sábado, 7 de janeiro de 2012

Contratações de verão

Seis meses de trabalho, cinco de competição são tempo mais que suficiente para fazer uma avaliação sobre os jogadores que foram contratados ou passaram a integrar o plantel do Benfica pela primeira vez nas suas carreiras. A avaliação é feita tendo em conta o tempo de jogo que têm, as expectativas criadas, as perspectivas de futuro, a importância para a equipa e, sobretudo, a qualidade de jogo. Do pior para o melhor, eis a minha opinião:

Rúben Pinto, Mika, David Simão, Luís Martins, Mora, Enzo Pérez e Capdevila - Sem tempo nem espaço para afirmação. Os poucos minutos que jogaram não permitem uma avaliação quanto à utilidade e qualidade destes "reforços". No caso dos 5 primeiros ainda se percebe que, pela sua juventude ou pela qualidade das outras opções ao serviço de Jesus, tenham poucas oportunidades para mostrar o seu valor. Pérez, lesionado, também não teve chances. O caso de Capdevila parece ser incompreensível e a desculpa de que Emerson é melhor que ele é simplesmente idiota. Se é assim, também posso dizer que acho o Walter melhor que o Benzema.

Matic - Não é bom nem mau, antes pelo contrário. Tem mais técnica que aquilo que eu esperava, mas não é assim tão assertivo do ponto de vista defensivo, deixando muito a desejar quando joga sozinho à frente da defesa. Seria de esperar que com a sua altura e com a sua capacidade física conseguisse ganhar mais lances e impedir a progressão dos adversários, mas não tem acontecido. A meu ver, há outros médios que mereciam mais minutos. Matic tem jogado demais. Não justifica.

Nélson Oliveira - Pouco tempo também mas já começou a mostrar as suas qualidades. Rápido, com algum poder de desmarcação, apresenta remate fácil e uma grande mobilidade na frente de ataque que lhe permite jogar em cunha entre os centrais ou a vir da faixa (esquerda ou direita) para o centro. Tem um futuro muito promissor.

Eduardo - Só não joga mais porque tem um colega de posição de qualidade igualmente elevada. Eduardo é, provavelmente, o melhor guarda-redes que temos desde o tempo de Michael Preud'homme. Tem um pequeno azar chamado Artur. E acredito que, se tivesse chegado ao mesmo tempo que o brasileiro, seria hoje o titular fruto das suas qualidades, claro, mas também de uma possível preferência de Jesus. Sempre que foi chamado, esteve bem.

Rodrigo - Talvez a maior surpresa deste início de época. A sua contratação foi muito criticada no ano passado e com alguma razão: a prioridade era um médio centro/defensivo (que nunca chegou a vir, com as consequências que se conhecem) e o valor pago foi excessivo face ao que o jogador demonstrara em Madrid e face àquilo que seria expectável. De qualquer das formas, Rodrigo começa a justificar a escolha do departamento de futebol do Benfica para integrar o plantel. Rápido, com bom controlo de bola, tem faro pelo golo e já deixou a sua marca em alguns jogos importantes esta época. Pode chegar muito longe.

Bruno César - O senhor "ponte aérea" chegou ao Benfica com grandes ilusões e foi aquecer o banco. Não contente com a situação, trabalhou afincadamente e sempre que entrava em campo justificava as qualidades que se conheciam do Brasil. No entanto, com o passar das semanas, tem-se apagado progressivamente. Qual é o verdadeiro Bruno César? Quanto a mim está próximo do de Setembro. É um jogador muito interessante na minha opinião e que dá soluções de jogo que o Benfica não tinha o ano passado.

Nolito - Um jogador diferente de tudo aquilo que vemos actualmente. Com a bola colada ao pé, Nolito cria o pânico nas defesas adversárias. Flecte muito bem da esquerda para o centro e tem um remate colocado, à semelhança do que acontecia com Simão. Não é tão tecnicista, não é tão líder de equipa como o ex-camisola 20 mas tem uma enorme utilidade. Precisa de aprender a largar a bola mais cedo e de refilar menos com os árbitros. É garantia de golos.

Artur - Tecnicamente não é o melhor guarda-redes do mundo, longe disso. Mas transmite uma segurança e serenidade que impressionam. Artur é tranquilo entre os postes, agarra a bola na maioria das vezes, sai-se muito rapidamente aos pés dos adversários e não precisa de a socar quando lhe vem pelo ar, agarrando-a. Não dá nas vistas, mas quando é preciso fazer uma defesa de elevado grau de dificuldade também está lá (Elias que o diga, ainda hoje tem pesadelos).

