tem que nos fazer pensar. Bagão, Tadeu, Tavares, etc, já eram competentes à 10 anos.

de todas aquelas horas (de ambiente bastante tenso), tenho que referir que no nosso consócio (não digo o nome dele)apesar de por a malta a rir, foi a intervenção da noite com a questão do "enfiar na cabeça a palavra GANHAR" e abordagem ao tema da união,

abraço, e viva o benfica

JNF disse...

218219,

Temos "a puta da cara bem lavada" (sabes quem disse isto?). E comentaremos brevemente o nojo de comunicado do ditador das casas, está descansado.

Anónimo,

continuo sentado e à espera.

GNR,

isso é partindo do pressuposto que todas as Casas estão com Vieira. Não estão.

SLBruno disse...

JNF,

Vieira tem as casa bem orquestradas... Remodelação da imagem das mesmas e alteração dos estatutos... Tenho medo que dia 26 sejam elas a decidir o final da votação!
Temos que nos unir e fazer com que todos aqueles que não foram a esta AG e estão contra a gestão de Vieira compareçam em massa e que votem, porque acredito que juntos consigamos mudar o rumo das coisas, mas temos que ser muitos... Estatutos "é foda"!

Abraço

Anónimo disse...

GNR

O que é conheces das 200 e moitas casas?

Tu que és Portiata e por isso pões a foto da JVP com a camisola da selecção, ao menos ser camisola do Benfica sempre disfarçavas melhor

Vem comigo à Luz

Ze dos Coratos

Vermelhusco disse...

Anónimo o Tavares fez parte da Direcção do Vieira... Por isso sim ele já se chegou á frente.

B Cool disse...

JNF, tens um erro de apreciação muito grande. As casas se não estão todas com Vieira, o que eu duvido, estarão a 90 ou 95%, o que a 20 votos cada dá cerca de 6.000 votos. Depois a grande maioria dos sócios de 50 votos, que é quem vota está com vieira, ou seja, dos cerca de 20.000 com direito a 50 votos, deves ter pelo menos 5.000 que vão votar Vieira, só aí mais 250.000 votos.
Achas mesmo que Tavares e Rangel têm notoriedade suficiente para ganhar a Vieira ?
Eu não acho. Mas mesmo assim, acho que se devem chegar à frente e concorrer mesmo sabendo que vão perder. É necessário dar um rosto, um projecto, uma ideia que possa unir os descontentes com o rumo que o clube seguido por LFV. Mesmo sabendo que estes são minoritários, senão em número, que ainda acho que são, pelo menos em peso eleitoral.
Quanto às casas, é devido a esse aborto estatutário que foi aprovado por uma ínfima minoria de sócios, que podem votar e duplicar o voto de certos sócios e até permitir o voto a não sócios do Benfica.
Mas pior que tudo é os presidentes das casas sem consulta aos seus sócios, possam afirmar-se ser pró-vieira. Fizeram eles alguma consulta para as suas palavras e acções serem legitimadas ?

JNF disse...

Zé dos Coratos,

estás confuso. Pareces o Rui Cunha. Recompõe-te, homem.

B Cool,

não tenho dados concretos, mas há várias Casas fartas de Vieira. E até há casas que já estão fechadas mas que têm direito ao voto por questões... óbvias.

Jose Barão das Neves disse...

Boa Tarde
quais as ideias que o Sr Juiz Rangel já apresentou ? Se não concordava com o R&C porque razão não usou da palavra na AG (sendo um direito que lhe assite) e no dia seguinte escreveu no Record a sua opinião ? Meu caro concordo consigo relativamente a Fernando Tavares pois pelo trabalho que realizou já tem curriculum benfiquista mas nao o posso fazer relativamente a Bagão Félix pois sempre que o Benfica precisou dele escondeu-se. Saudações benfiquistas