Witsel - É difícil explicar como e porque motivo adoro este jogador. Witsel é um dos meus favoritos. É a prova de que a velocidade não é o mais importante no chamado "futebol moderno". O belga sabe ter a bola, controlar os ritmos do jogo e compreender quando se deve desmarcar, passar ou rematar. Do ponto de vista defensivo é a antítese de Ramires: muito mais de ocupar espaços do que de recuperar bolas. Era o jogador que precisávamos para ter alcançado a final da Liga Europa no ano passado. Um verdadeiro craque.

Garay - Não é preciso ser exibicionista para se ser um bom central. Garay é do mais discreto possível e surpreende pela sua serenidade, posicionamento e entendimento do jogo. O eixo formado por Artur, Luisão e por si é seguro muito graças às qualidades do argentino, que complementa o colega da selecção brasileira. Além disso, sabe sair a jogar e começa a mostrar alguma actividade nos lances de bola parada, tanto a responder a cruzamentos como a batê-los.

P.S. De Emerson não podemos falar, é assunto tabu. Parece que há muita gente sensível a esta questão. É fazer como os pinguins do Madagáscar: "just smile and wave boys, smile and wave".

14 comentários:

Anónimo disse...

PS: Emerson é mais que um tabu, SÃO 2 TABU(AS).

GNR

Afonso Machado disse...

Boa tarde
Excelente post JNF
No geral concordo contigo, principalmente no que concerne ao Matic (penso exactamente o mesmo). E também acho que Emerso é um assunto tabú. Mas se me permites gostaria de dizer uma coisa acerca do Emerson: na minha opinião (claro está, vale o que vale!.) não podemos dizer que preferimos Emerson a Cap. Não sabemos como está Cap. O que podemos dizer é que se calhar Cap merecia mais oportunidades, mas faço uma pergunta: gostaram do que viram até agora de Cap? Eu respondo que, sinceramente e apesar de ter pouco ritmo competitivo, deixou algo a desejar. E Emerson sofre muita pressão na minha opinião, assim nunca irá evoluir, nunca há-de agradar. Não gostamos dele mas bora lá tentar apoia-lo! Querendo ou não, é ele que veste o manto sagrado, se o estivermos sempre a pressionar ele nunca irá render. E preferiam que fosse agora lançado Cap às feras? Coloco as minhas reticências...
De resto, acho que o nosso clube comprou muito bem, cirurgicamente e com poucos lapsos. Repito, excelente post( esqueceste-te foi do Luís Martins, mas até os melhores às vezes se olvidam).
Abraço benfiquista

John Wakefield disse...

Bom texto.
A ideia a reter é que o Benfica finalmente esteve muito bem no mercado de transferências e adquiriu jogadores de enorme qualidade como Artur, Garay, Witsel, Nolito e Bruno César.

É verdade que ainda não conseguimos encontrar um sucessor de qualidade para o lugar de Coentrão (embora Emerson revele ser uma opção útil apesar do Benfica merecer melhor), contudo, e como já referi, entraram outros 5 jogadores que reforçaram posições carentes.
Em relação a Enzo Pérez e a Capdevilla, é verdade que também seriam grandes aquisições mas ninguém preveria os desfechos já conhecidos. Estivemos bem no mercado... e para já as coisas estão a correr bem, apesar de existirem muitos aspectos a melhorar.
Força Benfica!

Rearviewmirror disse...

Grande Post.
Fomos buscar 6 jogadores "titulares" + Eduardo, ou seja, jogadores com uma qualidade fora de série, que nos permite, juntamente com Luisão, Maxi, Javi, Cardozo, Saviola, Aimar e Gaitan ter sempre uma equipa titular fortissima e competitiva, jogue quem jogar.

Miguel disse...

"just smile and wave boys, smile and wave" AHAHAHAHHAHAHAHAH

Muito Bom!!

PMM disse...

Grande post concordo com a analise de quase todos.
Porquê o Emerson é tabu?
Eu gosto e sou mau benfiquista por isso?
O problema foi ter 2 anos o Coentrão mas existe um "mito" muito grande em relação ao Emerson. Parece que todos os anos têm de ter alguém para malhar, este ano é o Emerson.
Mas gostava de por exemplo contabilizassem quantos golos sofremos pelo lado esquerdo e quantos pelo lado do Maxi. Olhem que ficaram surpreendidos. Para mim a defender é muito seguro, não inferior ao Fabio. A atacar sim revela dificuldades.
Mas quando vejo que com Emerson em meia epoca perdemos 1 jogo, que já fomos ao Dragão, a Braga (locais nos últimos 2 anos com dos melhores laterais esquerdos do Mundo perdemos e até fomos goleados), 2 vezes com o Manchester, com a Lagartagem de facto os números do Emerson são de facto muito maus.

AMANHÃ ESSENCIAL GANHAR PARA NÃO MAIS SAIR DO 1º LUGAR ISOLADO

SC disse...

Boa noite!
Excelente texto.
Matic não me parece jogador para o Benfica mas também nunca foi trinco na vida..nota se que gosta de sair a jogar e que o timing de passe não é o ideal para aquela zona de terreno.É claramente jogador de 4-3-3 e portanto preferia ter no plantel o Nuno Coelho.
Gostava que tivéssemos outro bom lateral direito no plantel e um verdadeiro jogador de linha para alimentar mais jogo ao Cardoso.
Mas estamos bem apetrechados para o título.
De Todos Um!

JNF disse...

Realmente, esqueci-me do Martins e do Pérez, mas ficam colocados naquele grupo dos não-utilizados. Vou acrescentar, obrigado.

JNF disse...

Afonso Machado(1), PMM(2):

1 - Quando falo na relação entre Capdevila e Emerson baseio-me no que conheço do internacional espanhol. E não é assim tão pouco. Capdevila é melhor que Emerson em tudo, um excelente jogador. Mas para que fique bem claro, no estádio, apoio Emerson, obviamente.

2 - Claro que não. Se achas que o Emerson é subvalorizado pelos adeptos podes e deves dizê-lo. Defendo que as opiniões devem ser expressas pelos adeptos e não se deve impor a lei da rolha como alguns desejam e já fizeram por isso. Inacreditável, mas verdade. E dizem-se democráticos. Mas enfim, voltando ao assunto, sei perfeitamente que sofremos mais golos do lado do Maxi que do Emerson, a diferença é que o Maxi é mais vezes apanhado em contra-pé porque foi ao ataque, às vezes desnecessariamente e à maluca. O uruguaio precisa de se conter um pouco mais ofensivamente. Já Emerson não me parece ter emenda.

Bicadas disse...

Bom dia,

Boa análise, boa sistematização.

Não concordo lá muito com a análise a Eduardo: quanto a mim esteve excelente em Guimarães, mas na Madeira... sinceramente há erros (erros, não golos sofridos) que um guarda-redes com a sua experiência não pode cometer. Mas é sem dúvida uma boa aquisição.

Para mim Matic é opção muito válida. Diferente do Xavi, talvez até melhor tecnicamente, mas ainda tem que aprender muito. Penso que pode chegar lá. De resto, naquela posição e numa equipa como a do Benfica, Xavi é do melhor que há.

Temos a mesma paixão relativamente a Witsel. Soberbo. Com Xavi forma o núcleo da equipa. Com Quique não havia nem um nem outro; ano 1 de JJ temos Xavi e Ramires, sucesso; ano 2 de JJ, só Xavi, barraca; ano 3 de JJ, Xavi e Witsel, melhorias imediatas.

Emerson é um lateral competente. Parece-me que não está no seu melhor fisicamente e tem dificuldades a apoiar o ataque. É claramente o elo mais fraco da equipa, mas sabe o que faz e por exemplo é dos laterais do campeonato o que melhor dobra os centrais. Preocupa-me o facto de dar alguns sinais de ceder à pressão. Consta que os primeiros treinos não terão corrido lá muito bem ao Cap...

Pedro disse...

Eduardo á fraquinho. Tantos melhor que ele após São MIchel...

Gosto de Matic e acho que tem mais importância defensiva do que a q apontas mas concordo q rende mais jogando mais adiantado.

L. disse...

podes falar do emerson, podes. mas sem parcialidade e sem a idiota necessidade de ter um patinho feio. e a nossa defesa continua melhor que o ano passado, com ele lá. mas continua: e muito melhor criar uma onda anti-emerson e queima-lo, e tirar-lhe a confianca, pode ser que ate ajudes o benfica a perder pontos.

JNF disse...

Não posso, L., e tu acabaste de mostrar porquê. Tenho de dizer bem dele para te agradar. O Emerson já está queimado que chegue (o Javi vai gostar desta piada).

Francisco disse...

P.S. De Emerson não podemos falar, é assunto tabu. Parece que há muita gente sensível a esta questão. É fazer como os pinguins do Madagáscar: "just smile and wave boys, smile and wave".


Morri a rir xD

Bom post.